COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

terça-feira, 31 de maio de 2016

SABEDORIA AO OUVIR

“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Há tempo de ficar calado e tempo de falar”. (Eclesiastes 3.1,7b).
Tudo tem seu tempo. Tempo de ficar calado e tempo de falar. Duas coisas que precisamos aprender para controlar. Falar demais não tão agradável. Mas ficar em silêncio quando alguém precisa ouvir algo, creio que é pior.
Tiago disse que: ‘Porque todos tropeçamos em muitas coisas. Se alguém não tropeça em palavra, o tal varão é perfeito e poderoso para também refrear todo o corpo’. (Tiago 3.2). Que desafio! Não tropeçar na palavra é ser perfeito.
Falar é a principal forma de comunicação. Se pudermos controlar as nossas palavras e principalmente, o momento certo de falar poderemos ter grandes vitórias na nossa comunicação. Nenhum exagero é bom.
Falar com sabedoria deve ser o ideal de cada um. Entretanto, calar no momento certo faz com que o outro seja entendido. Portanto, ser sábio é saber quando e como falar: ‘A boca do justo fala da sabedoria; a sua língua fala do que é reto. A lei do seu Deus está em seu coração; os seus passos não resvalarão’. (Salmo 37.30-31).
Léo Lima

segunda-feira, 30 de maio de 2016

TEMPO DE REMENDAR



“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Há tempo de rasgar e tempo de remendar”. (Eclesiastes 3.1,7a).
Conforme estamos vendo estes textos da bíblia nos lembram que existe um momento para fazermos cada coisa. Desta feita, o tempo é para rasgar e remendar. O dicionário diz que rasgar pode ser: ‘fazer ruptura, partir algo em pedaços, causar ou sentir profundo desgosto, percorrer o mar de extremidade a extremidade’... Qual destas atitudes estamos fazendo agora?
Na Bíblia encontramos uma recomendação: ‘Rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao Senhor, vosso Deus, porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal’. (Joel 2.13).
Estamos procurando remendar pedaços de uma decepção que sofremos? Sim, existe um tempo para remendarmos algo que nos perturba. Mas, é preciso saber como fazer, visto que Jesus disse:  ‘– Ninguém usa um retalho de pano novo para remendar uma roupa velha; pois o remendo novo encolhe e rasga a roupa velha, aumentando o buraco’. (Marcos 2.21).
Que saibamos como fazer cada coisa ao seu tempo e de maneira a vivermos de acordo com a vontade do Senhor. Façamos conforme o salmista que exclamou: ‘Eu tenho prazer em fazer a tua vontade, ó meu Deus! Guardo a tua lei no meu coração’. (Salmo 40.8).
Léo Lima

domingo, 29 de maio de 2016

NA DEPENDÊNCIA DO SENHOR



“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Tempo de economizar e tempo de desperdiçar”. (Eclesiastes 3.1,6b).
Mais do que nunca é necessário pensar em economizar. Todos sabemos que a situação está bastante difícil. Nosso texto fala que existe um tempo próprio para se economizar e um tempo para se gastar.
Jesus ensina que é preciso ter cuidado quando pretendemos fazer alguma coisa. Um plano é muito bom para não se chegar aos excessos. ‘Se um de vocês quer construir uma torre, primeiro senta e calcula quanto vai custar, para ver se o dinheiro dá. Se não fizer isso, ele consegue colocar os alicerces, mas não pode terminar a construção. Aí todos os que virem o que aconteceu vão caçoar dele, dizendo: “Este homem começou a construir, mas não pôde terminar”!’ (Lucas 14.28-30).
Entretanto, vale lembrar que se fizermos as coisas cuidadosamente e estivermos atentos e dependentes do nosso Deus teremos nossas atividades dentro do ideal. Vale lembrar que: ‘O meu Deus suprirá todas as necessidades de vocês, de acordo com as suas gloriosas riquezas em Cristo Jesus’.  (Filipenses 4.19).
Léo Lima

sábado, 28 de maio de 2016

TEMPO DE ENCONTRAR



Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Há tempo de procurar e tempo de perder”. (Eclesiastes 3.1,6a).
Hoje, para você, é tempo de quê? Tempo de procurar alguma coisa ou tempo de perder algo precioso? Procuramos a cada dia muita coisa. Como por exemplo, a nossa juventude que se vai gradativamente. Ou mesmo um bem precioso que perdemos.
É bom que nos lembremos que tudo que ganharmos nesta vida como os bens materiais, os diplomas, o poder, as honras nada irá conosco para sempre. Jesus disse que: ‘O que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, mas perder a vida verdadeira’? (Marcos 8.36). É preciso que pensemos nesta verdade.
É muito melhor perdermos um bem material e procurarmos fazer a vontade de Deus para que vivamos eternamente com Ele: ‘E o mundo passa, com tudo aquilo que as pessoas cobiçam; porém aquele que faz a vontade de Deus vive para sempre’. (I João 2.17). Que assim possamos fazer.
Léo Lima

sexta-feira, 27 de maio de 2016

TEMPO DE ABRAÇAR



“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Tempo de abraçar e tempo de afastar”. (Eclesiastes 3.1,5b).
Tempo de abraçar. Um abraço é uma atitude que provoca um sentimento de acolhimento de uma pessoa para com a outra. São várias as razões que provocam um abraço. A felicidade de um reencontro, um comprimento de felicitações, um carinho em alguém que se ama, uma despedida dentre outras situações.
Uma destas situações é narrada na bíblia: ‘Então saiu dali e voltou para a casa do pai. – Quando o rapaz ainda estava longe de casa, o pai o avistou. E, com muita pena do filho, correu, e o abraçou, e beijou’. (Lucas 15.20). O reencontro de um pai saudoso com seu filho ingrato. O filho pródigo voltou arrependido e recebeu naquele abraço o perdão desejado.
Outra situação narrada na bíblia é a de Paulo se despedindo dos irmãos. Foi um abraço triste. ‘Então todos choraram muito e abraçaram e beijaram Paulo’. (Atos 20.37).
O texto fala também sobre o tempo de afastar-se. O abraço em Paulo no livro de Atos mostra que aquela despedida poderia ser definitiva: ‘Estavam tristes, especialmente porque ele lhes tinha dito que nunca mais iam vê-lo’. (Atos 20.38). É bom refletirmos sobre como estamos agindo uns com os outros. Qualquer abraço pode ser o último.
Léo Lima

quinta-feira, 26 de maio de 2016

TEMPO DE JUNTAR PEDRAS



“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las”. (Eclesiastes 3.1,5a).
O refletir nos faz ver que corremos de forma a deixar que coisas se quebrem, emoções e relações sejam deixadas de lado para atingirmos nossas vontades e desejos. O sábio fala de espalhar as pedras e em outro tempo juntá-las.
É possível olharmos para estas palavras e lembrarmos as tantas vezes que deixamos desmoronar nossos relacionamentos e aquilo que muitas vezes lutamos para construir é espalhado de forma que não se consegue mais juntar as pedras que ficaram perdidas.
Entretanto, o mesmo poeta mostra que o tempo também permite que juntemos o que foi espalhado e façamos novas as coisas perdidas. Para que consigamos isso é preciso estar com nossa fé alicerçada no Senhor e fazer o que Paulo recomenda: ‘Pelo contrário, sejam bons e atenciosos uns para com os outros. E perdoem uns aos outros, assim como Deus, por meio de Cristo, perdoou vocês’. (Efésios 4.32).

Léo Lima