COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

quarta-feira, 29 de junho de 2011

DOIS CAMINHOS

"Porque o Senhor conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios perecerá." (Salmos 1.6).
Para as pessoas que crêem na salvação eterna é tão simples saber qual será o fim, que até sentem dificuldades em aceitar pessoas que não acreditam na eternidade com Deus. Para elas certas indagações e questionamentos são estranhos, como por exemplo: o que sucederá a cada um após a morte física?
Para nós é muito simples, cremos que cada um irá para o lugar que escolheu. Existem dois caminhos: Um é o estreito e que conduz a Deus, cheio de dificuldades, mas que tem como fim a vida eterna com Deus, o outro é o caminho largo que conduz à morte eterna, à perdição, este é cheio de acontecimentos mundanos, muitas orgias e acontece tudo o que o homem deseja para seu prazer temporário.
Portanto, depende de qual caminho a pessoa escolher ela chega aonde escolheu. Deus conhece os dois caminhos. Os justos entrarão pelo caminho do Senhor, mas o caminho dos ímpios perecerá. Para que nós conheçamos o caminho dos justos e o dos ímpios basta que estejamos procurando ver através da vontade de Deus, pois Ele é o conhecedor.
O salmista afirma que o caminho dos ímpios perecerá. Podemos, pois, concordar que aquele que está longe de Deus e dos seus caminhos terá a perdição eterna. Como é triste pensarmos naqueles que amamos e nos recordarmos de que estão afastados dos propósitos do Pai. Estão indo indiferentes, rindo-se do nosso comportamento, não admitem um instante diante do Pai numa tentativa de conhecer este Pai tão amigo e que deseja que cada uma de suas criaturas seja integrante do reino celestial.
Como está você diante dos dois caminhos? Está percorrendo o caminho proposto pelo Senhor? Todo plano de Deus para ter o ser humano junto a Ele se resume nesta escolha: Qual dos caminhos vou trilhar?
Léo Lima

terça-feira, 28 de junho de 2011

VER O INVISÍVEL

"Porque os seus olhos estão sobre os caminhos de cada um, e ele vê todos os seus passos" (Jó 34.21).
Quando experimentamos fechar os olhos fazendo um teste para vermos como é não ter visão, ficamos apavorados. Como é bom termos este sentido funcionando normalmante! Após esta experiência não existem palavras para exprimirmos o que vai em nosso interior quando constatamos a importância que é podermos ver tudo que nos cerca! Podermos contemplar o que amamos e, mesmo o que não nos agrada, é de fato excitante! É maravilhoso poder apreciar o que está ao nosso redor.
Entretanto, a nossa visão está limitada àquilo que está diante dos nossos olhos. Contemplamos e imaginamos, geralmente, coisas que de alguma maneira já vimos.
O texto, no entanto, mostra-nos um Poder supremo que pode ver cada passo que dermos e isso para cada um dos salvos. Os olhos de Deus estão sobre os caminhos do homem, e Ele vê todos os seus passos. Isto nos alegra e nos coloca numa situação de profunda reflexão.
Os olhos do Senhor estão vendo os nossos caminhos para nos guardar, orientar, dirigir, se assim O permitirmos. Mas ainda para nos admoestar, corrigir e nos livrar de nossas vontades e tentações. E quantas vezes precisamos que Deus faça isso! Livrar-nos do mal que possa nos atacar. Ele vê todos os nossos passos. Ele cuida de nós.
Como seria bom se víssemos o invisível! Mas isto somente com os olhos da fé. Deus quer que confiemos nossa vida inteiramente a Ele para que nossos passos possam ser guiados por Ele que nos ama muito. Deixe Deus guiar seus passos a partir de agora! Ouça o que Deus deseja lhe falar! Procure olhar para o Senhor e assim ver o invisível.
Léo Lima

segunda-feira, 27 de junho de 2011

ADORAÇÃO

"Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos!" (Romanos 11.33).
O louvor do coração é o que mais agrada a Deus. Neste ponto estava o apóstolo Paulo, ao escrever esta carta aos crentes de Roma, elevando ao Criador um hino de adoração, que é a máxima expressão de gratidão e glorificação ao Senhor.
Este versículo é rico de palavras e de expressões de adoração. Senhor, como és rico para com os seus filhos que recebem a Tua sabedoria e ciência. Teus juízos são insondáveis!
Senhor, como, conhecendo-Te como conhecemos calamo-nos ante os Teus inescrutáveis caminhos? Como ficar indiferentes ante a profundidade da Tua sabedoria? Como não ambicionar beber mais e mais de Tua ciência que se nos é revelada através da Tua Palavra? Como não desejar percorrer os Teus caminhos que se nos abrem de modo até impenetrável, mas que por Teu insondável amor podemos conhecer e trilhar? Como calar e não glorificar , como o apóstolo Paulo, o Teu nome em cada passo que dermos?
Não isso não é possível. Não dá para ficar calado. Não é possível ficar indiferente ante a grandiosidade de Deus.
Você, adora a Deus? Consegue visualizar os caminhos do Senhor impossíveis de ser investigados? Ele quer que você trilhe pelo caminho que Ele mesmo preparou para todos aqueles que aceitam fazer parte do Seu reino, e para que isso ocorra em sua vida Ele oferece gratuitamente a salvação que Jesus garantiu na cruz do calvário.
Léo Lima

domingo, 26 de junho de 2011

NA PRESENÇA DO PAI

"Quem é sábio, para que entenda estas coisas? prudente, para que as saiba? porque os caminhos do Senhor são retos, e os justos andarão neles; mas os transgressores neles cairão." (Oséias 14.9).
Muitas vezes se faz necessário estacionar. Parar. No entanto, acontece de pessoas pararem por sérios problemas existenciais que afligem o seu dia a dia. Ou mesmo se elas perdem seu objetivo de vida, perdem seus ideais assim deixam-se dominar como que por uma paralisia da vontade. Sem iniciativa para recomeçar muitos deixam passar a vida. Sem a vontade impulsionadora ficam num mesmo lugar como que perdidas. Como esta situação é difícil! Se ao menos dessem alguns passos, poderiam sentir novamente a vida pulsar. Algumas pessoas se deixam ficar sem perceber que nenhum projeto que possa reanimá-las.
O profeta Oséias encerra seu livro, que traz várias mensagens de Deus ao seu povo, com exortações sérias. Ele convida este povo ao arrependimento e faz a promessa do perdão divino. Ele meniona que para que se ande nos caminhos do Senhor é preciso ser justo, pois os caminhos do Senhor são retos e os que transgridem não conseguirão andar por ele, mas cairão. Pararão. É necessário ser sábio e prudente para compreender e conhecer os caminhos do Senhor.
Sabemos que é muito difícil andar por estes caminhos. Eles oferecem, muitas vezes, dificuldades, como se foram pedras por isso os desavisados, aqueles que não estão preparados, caem. Alguns retrocedem, não conseguem seguir até o fim. Muitas pessoas preferem os caminhos fáceis, caminhos cheios de alegria e prazeres momentâneos. Estes não acreditam que os que percorrem os caminhos do Senhor irão desfrutar de fontes inesgotáveis e alegria eterna na presença do Pai. Este caminho conduz à paz. E é no final dele que se encontra a fonte de paz. Pois os caminhos do Senhor, por mais difíceis eles sejam, o seu final é a vida abundante de luz e alegria no Senhor. É o céu prometido por Jesus.
E você? Está percorrendo que caminho? O que conduz ao céu e pede somente que você se arrependa de seus pecados, ou o caminho da perdição, que muitos estão vivendo? Jesus quer que você chegue até Ele.
Léo Lima

sábado, 25 de junho de 2011

OLHAR PARA O ALTO


"Porque, assim como o céu é mais alto do que a terra, assim são os meus caminhos mais altos do que os vossos caminhos, e os meus pensamentos mais altos do que os vossos pensamentos." (Isaías 55.9).
Os nossos olhos, em primeira mão, observam o que está à sua altura. Não é de nosso feitio olhar para baixo ou para o alto. Quando alguém está olhando para o alto diz-se que é abobalhado, ou ainda, uma pessoa cheia de si, se não houver algo de muito especial para se ver. Quando se olha para baixo, diz-se que a pessoa é tímida.
São extremos que muitas vezes preferimos ignorar. Entretanto, vamos refletir mais em nossos pensamentos. Se eles são elevados, são pensamentos de paz, logo viveremos a paz, mas se tivermos pensamentos menores, os que se restringem ao que nossos olhos podem contemplar, logo não veremos aquilo que Deus deseja nos mostrar. Portanto, nossos olhos, assim como nossos pensamentos, precisam estar atentos para ver o que Deus quer nos mostrar. Olhar para cima. Olhar para Deus é uma necessidade.
Deus, através do profeta Isaías, nos diz que os caminhos dele são muito mais altos do que os nossos caminhos, e também os pensamentos Dele são mais altos que os nossos pensamentos. Essa comparação nos leva a considerar de como é necessário levantarmos o nosso olhar, pois assim como os céus são mais altos do que a terra, de fato, precisamos elevar o nosso olhar, o nosso pensamento, para procurarmos guardar as nossas forças para começarmos a caminhada pelos altos caminhos de Deus. São caminhos muito mais altos que o nosso, são caminhos que irão nos conduzir à salvação, à vida eterna por Cristo Jesus.
E você olha para cima? Ou olha só para baixo, ou somente na direção dos seus olhos? Volte-se e contemple a cruz de Cristo, ela tem a luz que oferece a salvação a todo o que crer no Nome de Jesus. Caminhe a partir de agora pelos altos caminhos de Deus.
Léo Lima

sexta-feira, 24 de junho de 2011

BENIGNIDADE DIVINA

"Justo é o Senhor em todos os seus caminhos, e benigno em todas as suas obras." (Salmos 145.17).
Quando a injustiça entre os homens é proclamada, ou quando um mal não é corrigido, logo sentimos indignação. Protestamos. É que percebemos que os fatos mostram que houve injustiça e que a pessoa sofrerá e não verá nenhuma punição ao autor do crime.
Muitos de nós, quase sempre, caminhamos com dificuldades, buscamos encontrar nas nossas realizações materiais aquilo que venha a preencher nossos mais diferentes intentos e ideais. Muitas vezes, seguimos incontinentes resvalando, derrubando tudo que possa atrapalhar nossa desmedida ambição. Podemos constatar que para pessoas assim a razão sempre os envolve e a busca pelo poder fala mais alto.
Como é difícil ver esta desmedida e desgastante realidade que vivemos. Ao voltar os nossos olhos, pensamentos e sentimentos para fazermos a comparação entre a injustiça reinante e a justiça que cremos deveria acontecer, percebemos que muitas coisas acontecem e nós não podemos alterar o curso delas. Está tudo muito distante de nós. Podemos até nos deparar conosco e com nossa pequenina parcela de justiça aquela que somente nós podemos ver. Como é difícil constatarmos que pouco, ou quase nada, fazemos para tornar este mundo melhor para os mais injustiçados.
Mas como o salmista afirma e canta jubiloso, a única e real justiça que acontece em nossas vidas vem do Senhor. O Senhor que é o único que vê onde ninguém mais pode ver. Ele, somente Ele, age com justiça para com seus filhos. O seu juízo é verdadeiro e, mesmo que falhemos, mesmo que a maldade tenha vitórias e o egoísmo reine, ainda assim, a bondade divina nos toca e sentimos que a sua justiça é real.
Ele é justo nos caminhos que percorremos e isto nos proporciona uma infinita paz que alegra os nossos corações, permitindo assim, uma real comunhão com Ele. Desfrutamos de alegria e intimidade com Deus. Como é bom conviver com o nosso Deus que é justo em todos os momentos.
E você? Já conhece o que Deus pode realizar em sua vida? Ele quer usar de benevolência para com você também. Basta que creia em seu nome e em seu amor por você.
Léo Lima

quinta-feira, 23 de junho de 2011

DEUS TUDO VÊ

"Pois os olhos de Deus observam os caminhos do homem e vigiam todos os seus trilhos." (Provérbios 5.21).
Muitos não acreditam que um dia estaremos diante do trono de Deus para prestar contas de tudo que fizemos. Para nós que cremos nisto, sentimos a importância que é nos lembrarmos disto. Todas as nossas atitudes serão colocadas diante de Deus. Podemos esconder o que fazemos dos homens, mas de Deus, que tudo vê e que pode sondar os nossos corações, pensamentos e sentimentos, não devemos esconder nada.
Cada passo, cada gesto, cada pensamento, como isto é assustador, mas é real! Entretanto, temos a necessidade de dizer que é gratificante sabermos que Deus tudo vê. É sublime pensarmos na magnitude do poder de Deus. Ele que opera em nossas vidas, com onipotência, pois cremos que Ele tudo vê e tem suprema autoridade sobre todas as oisas. Já a onipresença do Senhor é maior do que podemos imaginar, e como nossa imaginação é limitada, como nós! O Senhor antecipa em nos proteger de males que não distinguimos e nos protege. Nós estamos como que de olhos vendados às ciladas do inimigo, mas Ele vê, Ele mostra, e mais, Ele nos livra!
Deus disse o seguinte a Samuel: "Não atentes para a sua aparência, nem para a sua altura, porque o rejeitei, porque o Senhor não vê como o homem vê. O homem vê o exterior, porém o Senhor o coração." (I samuel 16.7) Isto quando Deus ordenava a Samuel ungir Davi como rei.
Deus vê, Ele penetra o mais oculto dos nossos pensamentos e examina atentamente cada ação, cada vontade, cada ansiedade! Mas está atento para proteger sempre que haja necessidade.
E você, acredita que Deus pode ver todas as suas atitudes? Pode proteger os seus passos? Deus está querendo fazer da sua vida uma grande bênção; basta para isso que você confie plenamente no amor de Deus por você e entregue a sua vida a Ele.
Léo Lima

quarta-feira, 22 de junho de 2011

DUAS OPÇÕES


O meu desejo de hoje seria discorrer sobre as estações do ano e de uma forma especial o inverno que se apresentou ontem, mas que já se fazia presente há muitos dias. Assim é a nossa vida. Muitas vezes vivemos antecipadamente coisas que poderiam ser adiadas e deixamos de viver outras que são essenciais para uma vida de paz. É por isto que ao invés de falar sobre o inverno que castiga muitos que não possuem sequer uma roupa própria, falo da melhor escolha que um ser humano pode fazer. Jesus sugere duas opções como pode ver a seguir.
"Entrai pela porta estreita, porque largo e espaçoso é o caminho que conduz à perdição. E muitos são os que entram por ele. Estreita, porém, é a porta e apertado o caminho que conduz à Vida. E poucos são os que o encontram." (Mateus 7.13,14).
Crer é muito fácil. Crer em Deus, ou como muitos dizem, crer em uma força maior, é ainda mais fácil. Entretanto, crer e aceitar o amor de Deus através de Jesus Cristo, arrepender-se dos pecados e escolher o caminho estreito, isto sim é um ato de fé. No caminho estreito são muitos os obstáculos a vencer. Por isso, poucos enfrentam com sinceridade de coração e firmeza de vontade.
Muitos questionam porque muitas pessoas são más, apesar de serem ricas. Muitas têm uma vida cheia de prazer terreno. Tudo o que elas desejam, possuem. Em primeiro lugar, nem todas as pessoas que possuem riquezas materiais são más, nem todas elas adquiriram de modo ilícito o que possuem. Mas se formos buscar nas notícias, veremos que muitos dos que possuem fortunas imensas, não desfrutam de prazer em sua vida. Não podem desfrutar da alegria de uma vida livre e muitas, sabemos chegam ao suicídio, pois elas possuem tudo que desejam, só não têm aquilo que completa o seu interior: Jesus. Elas estão percorrendo o caminho largo, cheio de facilidades e prazeres, mas desconhecem a alegria de conhecer o caminho estreito e percorrer esta trilha a cada dia, mesmo que às vezes com dificuldades.
Víver a vida com Cristo não é fácil. Mas se a pessoa tem uma experiência verdadeira, se ela se arrependeu verdadeiramente perceberá que é doce andar com Jesus. Fica fácil percorrer este caminho pois Jesus mesmo prometeu que nos ajudaria a carregar a nossa cruz. E Ele ajuda. Compensa seguir a Jesus apeesar das dificuldades que se apresentam ante nossos olhos. Ser salvo por Cristo proporciona o maior prazer. Quem vive isto sabe que não há nada comparado à paz que se desfruta.
Jesus quer que você escolha o caminho estreito. E você? Ficará apenas dizendo que crê em Deus? Você deseja fazer uma escolha melhor? Escolha o caminho estreito cujo fim é o lar celestial, a vida eterna.
Léo Lima

segunda-feira, 20 de junho de 2011

DÚVIDAS

"Que Deus, teu Deus nos indique o caminho que devemos tomar e o que devemos fazer!" (Jeremias 42.3).
A dúvida pode visitar qualquer pessoa em diversas situações. O que fazer quando ela chega? Como acertar quando o maior mal está dentro da gente mesmo? Quando a pessoa não está bem consigo mesma ela vive momentos angustiosos até chegar a definir o que é melhor. E, diante disto, muitas pessoas se lembram, só depois de sofrer, que Deus pode mostrar a solução, mostrar o caminho. Foi o que aconteceu no contexto de Jeremias: "Então todos os chefes do exército vieram falar comigo. Disseram o seguinte: - Por favor, Jeremias, atenda o nosso pedido: Ore ao Deus Eterno por nós e por estes que foram deixados nesta terra. Antes nós éramos muitos, mas agora somos poucos, como você está vendo." (Jeremias 42.1a e 2- Bíblia na Linguagem de Hoje) Será que eles estavam pensando em obedecer às ordens de Deus? Ou será que era somente um subterfúgio para apaziguar seus corações aflitos?
Eles pediram ao profeta que intercedesse por eles para que conhecessem a vontade de Deus para eles. O pedido foi sábio. Entretanto, desde o início, eles estavam agindo de maneira incorreta, pois que, desejavam um advinho, ou um visionário, e pior, na realidade eles já haviam decidido o que fazer. Ir para o Egito.
Eles estavam na terra prometida e isso só, deveria bastar para que sentissem ânimo para ali continuar, mas tudo estava errado com eles, não se sentiam bem ali, e não se sentiriam bem em lugar nenhum por melhores que fossem as condições que encontrassem. O problema era de cunho íntimo. Era a insatisfação entre eles mesmos. Ir para onde?
Era preciso ouvir a voz de Deus. E isto eles não desejavam sinceramente. Deus respondeu: "Se vocês quiserem continuar nesta terra, eu edificarei a nação e não a destruirei; plantarei e não arrancarei." Estava aí a razão porque eles não desejavam de fato conhecer a vontadae de Deus, conhecer a direção que Deus lhes daria. Eles desobedeceram e sofreram as consqüências, como mostra o restante do texto.
Como no passado, Deus nos fala hoje, mostra-nos o caminho para onde devemos ir, basta que busquemos com sinceridade de coração. E você? Está com seu coração desejoso de ouvir a Deus? Ouça. Ele fala.
Léo Lima

domingo, 19 de junho de 2011

JESUS O CAMINHO

"Diz-lhe Jesus: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vem ao Pai a não ser por mim." (João 14.6).
Terminamos nossa reflexão do dia 17 lembrando esta verdade incontestável aos que crêem em Cristo. Ele é o caminho.
Os discípulos de Jesus tiveram muitos privilégios, especialmente, o de conviver com Cristo, ouvir de seus lábios as maravilhosas mensagens que temos hoje através do testemunhos deles que estão na Palavra de Deus. Eles receberam lições de como agir. Jesus deu-lhes poder, ensinou as coisas referentes ao Pai e à vida espiritual. Assim foi com os seus, Jesus, o Mestre maior.
Em uma das conversas, Jesus dizia de sua saída deste mundo e afirmou que eles sabiam para onde iria e que Ele seria o caminho. Entretanto, Tomé afirma que eles não sabiam para onde deveriam ir, logo, como conhecer o caminho?
Muitas vezes, ainda hoje agimos da mesma maneira que Tomé, quando deixamos de percorrer o único caminho que leva ao céu. E, então, pegamos um atalho que nada mais é que as dúvidas que existem em nós e, até sentimos que tudo está errado.
Jesus afirmou, com muita clareza, que Ele é o caminho e que ninguém chegará ao Pai a não ser por intermédio dEle.
Eu sou o caminho
Se cremos logo teremos um lindo caminho a percorrer. Caminho da verdade! Caminho da Vida! Eis a solução para todas as inquietações que possam afligir o coração do ser humano. Jesus Cristo, o caminho para a vida eterna!
E você? Já conhece o caminho? Conhece aquele que lhe dará a vida eterna e o levará pelo caminho que conduz à salvação? É esta a oportunidade que Cristo está lhe dando. Volte-se para Ele agora mesmo! Ele quer que você siga por este caminho.
Léo Lima
. Esta verdade afirmada por Jesus nos impulsiona a irmos na direção certa. Nos motiva a uma vida de plena comunhão com Deus, pois ao percorrer o caminho que é Jesus Cristo, iremos certamente até o céu.

sábado, 18 de junho de 2011

CIÚMES

Hoje, ao acordar comecei a pensar no sentimento maior AMOR. Este sentimento especial que muitas vezes mora em nosso ser, mas outras tantas percebemos que ele se ausenta por vários motivos. Comecei então a analisar alguns pormenores que circundam nossos relacionamentos e logo a palavra Ciúmes chegou. Lembrei-me que na Bíblia Sagrada existem passagens que falam dos ‘ciúmes’ de Deus. Resolvi pesquisar.
O Dr. R. N. Champlin em seu dicionário comenta sobre este sentimento que pode ser positivo e pode ser negativo.
O aspecto positivo do ciúmes ele discorre que: “O ciúme é um tipo de apreensão mental, quando a pessoa que o sente, sente estar sendo preterida. [...] Seria o temor de ser substituído por um rival qualquer. Também envolve a atitude de ânsia e vigilância acerca daquilo que é considerado propriedade de quem tem ciúmes, como se essa pessoa ou objeto pudesse ser perdido ou prejudicado de alguma maneira.”  Ele afirma que nesse caso não existe manifestação de egoísmo insensato.
Já na forma negativa ele diz que: “Esse tipo de ciúmes mistura o amor com o egoísmo.” Para Champlin o ciúme pode ser considerado por puro egoísmo em alguns casos. Mas o pior deles é aquele em que ele vem acompanhado da inveja. Esta forma é a mais negativa existente.
Ele ainda menciona que o amor desperta ciúmes em algumas pessoas que logo é o ódio que toma conta deste sentimento. Mas o Dr. Champlin encerra dizendo que: “O ciúme e a inveja manifestam-se tão comumente entre os homens porque o ser humano é, essencialmente, um ser egocêntrico.” Afirma ainda que “Amar consiste em deixar de lado o egocentrismo. O amor não arde em ciúmes (I Cor. 13:5); não ultrapassa seus legítimos direitos.”
Sabemos que a origem do amor é divina e o evangelista João menciona que “Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.” A partir daí podemos constatar que se cada um de nós crescer para mais perto de Deus logo vamos viver de forma a que sentimentos mesquinhos não se enraízem em nosso coração.
Que Deus possa abençoar seus sentimentos e você possa viver uma vida segundo os preceitos de Deus.
Léo Lima

quinta-feira, 16 de junho de 2011

VINDE! SUBAMOS...

"Muitos povos virão, dizendo: Vinde, subamos ao monte de Deus, à casa do Deus de Jacó, para que ele nos instrua a respeito dos seus caminhos e assim andemos nas suas veredas; com efeito, de Sião virá a Lei, e de Jerusalém, a palavra de Deus." (Isaías 2.3).
Você já escalou um monte? O que sentiu ao contemplar a altura que você deveria subir. Medo? Cansaço? Desânimo? Ou mesmo um grande sentimento de desafio? De fato, subir um monte é uma aventura para qualquer criatura, não importa a idade!
O profeta Isaías neste versículo que é parte de uma bela poesia mostra que muitos povos, muitas raças subirão ao monte do Senhor, escalando em busca do alimento espiritual. A sede do conhecimento da palavra de Deus motivará muitas nações a buscarem o mesmo Deus, para tomarem conhecimento dos caminhos do Senhor.
Os cultos hoje praticados são, muitas vezes, vazios. A insatistação permeia. É grande o fracasso da fé praticada. As pessoas estão em busca do poder de Deus. Muitos, porém, confundem poder com barulho. A fidelidade e o amor a Deus deixam muito a desejar. Estamos sentindo que o reino de Deus está caminhando em direção ao seu final aqui na terra. A redenção está, de fato, consumada por Jesus Cristo.
Vinde, subamos ao monte do Senhor! Subamos à casa de Jacó. Ao reino eterno de Cristo. Vinde e subamos! O convite foi escrito pelo profeta e hoje, mais do que nunca, é uma realidade para os que ambicionam conhecer Deus verdadeiramente, andar nos caminhos divinos e prestar culto de louvor e adoração ao nosso Deus. A busca pelo conhecimento da Palavra de Deus é uma escalada.
Você sobe o monte de Deus? Conhece os caminhos que levam a um culto de louvor e adoração que somente a Ele é devido? Deus nos ama, mas quer receber dos nossos corações o amor e a alegria que deve inundá-los. Suba hoje mesmo para louvar, adorar e conhecer melhor a Deus.
Léo Lima

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ENTENDIMENTO

"Para que guarde as veredas do juízo, e conserve o caminho dos seus santos. Então entenderás a justiça e o direito, a retidão e todos os caminhos da felicidade." (Provérbios 2.8,9).
Entendimento, o dicionário diz que é "faculdade pela qual o espírito se apodera das idéias e as compreende." Salomão mostrando a excelência da sabedoria diz que o entendimento perfeito é para que se guarde as veredas do juízo. Veredas do juizo, ou seja caminhos de justiça, que também é virtude moral que inspira o respeito dos direitos de outrem; e ele ainda diz que se deve percorrer o caminho dos santos. Estes são indivíduos que vivem segundo os preceitos da lei divina, que são extremamente bondosos por amor ao Senhor.
Na Bíblia Linguagem de Hoje este mesmo texto diz: "Deus protege os que tratam os outros com justiça e guarda os que lhe obedecem. Se você me ouvir, entenderá o que é direito, justo e honesto e saberá o que deve fazer." Portanto, é preciso entender que, para se ter a justiça e o direito, para se ter a retidão e todos os caminhos da felicidade, necessário se faz buscar em Deus o entendimento perfeito da justiça, do juizo, da eqüidade (respeito à igualdade de direito de cada um, que independe da lei positiva, mas de um sentimento do que se considera justo, tendo em vista as causas e as intenções) e assim o homem conhecerá todas as boas veredas, bons caminhos.
A excelência da sabedoria advinda de um perfeito entendimento entre Deus e nós, pequenas e finitas criaturas, conduz-nos à felicidade. Vemos que somente recebendo do Senhor toda sabedoria, poderemos trilhar caminhos de luz, de retidão, caminhos de santificação.
E você? Crê que Deus protege os que tratam os outros com justiça e guarda os que lhe obedecem? Se você crê nisto pode ter certeza de que em sua vida desfrutará de entendimento e trilhará os caminhos direitos. Mais ainda, Deus o ama. Ele deseja que você ande em entendimento com Ele, praticando o que é justo. Basta que você O escolher.
Léo Lima

terça-feira, 14 de junho de 2011

SABEDORIA E RETIDÃO

"Eu te instruo no caminho da sabedoria, encaminho-te pela senda da retidão." (Provérbios 4.11).
Como é bom percebermos que aqueles a quem ensinamos alguma coisa praticam aquilo que lhes transmitimos. E melhor é vermos que a nossa orientação foi a melhor, pois as coisas correm da melhor forma.
Imagine agora, como Deus se sente quando vê que estamos obedecendo aos seus ensinamentos! Que apreciamos a forma de proceder que ele nos ensina! O sábio Salomão falou em um dos seus provérbios que a sabedoria vem de Deus e que Deus nos encaminha pela senda da retidão. E ainda no versículo 12 ele diz: "Por elas andando, não se embaraçarão os teus passos; e se correres, não tropeçarás." Nós, em nossa pequenez, em nossa limitação, pensamos que ensinamos e às vezes até o fazemos, mas concluímos que nada sabemos!
As palavras que Deus nos fala através do sábio, no verso doze, é uma magnífica promessa. Deus nos diz que se seguirmos suas instruções e por elas andarmos, mesmo que precisemos correr, não tropeçaremos. Como é bom podermos nos recordar desta promessa; e indo um pouco mais longe, nos lembrarmos de que se de fato estivermos praticando os ensinamentos do Senhor, os embaraços nos virão mas saberemos como sair deles. Por maior e mais inteligentes que sejam as ciladas do inimigo, nós nem mesmo, tropeçaremos.
Andando no caminho que Ele ensinou, estaremos isentos de uma queda, estaremos protegidos em todos os momentos. Deus nos instrui e nos anima a seguirmos seus caminhos que são de sabedoria e retidão.
Deus nos ensinou, agora é necessário que nós nos mantenhamos firmes, buscando a cada dia a sabedoria que Ele nos oferece. Para que você desfrute desta dádiva, basta que busque a Deus e o receba de todo coração. Deus o ama e quer que você viva uma vida feliz! Você deseja isto? Busque a Deus agora!
Léo Lima

segunda-feira, 13 de junho de 2011

MUNDO LOUCO

Hoje compartilho mais uma das poesias que o meu querido pai escreveu. Esta foi escrita em fevereiro de 1969. A partir do momento que coloco a público estes pensamentos estou concordando com cada um deles. Não somente por seu meu pai, mas gosto do que ele escreveu. Deus usou a vida dele para abençoar a muitos dos que tiveram o prazer de conviver com ele e agora, mesmo que um pouquinho outras pessoas poderão refletir o que ele com inspiração escreveu. Como disse anteriormente o nome dele era Manoel Rodrigues de Lima e ele reduziu para 'Amil Edram'. Deus abençoe a sua vida cada dia mais.

Mundo Louco

As astronaves invadem o infinito.
Os terráqueos desafiam o insondável.
Astros, galáxias, poeira astral.
- Que há por lá?
- Ninguém ainda sabe.
Já se vislumbra algo do que não existe,
Mas o mistério sideral persiste.

Bilhões são gastos na hercúlea empresa.
Suor, lágrimas, sangue, afoiteza.
Multiplica-se ao infinito o saber humano,
E as máquinas tomam o lugar dos deuses!

Nas cidades, as favelas, os 'guetos',
Nos campos desertos, esturricados,
Homens, mulheres, crianças esfaimados!
Ladrões, assassinos, tarados, loucos
Enchem as ruas, os campos, as estradas.
Dor. Sofrimento. Miséria. Suicídios.
Bolinhas. Psicomanias.
Enquanto alguns esbanjam nas orgias
Que aos romanos de Nero,
Em muito superam as dos nossos dias!

Em toda a parte a insatisfação.
O medo governa as nações.
As guerras continuam.
Lutas fratricidas.
Idealismo. Anarquismo. Consumismo.
E tantos outros ismos.
Falta de fé e carência de juízo!

Mundo louco! Tresloucado! Transtornado!
Porque buscas nos sidéreos espaços
Algo que não pode resolver os teus problemas?
De que vale a conquista de Vênus?
Da Lua? De Marte? De Saturno?
De que vale o saber, se por seu turno
A miséria, o sofrimento, a desgraça, continua?
Amil Edram

domingo, 12 de junho de 2011

SEU RETRATO

Hoje se comemora o Dia dos Namorados. Se todos os casais comemorassem durante os 365 dias do ano, creio que não haveria tantos problemas como existe. Mas isto é uma utopia pois a convivência entre duas pessoas que são diferentes, e todos somos diferentes uns dos outros, é muito difícil, pois se temos pensamentos divergentes harmonizá-los é uma tarefa árdua. Mas é muito bom que haja um dia para que mimos sejam trocados e palavras sejam ditas.
Neste dia vou compartilhar uma das minhas poesias que é parte do meu primeiro livro de poesias 'Por Causa de Você' publicado em 1978. Ela tem como título 'Seu Retrato' e é uma das minhas prediletas.
O meu desejo é que todos os enamorados sejam felizes pois a felicidade é composta de momentos bons e outros não tão agradáveis assim. Deus abençoe a sua vida.
Compartilho, ainda, um retrato meu, não o seu.




Seu Retrato
Hoje sonhei com você, e o sonho...
Até me acanho!
Posso dizer que foi maravilhoso,
Simples formoso!
Agora lembro-me de um momento
Tudo lento...
Você tristemente para mim olhou
Vi... você chorou...
Foi um sonho lindo, inesquecível
Eu incorrigível...
Estou só, e revivendo tudo
Fico até muda...
Do mavioso sonho acordei
Até suspirei...
Me aproximei daquele armário
Que solidário
O seu querido retrato guardava.
Eu admirava
Extasiada, confusa, saudosa...
Imagem formosa!...
Ah! Esta distância impossível,
Quase intransponível,
Como nunca faz-me sofrer
Neste triste amanhcer!
Seguro com trêmulas mãos
Doendo o coração
De você um simples carbono!
Quisera ter sono
Para novamente adormecer
E reviver
Com você bem ao meu lado
Um mundo encantado!
Seu retrato que nesta hora deleito
Aperto no peito!
Quizera estar agora afinal
Junto ao original!...
Léo Lima

sábado, 11 de junho de 2011

MEU PRAZER NO SENHOR

"Guia-me no caminho dos teus mandamentos, pois nele está meu prazer." (Salmos 119.35).
Muitas pessoas gostam de desobedecer às leis vigentes. O que ocorre quando se desobedece alguma das nossas leis é que se a pessoa for pega ela é altuada, dependendo da falta ela é presa e pode sofrer um julgamento. Sabemos que muitas vezes estes processos são lentos e podem não dar em nada. Mas diante da infração constatamos que as leis desagradam a muitos.
Deus, desde que percebeu que o homem possuía tendência à desobediência, sentiu a necessidade de instituir-lhe leis. E quando do livramento do povo no deserto, Deus mostrou seu poder ao operar milagres de várias maneiras e mesmo assim o povo desobedecia, Ele ditou os Dez Mandamentos que passou a ser a regra de procedimento dos israelitas para seu próprio bem. Mesmo assim, este povo seguia sempre desobedecendo as leis de Deus.
No capítulo de Salmos 119 no verso 33 lemos: "Ensina-me, ó Senhor, o caminho dos teus estatutos, e guarda-lo-ei até o fim." Se, o ser humano busca desde o princípio, desobedecer as leis instituídas por Deus, é muito difícil que ele peça a Deus que o ensine sobre os estatutos do Senhor. A criança faz muitas perguntas e ela pode compreender como é bom aprender, mas desde que atingimos a idade de termos consciência pensamos que sabemos tudo. E como isso dificulta o nosso crescimento! Mas o salmista, sem nenhum constrangimento, roga a Deus que lhe ensine e guie no caminho dos mandamentos do Senhor.
Isto é vida cristã genuína. Ter prazer nos estatutos e mandamentos do Senhor. Ter a humildade suficiente e sincera para pedir que Deus lhe ensine. O desejo do salmista é percorrer o caminho que leva somente a Deus. Este deve ser o nosso desejo também. Andar nos caminhos do Senhor e obedecer aos seus estatutos.
Para o salmista os estatutos são: "Lâmpada para os meus pés é a tua palavra e luz para o meu caminho". É isso Senhor, o que teremos, ao ter prazer nos mandamentos do Senhor! Tendo Deus como Senhor, podemos visualizar o caminho que será claro como a luz do meio dia.
E você? Já tem prazer na lei do Senhor? Já anda com a Palavra para guiar seus pés? Já tem prazer nos estatutos do Senhor? Busque a Deus.
Léo Lima

quinta-feira, 9 de junho de 2011

EXPECTATIVAS DO PORVIR

"De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte, para que, como Cristo ressuscitou dos mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida." (Romanos 6.4).
Andar é a primeira ação após nos levantarmos pela manhã. E como é gratificante quando percebemos que é uma grande bênção poder caminhar, mas, às vezes, fazemos tudo de forma tão automática que deixamos de valorizar estas maravilhas.
O apóstolo Paulo menciona que podemos andar em novidade de vida porque temos a certeza de que Jesus Cristo ressuscitou dos mortos oferecendo-nos uma vida nova. Andar em novidade de vida é, portanto, ter novas expectativas para o porvir. Vida eterna no futuro que para muitos é incerto. As coisas novas aguçam-nos a curiosidade, acionam nossas emoções maiores. É como visualizar o desconhecido, o viver em novidade de vida com Cristo. É como desnudar algo inédito.
Em especial quando esta novidade é sublime, divina como a ressurreição simbolizada no batismo para a glória de Deus, o Pai. Quando se sai das águas, para nós é como se de fato começássemos a caminhar como a criança com deslumbramento especial em real novidade de vida. Como é bom vermos estas novas criaturas e começarmos a fazer comparações com a nossa vida antes de termos Cristo como Senhor e salvador. A nossa vida cristã deve ser uma crescente, como a criança que segue sempre aprendendo, mas sempre estamos aquém da maturidade, do ideal de Cristo para nós. Precisamos andar cada vez mais trazendo à lembrança a fé que nos permite ter acesso a Deus, lembrarmos que quando mudamos nossa vida nos tornamos totalmente satisfeitos, tranqüilos! E é justamente a alegria como a da criança que precisa estar em nós.
É preciso termos fome e sede em conhecer a Deus. É preciso que a nossa vida seja cada dia cheia de novidades espirituais! Coisas inéditas estão à nossa espera, mas é preciso buscá-las com oração e convicção de que o Senhor está pronto a nos atender sempre.
E você? Já desfruta desta novidade de vida? Já foi sepultado com Cristo na cruz, pelo batismo? E como Cristo ressuscitou, que você também esteja aguardando para ser um dos que irão ressuscitar com Ele no grande dia do Senhor.
Léo Lima

segunda-feira, 6 de junho de 2011

DIA PERFEITO

"A estrada em que caminham as pessoas direitas é como a luz da aurora, que brilha cada vez mais até ser dia claro." (Provérbios 4.18 - Bíblia na Linguagem de Hoje).
O caminho perfeito do justo é como a luz da aurora!
Acreditamos que todas as pessoas ficam contentes por contemplar uma paisagem que tem tons verde predominando, em especial quando a natureza, com seus fulgores, sorri. Ela sorri ante o sol que brilha. Se você contemplar um determinado lugar ao amanhecer e for olhando conforme o sol fica mais forte, você verá a maior das maravilhas! É gratificante contemplar! Como é belo o resplendor do sol ao meio dia! Os seus raios enaltecem a criação divina com harmoniosos tons. Assim a comparação feita pelo sábio: a estrada em que caminham os retos de coração, as pessoas direitas, aquelas pessoas que têm o bem em seu interior, ela deverá brilhar cada vez mais até ser dia perfeito.
Entretanto, como é difícil permanecer neste caminho na vereda dos justos! Para ser como o meio dia, é preciso gradativamente ir caminhando na luz de Jesus, olhando sempre Jesus, autor e consumador da fé. Portanto, o segredo para se conseguir permanecer numa atitude de um dia desde o seu amanhecer até o sol se pôr, é ter muita fé no nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. O caminho é longo. A jornada é difícil, muitas nuvens podem toldar o horizonte, mas se você elevar o olhar além das nuvens poderá ver o sol brilhando acima delas. Assim somos nós, se estivermos com nossa fé alicerçada em Cristo estaremos brilhando mesmo que com nuvens toldando o nosso dia. Mesmo problemas estejam afligindo o nosso viver.
Como é bom estarmos convictos de que a promessa de nosso Deus para nós é de uma lealdade perfeita. Podemos descansar de que em nosso caminho não haverá noites escuras, pois a luz de Cristo estará iluminando nossas vidas a cada passo que dermos.
Você já vive esta experiência? Andar como a luz da aurora? Ter como sol a sua fé firmada em Jesus? Se ainda não, deposite agora mesmo em Jesus sua fé. Creia que Ele pode dar-lhe este dia perfeito.
Léo Lima

domingo, 5 de junho de 2011

AMOR COM CHEIRO SUAVE

"E andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave." (Efésios 5.2).
A necessidade de amar e ser amado está em cada criatura. Como é bom amar. Como faz bem ser amado! Esta necessidade deve-se ao fato de que o amor é o melhor sentimento que pode haver. Quando se ama tem-se a sensação de que tudo é mais bonito. Isto acontece entre um casal.
O amor maternal, acreditamos, é aquele que supera todas as barreiras, pois é um amor total. A mãe, naturalmente, não espera ser amada para amar. Ela ao contrário, ama despretenciosamente, um amor puro e incondicional. Amor de mãe tem cheiro suave. São tantas as formas de se amar que vamos nos deter aqui.
O amor de Deus é comparado ao amor de mãe, só que de uma forma que este supera o outro. O amor de Deus chegou ao limite de entregar o seu único Filho por nos amar. Jesus Cristo, que foi obediente ao Pai, veio para cumprir a promessa de amor feita por Deus ao povo que ele mesmo escolheu para ser seu.
Entretanto, muitas coisas aconteceram desde a promessa de Deus até a vinda de Jesus, que quando Ele veio ao mundo não foi aceito pela maioria do seu povo. Então Deus, em seu infinito amor, estendeu a promessa a todo aquele que crer em Seu Nome e na morte redentora de Seu Filho Jesus o qual venceu a morte para nos resgatar.
Jesus, Deus Homem, cumpriu, em cada aspecto, a promessa divina. Dar amor aos homens. Dar a vida eterna. E isto Ele fez de uma forma total. No texto acima vemos o apóstolo Paulo falando deste amor que Jesus teve para conosco que foi "em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave". Cheiro suave, quer dizer que Deus aceitou o sacrifício de Jesus. Este amor demonstrado por Deus, o Pai, e por Jesus Cristo na cruz do calvário que  nos dá condições plena de sermos filhos de Deus.
Que amor! Quanto amor! Como é o meu amor para com Deus depois de tudo que Ele me proporciona? O meu caminho é em amor? Está Cristo dominando meu viver? Posso continuar neste caminho que estou seguindo?
Se estou caminhando com Jesus sei que vou pelo caminho certo. Estou vivendo em amor com cheiro suave.
Léo Lima

sexta-feira, 3 de junho de 2011

ANDANDO NA LUZ

"Porém, se vivemos na luz, como Deus está na luz, então estamos unidos uns com os outros, e o sangue de Jesus, o seu Filho, nos limpa de todo pecado." (I João 1.7 - Bíblia na Linguagem de Hoje).
O ato de levantarmos para andar, quase não percebemos, mas precisamos seguir alguns movimentos e tomar algumas decisões. Isto acontece, na maioria das vezes, de forma automática. Precisamos sentir nossos pés no chão, saber o que vamos fazer, ver que direção tomar para realizar o que pretendemos; e se isso ocorrer no escuro, aí sim, os cuidados precisam ser maiores. Somente quando estamos no escuro é que sentimos o quanto a luz é importante.
Às vezes nós estamos em um lugar bonito, até bem iluminado, mas estamos inquietos como se estivéssemos em uma noite escura. Se a decisão a tomar implica em que façamos algo que não está de acordo com nossos princípios, logo sentiremos como se uma densa noite estivesse se aproximando de nós. Mas se estivermos convictos de que o que vamos fazer é o correto diante de Deus, então, o dia parece lindo, com uma luz inigualável, mesmo que estejamos dentro de uma noite escura!
O apóstolo João, afirma em sua carta que, viver na luz, como Deus na luz está, estamos unidos uns aos outros e o temor daquilo que pode nos atacar, será visto como se bem ao longe. É preciso pois, permitir que a luz de Jesus adentre nossa vida para que possamos viver em paz uns com os outros. Andar seguindo sem temer o que possa estar à nossa frente.
Jesus quer dar-lhe esta luz e você? Você Deseja que ela faça parte da sua vida? Deseja ter Jesus reinando em seu viver? Deseja que, aonde você for, possa sentir que está prosseguindo guiado pela luz de Jesus?
Para que isso ocorra, basta crer que Ele é o Senhor, que Jesus é a luz! Então deixe que esta luz penetre em seu ser para sempre.
Léo Lima

quinta-feira, 2 de junho de 2011

BALADA DA LOUCURA

Hoje, vou compartilhar mais uma das poesias que o meu pai escreveu nos idos de 1969. Esta eu descobri a poucos dias. Vale a pena conferir. Deus abençoe sua vida. Léo Lima

Balada da Loucura

De poeta e de louco
Todo o mundo tem um pouco,
Diz o velho refrão.
Mas eu não creio isso não.
De poeta, há muito pouco,
Neste velho mundo louco.
E o que mais falta é a razão!

Há louco por toda a parte:
No belo mundo da arte,
Da ciência, da cultura.
Loucos de toda a sorte,
Quer na vida, quer na morte,
Do berço à sepultura.

Loucos alegres, chorando.
Há os que sofrem sorrindo.
Há os que vivem sonhando,
E os que de si vão fugindo!

Loucos que matam, que morrem,
Aos quais jamais os socorrem
Muitos que tal não se julgam!
Há louco de toda a tara,
Há loucos de tara rara,
Que nunca se subjugam.

Há loucos na mocidade,
Na infância e na velhice;
E de tudo quanto eu disse,
Loucura é "barbaridade"!

Há mais loucos do que sãos,
E os que pensando que não
Sejam loucos - Ah! coitados!
São pelos loucos chamados
De loucos desenganados!
Amil Edram