COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

terça-feira, 24 de maio de 2016

TEMPO DE PAZ



Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Tempo de matar e tempo de curar; tempo de derrubar e tempo de construir”. (Eclesiastes 3.1,3).
Eis mais situações em que o tempo é primordial. Matar, curar, derrubar e construir. Matar é uma ação que não gostamos. Mas e se nos lembrarmos de que tantas vezes é necessário que matemos algo que pode estar nos ferindo. Assim como o ódio que pode infiltrar em nosso ser.
Este sentimento deve ser extirpado de forma radical e deve ser substituído de forma a que nossas emoções seja curadas. O apóstolo Paulo faz esta recomendação: ‘Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira’. (Efésios 4.26). Portanto, não devemos permitir que este sentimento maléfico faça morada em nosso ser.
Então, se estas coisas ficarem em nós eis que o tempo é de derrubar qualquer barreira que nos impeça de vivermos uma vida de paz e harmonia e eis que é chegado o momento de adotarmos sentimentos de paz e amor. Jesus prometeu que nos deixaria sua paz: ‘Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize’. (João 14.27).
Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário