COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

terça-feira, 18 de abril de 2017

O BRILHO DA GLÓRIA DE DEUS

Jesus respondeu: – Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim nunca mais terá fome, e quem crê em mim nunca mais terá sede. Mas eu já disse que vocês não creem em mim, embora estejam me vendo. Todos aqueles que o Pai me dá virão a mim; e de modo nenhum jogarei fora aqueles que vierem a mim. Pois eu desci do céu para fazer a vontade daquele que me enviou e não para fazer a minha própria vontade”. (João 6.35-38).
Eu desci do céu para fazer a vontade daquele que me enviou’. Estas palavras de Jesus nos mostram que Ele estava com Deus e era Deus. ‘No princípio, era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez’. (João 1,1-3).
Jesus é a figura central da Bíblia. Depois dele, o mundo nunca mais foi o mesmo! Todavia quem foi Jesus? Um educador, um profeta, um bom homem, um revolucionário? Já no tempo dele muitas pessoas o questionavam sobre estas coisas. E Ele respondeu: ‘Então Jesus afirmou: – Pois eu, que estou falando com você, sou o Messias’. (João 4,26).
Jesus, Homem Deus mostrou ao mundo o brilho divino e o amor de Deus conforme a carta aos Hebreus: ‘O Filho brilha com o brilho da glória de Deus e é a perfeita semelhança do próprio Deus. Ele sustenta o Universo com a sua palavra poderosa. E, depois de ter purificado os seres humanos dos seus pecados, sentou-se no céu, do lado direito de Deus, o Todo-Poderoso’. (Hebreus 1.3).
Como estamos vivendo esta linda realidade? O Senhor ocupa espaço na sua vida? Ele deseja libertar sua vida de qualquer coisa que possa atrapalhar que você desfrute da paz que Ele deixou. Esta é mais uma oportunidade de receber o brilho divino através de Jesus.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário