COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sábado, 15 de abril de 2017

TÚMULO GUARDADO

Por que será que a sexta feira que se recorda da morte de Cristo é tão silenciosa? Será que o mundo sente que algo muito grave aconteceu e que é preciso ficar em silêncio. O silêncio é a ausência do som. É a ausência da festa. É a ausência da alegria. Hoje continua a lembrança de Jesus no túmulo que era guardado.
O túmulo foi guardado
Achavam-se ali, sentadas em frente da sepultura, Maria Madalena e a outra Maria. No dia seguinte, que é o dia depois da preparação, reuniram-se os principais sacerdotes e os fariseus e, dirigindo-se a Pilatos, disseram-lhe: Senhor, lembramo-nos de que aquele embusteiro, enquanto vivia, disse: Depois de três dias ressuscitarei. Ordena, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, para não suceder que, vindo os discípulos, o roubem e depois digam ao povo: Ressuscitou dos mortos; e será o último embuste pior que o primeiro. Disse-lhes Pilatos: Aí tendes uma escolta; ide e guardai o sepulcro como bem vos parecer. Indo eles, montaram guarda ao sepulcro, selando a pedra e deixando ali a escolta’. (Mateus 27.61-66).
Durante uma parte do tempo, o sepulcro foi guardado por algumas mulheres. No dia seguinte, apesar de sábado, os príncipes dos sacerdotes foram ao Governador romano pedindo mais segurança para o túmulo. Temos assim o túmulo fortemente guardado.
Por certas senhoras que serviam a Jesus.
Observando onde era posto. ‘Ora, Maria Madalena e Maria, mãe de José, observaram onde ele foi posto’. (Marcos 15.47). Contemplando o que fora o seu amado Mestre. Recordando cada detalhe no silêncio. Preparando para voltar depois do sábado. ‘Então, se retiraram para preparar aromas e bálsamos. E, no sábado, descansaram, segundo o mandamento’. (Lucas 23.56).
Por uma guarda Romana.
A pedido dos principais sacerdotes que temiam que roubariam o corpo de Jesus. Selando o sepulcro para que pudessem ter mais segurança. Vigiado por soldados que ficaram atentos o tempo todo.
Como preparo para maiores evidências de sua ressurreição.
Não podia sofrer dúvida a morte de Jesus. Também não poderia ser negada a ressurreição ante as evidências. O túmulo foi guardado pelos inimigos de Jesus com medo exatamente do cumprimento das suas profecias. Muitas vezes os incrédulos creem naquilo que eles não querem crer.
Não podia haver dúvidas de que o Senhor estava lá. Precisamos não somente crer, mas convém que também nossa vontade se submeta à fé ao Senhor.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário