COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

PALAVRAS ACEITÁVEIS

Que as minhas palavras e os meus pensamentos sejam aceitáveis a ti, ó Senhor Deus, minha rocha e meu defensor!” (Salmo 19.14).
Uma das coisas mais difíceis para controlarmos em nós são os nossos pensamentos. O salmista propõe a Deus que cada pensamento seu seja aceitável ao Senhor. Já o apóstolo Paulo mostra como fazer isso: ‘Destruímos argumentos e toda pretensão que se levanta contra o conhecimento de Deus e levamos cativo todo pensamento, para torná-lo obediente a Cristo.’ (2 Coríntios 10.5). De acordo com estas palavras é preciso ter controle sobre os nossos pensamentos e não deixá-los vagar.
Sabemos que nossas palavras são resultado daquilo que estamos pensando. Portanto, se nossos pensamentos forem bons logo nossas palavras serão agradáveis e aceitáveis ao Senhor.
O cântico ‘que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam todas em louvor a ti ó Senhor’ é baseado neste salmo. Esta oração deve estar presente no nosso cotidiano o que vai resultar em palavras aceitáveis e louvor e adoração a Deus em nosso coração.
O Senhor aceita todo louvor sincero.
Léo Lima

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

VIDA PLENA

Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem.” (I Timóteo 2.3-5).
Hoje preciso compartilhar a maneira como devemos nos dirigir a Deus. O que é um mediador? Sabemos que é a pessoa que media entre duas outras pessoas. Portanto, conforme o apóstolo Paulo existe um só Deus e um só mediador entre o criador e nós. Por esta razão Jesus disse que tudo que pedirmos a Deus em o Nome dele – Jesus - nós vamos receber. Disse também, que não existe nenhum intermediário entre o ser humano e Deus a não ser Ele, Jesus o Filho de Deus.
Fica claro que nossas orações devem ser feitas a Deus através de Seu Filho Jesus Cristo. O Senhor Jesus afirmou ainda que Ele é o caminho, portanto se desejamos chegar a Deus temos que aceitar o amor que Cristo oferece. Ele disse que a verdade nos libertaria. E disse mais: que Ele é o nosso mediador,  a vida e nos dará vida plena.
Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância.
Léo Lima

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

DIA DE LUZ

O céu anuncia a glória de Deus e nos mostra aquilo que as suas mãos fizeram. Cada dia fala dessa glória ao dia seguinte, e cada noite repete isso à outra noite. Não há discurso nem palavras, e não se ouve nenhum som. No entanto, a voz do céu se espalha pelo mundo inteiro, e as suas palavras alcançam a terra toda.” (Salmo 19.1-4).
Este salmo por si só fala das maravilhas que temos que agradecer a cada alvorecer. Ao se mostrar o sol faz com que os passarinhos cantem. Eles  sabem a forma de glorificar ao Criador. E nós? Como estamos fazendo a cada manhã?
O coração é o representante do nosso amor para com Deus.  Jesus mesmo disse que a boca fala do que o coração está cheio. Quando acordamos e elevamos nossa gratidão ao Senhor nosso coração se alegra. É o primeiro diálogo que devemos ter a cada dia que recebemos do Senhor.
O céu fala sem barulho e sem fazer discurso. A voz do céu se espalha conforme a sua luz vai colorindo o dia. Louvado seja o nosso Deus!
Léo Lima

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

JAMAIS DESISTIR

Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.” (I Coríntios 13.7).
Paulo diz uma coisa que é necessária para todos nós. Nunca desistir! São tantas as vezes que nos pegamos ‘cansados’ e a nossa vontade é de desistir mesmo. É preciso que tenhamos outro olhar para as nossas preocupações, para os nossos problemas. Desejamos viver de acordo com a vontade de Deus, mas quando a situação é aguardar por uma resposta de Deus a coisa muda.
Paulo nos adverte para que nos lembremos que a pessoa que ama, além de não desistir ela vai aguardar com fé, esperança e paciência. Estas três virtudes tantas vezes se ausentam do nosso cotidiano.
A fé é acreditar com uma certeza de que o que esperamos logo vai acontecer, pois este acontecimento não depende da nossa ação na maioria das vezes. A fé resulta de um crer com mais confiança de que, quem prometeu faz. A nossa fé tem que ser depositada em Deus o Criador.
Já a esperança é aquele almejar por algo mais distante sem deixar que o pessimismo se aloje em nosso ser. A esperança por dias melhores não nos força a sair correndo, mas nos induz a que nossa fé seja sempre crescente.
Quando se trata da paciência aí sim. Ela é muito pequena, pois por quase nada quando vemos estamos irritados por qualquer coisa que nos contrarie. É muito bom que nos lembremos do texto inicial ‘quem ama nunca desiste’ mas aguarda no Deus todo poderoso que está atento às nossas necessidades. Que Ele seja glorificado nas nossas vidas!

Léo Lima

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

PALAVRAS DE VIDA

Neste dia compartilho somente palavras de Jesus. Ele falou à multidão ansiosa por ouvi-lo no monte. Vamos meditar em como falar com Ele, sobre os bens materiais e sobre os olhos e sua luz própria. Esta é a versão ‘linguagem de hoje’.
Portanto, orem assim: “Pai nosso, que estás no céu, que todos reconheçam que o teu nome é santo. Venha o teu Reino. Que a tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu! Dá-nos hoje o alimento que precisamos. Perdoa as nossas ofensas como também nós perdoamos as pessoas que nos ofenderam. E não deixes que sejamos tentados, mas livra-nos do mal. Pois teu é o Reino, o poder e a glória, para sempre. Amém!” Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no céu, também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem essas pessoas, o Pai de vocês também não perdoará as ofensas de vocês.” (Mateus 6.9-15).
Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam. Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las. Pois onde estiverem as suas riquezas, aí estará o coração de vocês.” (Mateus 6.19-21).

Os olhos são como uma luz para o corpo: quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz. Porém, se os seus olhos forem maus, o seu corpo ficará cheio de escuridão. Assim, se a luz que está em você virar escuridão, como será terrível essa escuridão!” (Mateus 5.22-23).

domingo, 23 de fevereiro de 2014

TEU É O REINO

Não nos deixe entrar em tentação; mas livra-nos do mal. Porque teu é o reino e o poder, e a glória, para sempre. Amém.” (Mateus 6.13).
Hoje finalizamos as reflexões sobre a oração ensinada por Jesus. Completamos cinco dias pensando na forma de orarmos conforme o Mestre nos ensina.
Neste último pedido Jesus nos lembra que devemos estar atentos às ciladas que vivemos no nosso dia a dia. Ele mostra que é preciso pedir ao Senhor que não permita que caiamos nelas. Pedir ao Senhor que nos livre de todo mal que possa nos afligir e que estejamos atentos com as ciladas do inimigo. Ele prometeu que não permitiria a tentação maior daquela que não podemos suportar. Ele nos livra do mal.
A última parte muitas vezes é esquecida. O reconhecimento de que o reino é de Deus, o poder, e a glória são eternamente do Senhor é parte que não podemos nos esquecer e mencionar como ato de glorificação e louvor ao Deus Criador.
Porque teu é o reino e o poder, e a glória
para sempre. Amém.
Léo Lima

sábado, 22 de fevereiro de 2014

PERDÃO

Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores.” (Mateus 6.12).
O perdão é a atitude mais difícil para o ser humano. Na oração Jesus ensina sobre a necessidade de perdoarmos uns aos outros e isso não quer dizer, segundo Champlin, que Deus só nos perdoará se perdoarmos aos nossos ofensores. Ele diz que ‘A medida ou extensão do perdão. O verdadeiro sentido é a maneira do perdão. Devemos perdoar gratuitamente, sem esperar coisa alguma em recompensa’.
Está também implícito nesta oração que precisamos pedir o perdão divino quando orarmos. É preciso recorrer ao Pai com humildade colocando nossas fraquezas diante do trono.
Senhor perdoa-nos cada atitude e cada reação que tivermos. Louvado seja o teu Nome!
Léo Lima

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

NADA NOS FALTARÁ

“O pão nosso de cada dia dá-nos hoje!” (Mateus 6.11).
Esta parte da oração é a que nós mais lembramos, mas ao desejarmos que o Senhor nos dê o pão, ou aquilo que nos falta estamos reconhecendo que é Ele quem provê nossas necessidades. Erramos se pensamos que é mérito nosso quando temos o que comer ou beber.
É o Senhor que nos dá tanto a saúde para trabalharmos como a capacidade de desenvolvermos as atividades que vão nos dar um ganho capaz de suprir tudo que precisamos para vivermos com dignidade.
A nossa confiança deve ser depositada em Deus a cada dia que vivemos. Somente Ele conhece cada uma das nossas carências.
O nosso Deus está atento a cada uma das necessidades que temos. Hoje Ele já tem reservado tudo o que vamos precisar. Louvado seja o Senhor!

Léo Lima

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

PEDIR SEGUNDO A VONTADE DE DEUS

“Venha o teu Reino. Seja feita a tua vontade, tanto na terra como no céu.” (Mateus 6.10).
De acordo com Champlin esta segunda petição que fala do reino dos céus ou de Deus demonstra como Jesus queria estabelecer seu reino literal na terra que é a manifestação de Deus no mundo.
Ao ensinar que devemos pedir que somente a vontade divina seja feita é entregarmos apenas ao Senhor que tem propósitos perfeitos para este mundo e de forma especial uma finalidade definida para a nossa vida com Ele.
Que a nossa oração seja colocada no trono de forma a que nosso desejo seja vinculado aos planos de Deus para o Seu Reino. Louvado seja o Senhor!

Léo Lima

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

ORANDO E GLORIFICANDO

“Portanto, vós orareis assim: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome.” (Mateus 6.9).
Este é o início da oração que Jesus ensinou aos seus discípulos. Ele é padrão de oração até os nossos dias. Ou seja, o modelo, pois ela contém tudo que é necessário para falarmos com o nosso Deus. Primeiro ela nos mostra que devemos louvar e glorificar o nosso Deus e pedir que o reino de Deus seja desenvolvido na terra, em seguida devemos apresentar as nossas necessidades de cada dia e logo pedir o socorro para as lutas diárias.
Mas a parte do texto em destaque nos leva a refletir que Deus não é somente majestoso e santo, mas um pai amoroso e pessoal. Nela vemos que é preciso louvar, dignificar e ainda ter um compromisso de honrar e respeitar o nome do Senhor. O respeito ao nome do Senhor é o cuidado que devemos ter ao mencionar o seu nome.
Concluímos que uma oração deve ser revestida de amor e sinceridade. Adoremos ao Senhor através da nossa oração!

                                                                    Léo Lima

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

SEM ANSIEDADES

Por isso, não fiquem preocupados com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã trará as suas próprias preocupações. Para cada dia bastam as suas próprias dificuldades.” (Mateus 6.34).
Palavras de Jesus. Ele estava ensinando aos seus ouvintes que as preocupações que nos visitam a cada dia devem ser deixadas para que solucionemos no devido momento.
Jesus não está dizendo que não devemos planejar nossas atividades, ao contrário. Ele nos ensina que devemos nos deixar envolver pela paz que Ele mesmo nos dá e deixarmos as inquietações. Devemos sim fazer o que é necessário a cada momento que as preocupações surgirem. Não estamos livres de problemas, mas devemos resolver cada um no seu devido tempo.
O nosso relacionamento com Deus é prioridade na nossa vida e nada que aconteça deve nos atrapalhar. Os nossos planos devem ser alicerçados na confiança que temos no nosso Deus. “Portanto, ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e ele lhes dará todas essas coisas.” (v. 33). Amém.

Léo Lima

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

VENCENDO POR CRISTO

"Feliz é aquele que nas aflições continua fiel. Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá a vida, o prêmio que Deus tem prometido aos que o amam." (Tiago 1.12).
Como será a recompensa que Deus prometeu aos seus filhos, àqueles que lhe são fiéis? A promessa divina é que aqueles que são fiéis à Palavra do Senhor serão felizes. E, depois que sair aprovado das aflições deste mundo, receberá a vida. É este o prêmio que Deus promete aos que o amam. Esta vida é a vida eterna por Jesus Cristo.
O que você tem feito com a sua vida? Como está o seu viver? Você já é um filho de Deus? Para se tornar um filho de Deus é necessário reconhecer que Jesus Cristo é o Senhor, que Ele veio a este mundo e se entregou em amor por nós, assumindo o nosso lugar na morte. Após a sua ressurreição, Jesus Cristo venceu a morte, com isso nos oferece a vida eterna com Deus!
Em tudo você pode ser mais que vencedor, como disse o apóstolo Paulo, mas saiba que as aflições virão, elas serão, muitas vezes, acima das suas forças. Mas se estiver seguro nos braços de Jesus, você com certeza receberá o prêmio que Deus tem preparado para todos os que O amam! Portanto, continua fiel!

Léo Lima

domingo, 16 de fevereiro de 2014

PERDÃO

Disseram então os apóstolos ao Senhor; Acrescenta-nos a fé.” (Lucas 17.5).
Somos limitados por natureza. O nosso limite chega a assustar-nos e se observarmos detidamente, as várias necessidades que se nos apresentam ficamos até abismados. Quando a nossa paciência é testada e o perdão deve ser colocado em prática de verdade conseguimos ver nossa limitação.
Através da conversa de Jesus com os seus discípulos, no texto acima, pa­ramos para refletir sobre o perdão. Jesus ensina que se deve per­doar sempre que se fizer necessário. Cada vez que uma pessoa pecar contra você e pedir perdão, ela mostra, com esta atitude, que necessita do seu perdão. Isso quer dizer que também para se perdoar não há limites!
Assim como Deus nos perdoa precisamos fazê-lo. E diante desta afirmativa de Jesus os discípulos ficaram atordoados, e logo ex­clamaram: “Senhor, aumenta a nossa fé”, isto por que eles estavam sentindo-se incapazes de perdoar, e perceberam então, que somente com muita fé, poderiam ter paciência para exercitar o perdão to­das as vezes que se fizesse necessário.
Somente com a fé outorgada por nosso Deus, que com amor infinito nos perdoou, podemos ter condições para perdoar! Muitas vezes ouvimos a expressão de pessoas ao falar sobre o per­dão: “eu perdôo, mas não esqueço”. Que perdão é este?
Jesus, quando nos oferece o seu perdão, lança no fundo do mar os nossos pecados, para que sejam esquecidos. Para Ele, somos uma nova criatura. Tudo que ficou para trás, está esquecido. Perdão sem limites! É preciso que es­tejamos muito cheios desta fé no Senhor Jesus para que possamos perdoar! Esquecer! A fé quando recebida sem limites, ultrapassa todas as expectativas. É preciso saber perdoar, para sentir-se perdoado! Jesus o ama. Jesus o perdoa! Ele quer dar a você capacidade de perdoar sem limites!
Senhor aumenta-nos a fé em Ti. Precisamos a cada momento buscar­mos o Teu amor e perdão para que o nosso perdão não tenha limites. Amém.

Léo Lima

sábado, 15 de fevereiro de 2014

OLHAR DIVINO

Assim diz o Senhor: O céu é o meu trono, e a terra, o escabelo dos meus pés. Que casa me edificaríeis vós? E que lugar seria o do meu descanso.  Porque a minha mão fez todas estas coisas, e todas estas coisas foram feitas, diz o Senhor; mas eis para quem olharei: para o pobre e abatido de espírito e que treme diante da minha palavra. (Isaías 66.1-2).
Quando sentimos o olhar de uma pessoa logo tentamos ver o que ela está pensando de nós e se o olhar é carinhoso logo nos sentimos bem. Deus nos vê. Mas Ele olha de uma forma especial a todas as pessoas que estão buscando por Ele.
O Senhor olha para pessoa que tem coração humilde. Todo aquele que reconhece sua indignidade e se humilha diante de Cristo para ser perdoado por Ele. Que é cônscio da sua fraqueza e precisa com urgência do perdão divino. Esse reconhece que é uma simples criatura, diante do Criador.
O Senhor olha para o contrito de espírito. Aquele que sente o peso dos seus pecados e tem convicção de culpa e logo clama ao Senhor por perdão.
O Senhor olha para todo que treme diante da Palavra, a Bíblia Sagrada. A Palavra de Deus é viva e eficaz. Ela penetra em nosso ser desde que nós creiamos no poder que dela emana. O Senhor olha para aquele que sabe que o Pai “vela pela sua Palavra” para cumpri-la. 
O Senhor está olhando e velando por sua vida!

Léo Lima

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

FONTE DE VIDA

"Porque para isso trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis." (I Timóteo 4.10).
Estamos diante de mais um dia em que pode ser somente rotina. Acordamos, levantamos, começamos a nos preparar para as atividades normais. Quando saímos desta rotina para outra atividade que nos proporcionará um dia de folga, mais em contato com a natureza, sentimos como se nossas forças estivessem sendo renovadas.
Como é gostoso contemplarmos uma bela paisagem, um lago, uma fonte! Se pararmos para procurar de onde vem a água que desce bela e fresca, sabemos que vem de uma nascente. Tudo isto nos leva a uma maior aproximação com Deus.
Deus, em sua infinita sabedoria, nos proporciona alegres experiências, momentos inesquecíveis. E muito mais! Assim como várias fontes, temos uma fonte de vida que não seca nunca. Precisamos, para nossa vida espiritual, buscar da fonte divina a água viva! É necessário sair da rotina e buscar o Deus vivo. Como o apóstolo Paulo falou: "É por isso que lutamos e trabalhamos muito, pois temos posto a nossa esperança no Deus vivo, que é o Salvador de todos, especialmente dos que crêem." Eis a fonte inesgotável de esperança.
Não devemos estar tristes ou enfraquecidos. Basta buscarmos no Senhor que é o nosso Criador e que está sempre pronto a nos encher da graça salvadora. Portanto, nenhuma aflição pode tomar conta das nossas vidas. Nenhuma dor deve residir em nós. Temos uma fonte inesgotável de fé que nos impulsiona a continuar a caminhada para Deus!

Léo Lima

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

NO TOCAR A FÉ

"E toda a multidão procurava tocar-lhe, porque dele saía virtude, e curava a todos." (Lucas 6.19).
Para todos nós existem necessidades vitais, como a necessidade de relacionamento de uns para com os outros. Precisamos comunicar-nos, pois se nos isolarmos das pessoas por muito tempo, poderemos chegar à insanidade mental.
Precisamos ter alguém em quem confiar, que possa nos ouvir, que possa nos proporcionar um contato amigável e afável! É muito bom quando estamos junto a pessoas que nos são queridas, que admiramos.
O texto bíblico acima diz que todos na multidão procuravam tocar Jesus porque Dele saía poder. Era a ânsia por um contato direto com Jesus Cristo. A necessidade daqueles que seguiam Jesus estava aí demonstrada em um simples movimento. Um gesto de fé daqueles que procuravam tocar. Simplesmente tocar Jesus sem serem vistos por Ele. E assim aconteciam milagres através deste simples toque, sempre muito rápido! A carência da presença divina levava-os a ansiarem por este ligeiro toque.
Jesus Cristo quando nomeou a grande comissão, aqueles que deveriam anunciar a sua mensagem, disse: "E eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos" (Mateus 28.20). Hoje, como no passado, mesmo em meio à multidão, é necessário manter este contato com Cristo. Um toque apenas basta para que sintamos o poder que Dele emana.
Um toque de Fé. Mas é preciso para isso que Ele esteja conosco todos os dias, como Ele mesmo prometeu. É preciso buscar um toque de fé. Basta desejar e Ele vem estar junto a nós para que, com um especial toque de fé, possamos sentir o grande poder que Dele emana.
Você deseja tocar em Jesus? Toque-O através de uma oração cheia de fé. Toque-O através de uma atitude de amor. Toque-O crendo que Ele deu a vida eterna a você. Toque-O apenas.

Léo Lima

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

CUIDADO COM A PALAVRA

Ó Senhor Deus, quem tem o direito de morar no teu Templo? Quem pode viver no teu monte santo?” (Salmo 15.1).
Eis a resposta que orienta mais o modo de proceder da pessoa que pode morar no monte santo de Deus: “Ele não fala mal dos outros, não prejudica os seus amigos e não espalha boatos a respeito dos seus vizinhos.” (v. 3). O falar de forma que não edifica faz com que a pessoa não consiga aproximar-se do templo do Senhor.
Mas eis que o salmista Davi mostra que não é somente isto que afasta a pessoa do convívio divino. “Ele despreza aqueles que o Senhor rejeita, mas trata com respeito os que o temem. Ele cumpre o que promete, mesmo com prejuízo próprio, empresta sem cobrar juros e não aceita suborno para ser testemunha contra pessoas inocentes. Aquele que age assim estará sempre seguro.” (vv. 4,5). A palavra dada é uma das atitudes que mais agradam ao Senhor. Como é bom convivermos com pessoas que praticam estas coisas.
A promessa é que todos os que agem desta forma estarão seguros e podem viver na presença do Senhor.

Léo Lima  

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

QUEM?

Ó Senhor Deus, quem tem o direito de morar no teu Templo? Quem pode viver no teu monte santo?” (Salmo 15.1).
O poeta Davi faz uma interrogação que nos provoca à reflexão. Quem poderá estar no santo monte e viver no Templo do Senhor? A resposta ele mesmo dá: “Só tem esse direito aquele que vive uma vida correta, que faz o que é certo e que é sincero e verdadeiro no que diz.” Viver de forma que agrade a Deus exige de nós disciplina e coerência com aquilo que dizemos ser. Cristãos. Os acontecimentos de cada dia quase fazem com que nos esqueçamos da santidade divina a quem devemos obediência e reverência.
Vivemos em um mundo em que o padrão de moralidade é distorcido. Os padrões de vida estão desgastados e os valores não são os que agradam ao Senhor.
Deus estabeleceu em Sua Palavra os padrões que Ele deseja que vivamos. É preciso que busquemos na Bíblia as orientações de um viver com o Senhor.

Léo Lima

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

AMOR INIGUALÁVEL

"Louvem a Deus com cantos, pois ele é o Rei do mundo inteiro." (Salmos 47.7).
"O cântico é como uma escada entrelaçada de inefáveis encantos, e por meio do qual o homem pode apresentar a Deus os seus sofrimentos e cuidados, suas lágrimas e lamentações, o seu amor e sua gratidão." (Paul E. Holdcraft). 
Nossos cânticos, como afirma o pensador Paul, podem ser de várias maneiras. Refletiremos, neste dia, sobre o cântico de amor e de gratidão. Louvar a Deus com alegria deve ser a atitude de todo aquele que já vivencia uma vida na presença de Deus, de todo aquele que tem uma vida de íntima comunhão com o Pai.
Devemos agradecer a Deus por dádiva tão especial que recebemos, Jesus Cristo. Cada dia deve ser dia de festa. Dia de alegria e canto. No dia em que Jesus nasceu até os anjos no céu cantaram aleluias e deram glórias a Deus. E nós, que fomos privilegiados por este nascimento, temos muito que cantar e glorificar a Deus por tamanho amor. Ele quer que cantemos todos os dias da nossa vida como forma de agradecermos por tão grande amor.
Jesus Cristo, que se fez homem, e como homem, sempre obediente, realizou, em curto espaço de tempo, o seu ministério entre nós. Quando chegou o dia de uma entrega total, Ele, submisso à vontade de Deus, o Pai, seguiu humilde em direção ao calvário. Ele levou os nossos pecados. Jesus, que jamais havia tido um momento sequer de separação de Deus, sentiu-se na cruz, totalmente só. Isto se deu justamente no momento em que o meu e o seu pecado recaíam sobre Jesus. Ele sofreu a dor do afastamento de Deus, mesmo que por um pequeno de espaço de tempo, mas sofreu e foi morto por nós, para que após a sua vitória sobre a morte, nós pudéssemos aceitar este sacrifício de amor e passássemos a viver uma vida nova com Deus.
Paremos para refletir em tão grande amor e que 
Deus abençoe a sua vida de forma especial!

Léo Lima

domingo, 9 de fevereiro de 2014

AMAR É NÃO DESISTIR

Quem ama nunca desiste, porém suporta tudo com fé, esperança e paciência.” (I Coríntios 13.7).
Paulo diz uma coisa que é necessária para todos nós. Nunca desistir! São tantas as vezes que nos pegamos ‘cansados’ e a nossa vontade é de desistir mesmo. É preciso que tenhamos outro olhar para as nossas preocupações, para os nossos problemas. Desejamos viver de acordo com a vontade de Deus, mas quando a situação é aguardar por uma resposta de Deus a coisa muda.
Paulo nos exorta para que nos lembremos que a pessoa que ama além de não desistir ela vai aguardar com fé, esperança e paciência. Estas três virtudes tantas vezes se ausentam do nosso cotidiano.
A fé é acreditar com uma certeza de que o que esperamos logo vai acontecer, pois este acontecimento, na maioria das vezes, não depende da nossa ação. A fé resulta de um crer com mais certeza de que quem prometeu faz. A nossa fé tem que ser depositada em Deus o Criador.
Já a esperança é aquele almejar por algo mais distante sem deixar que o pessimismo se aloje em nosso ser. A esperança por dias melhores não nos força a sair correndo, mas nos induz a que nossa fé seja sempre crescente.
Quando se trata da paciência aí sim. A nossa paciência é muito pequena, pois por quase nada quando vemos estamos irritados por qualquer coisa que nos contrarie. É muito bom que nos lembremos do texto inicial ‘quem ama nunca desiste’ mas aguarda no Deus todo poderoso que está atento às nossas necessidades. Que Ele seja glorificado nas nossas vidas!

Léo Lima

sábado, 8 de fevereiro de 2014

ETERNO AMOR

O amor é eterno. Existem mensagens espirituais, porém elas duram pouco. Existe o dom de falar línguas estranhas, mas acabará logo. Existe o conhecimento, mas também terminará.” (I Coríntios 13.9).
Paulo nos mostra através deste texto que a eternidade do amor supera todas as coisas, inclusive as mensagens que vão durar pouco. Também o falar em várias línguas vai acabar. Até o dom do conhecimento terminará, pois estas coisas são imperfeitas.
Paulo ainda fala que a perfeição virá e destruirá o que é imperfeito. Ele está falando do Perfeito, Jesus Cristo. Depois disso estaremos na eternidade com Deus e toda a nossa imperfeição desaparecerá. Para nós é importante estarmos fazendo a vontade de Deus.
É bom lembrarmos que enquanto estivermos neste mundo temos que executar os dons a nós dado para servirmos, edificarmos e fortalecermos outros pessoas lembrando-nos sempre que estamos esperando por Jesus Cristo e sua volta.
Paulo conclui estes conselhos de forma a nos lembrarmos o que temos diante de nós para praticarmos: “Agora, pois, permanecem a fé; a esperança e a caridade ‘amor’, estas três, mas a maior destas é a caridade” (v. 13).
Que o Senhor possa nos manter firmes em suas promessas e que Ele a cada dia nos encha do seu divinal amor que é o ‘Amor eterno’.

Léo Lima

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

SEM DÚVIDA

"Se, na verdade, permanecerdes fundados e firmes na fé, e não vos moverdes da esperança do evangelho que tendes ouvido, o qual foi pregado a toda a criatura que há debaixo do céu, e do qual eu, Paulo, estou feito ministro." (Colossenses 1.23).
Vivemos fazendo interrogações. Elas são uma busca das verdades. É também resultado das dúvidas existentes em nosso dia a dia. Isto nos incomoda, pois gostaríamos que a certeza estivesse presente a todo instante. Quando nos deparamos com um "SE", sabemos que teremos que fazer alguma opção. Nestas ocasiões é preciso olhar os vários ângulos existentes. É este o momento da dúvida. Com a interrogação surgem a dúvida, a angústia e a dificuldade!
O apóstolo Paulo falando sobre a excelência da pessoa e obra de Cristo, depois de vários pensamentos, ele nos mostra a solução para qualquer dúvida que exista sobre Jesus Cristo. Ele nos deixa uma condição para que estejamos sempre convictos, isto é, sem dúvida nenhuma!
"Se é que permaneceis na fé, alicerçados e firmes, não vos deixando afastar da esperança do evangelho que ouvistes..." eis a condição: "Alicerçados e firmes" não pode existir dúvida, não é possível que aquele que está alicerçado e firme no amor de Cristo Jesus, possa continuar a duvidar, esta pessoa deve permanecer firme na fé.
Evidentemente a esperança é sempre viva. Portanto, a dúvida é morta. Após este momento decisivo é necessário que se alicercem os propósitos. É preciso que a esperança permaneça viva! É preciso que a boa nova do evangelho seja vivida realmente!
Jesus Cristo é uma realidade para todo aquele que crê. E como esta experiência é maravilhosa! Basta que se queira e deseje ardentemente crer em Cristo o Filho que Deus enviou com o propósito de salvar os homens! Jesus Cristo é a resposta completa para todas as dúvidas que possam existir! Deixe que Ele fale ao seu coração.

Léo Lima