COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sexta-feira, 30 de junho de 2017

CONSIDERAÇÃO

Não façam nada por interesse pessoal ou por desejos tolos de receber elogios; mas sejam humildes e considerem os outros superiores a vocês mesmos. Que ninguém procure somente os seus próprios interesses, mas também os dos outros”. (Filipenses 2.3-4).
Ser cristão é ser convocado para ser a diferença no meio que se vive. Sem respeito não é possível cada um cumprir sua missão. Temos uma grande responsabilidade que Jesus deixou: ANUNCIAR O EVANGELHO. Paulo mostra em sua recomendação que a humildade deve ser parte de nós mesmos para que possamos cumprir o Ide de Jesus.
O apóstolo Pedro ensinou aos cristãos a que sejam respeitosos com todas as pessoas e é possível lembrar que esta é uma atitude para que a harmonia seja real entre todos. A boa convivência depende, especialmente, do respeito. ‘Respeitem todas as pessoas, amem os seus irmãos na fé, temam a Deus e respeitem o Imperador’. (I Pedro 2.17).
Jesus ensinou a todos a que façamos aos outros aquilo que desejamos que eles façam a nós. Se todas as vezes que formos fazer algo a alguém nos lembrássemos disto teríamos a paz com todos. ‘Façam aos outros o que querem que eles façam a vocês; pois isso é o que querem dizer a Lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas’. (Mateus 7.12). Portanto, fica a lembrança de que se formos humildes e procurarmos amar nossos semelhantes teremos a paz que o Senhor Jesus prometeu e estaremos cumprindo a Sua vontade.

Léo Lima

quinta-feira, 29 de junho de 2017

COMO VIVER

Existe entre vocês alguém que seja sábio e inteligente? Pois então que prove isso pelo seu bom comportamento e pelas suas ações, praticadas com humildade e sabedoria”. (Tiago 3.13).
O comportamento determina aquilo que somos. É bom termos o conhecimento daquilo que somos e para isto é preciso que olhemos nosso interior e nossas ações e reações. O apóstolo Tiago disse que é preciso provar que se é sábio através do seu comportamento.
Ele mesmo continua falando que se existe inveja, amargura e egoísmo em seu ser logo a sabedoria está distante. ‘Mas, se no coração de vocês existe inveja, amargura e egoísmo, então não mintam contra a verdade, gabando-se de serem sábios’. (Tiago 3.14).
Paulo completou estas palavras de Tiago quando disse que se deve prestar atenção quanto a nossa maneira de viver. Busquemos nas Palavras do Senhor a maneira certa de agirmos. ‘Portanto, prestem atenção na sua maneira de viver. Não vivam como os ignorantes, mas como os sábios. Os dias em que vivemos são maus; por isso aproveitem bem todas as oportunidades que vocês têm’. (Efésios 5.15-16).

Léo Lima

quarta-feira, 28 de junho de 2017

ANDANDO EM AMOR

Parei na contramão. Esta expressão tornou-se um refrão de uma música bastante conhecida cantada por Roberto Carlos. Mas ao pensar na palavra contramão, queremos separá-la em duas outras palavras muito importantes para nós. 
CONTRA. Ser contra qualquer coisa muitas vezes é a meta de alguns indivíduos. Para estas pessoas não importa o que é. Se a ideia não partiu delas já é motivo para discordância. Uma pessoa sempre pronta a contra-atacar. Ela se coloca sempre em posição de ataque. Jesus se referiu a algumas pessoas segundo suas palavras: ‘Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha’. (Mateus 12.30). É bem isso que acontece com aqueles que procuram sempre ser do contra.
Entretanto, quando nos referimos à outra palavra que foi desdobrada encontramos um membro do nosso corpo de vital utilidade. A MÃO. Bem, para começar sem a minha mão possivelmente não estaria redigindo este texto. A mão nos ajuda nas mais variadas atividades. Ela é um dos órgãos do sentido. O tato. É com ela que damos e recebemos carinho. É com ela que manifestamos nosso bem querer ao prepararmos tantas coisas saborosas para os nossos queridos. É com ela que, às vezes, com o coração doído, acenamos num adeus. É com ela que aplaudimos pessoas que nos encantam.
São ainda as mãos que nos oferecem sons que nos levam a sonhar. De novo Jesus se expressou sobre as mãos conforme disse: ‘E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno’. (Mateus 5.30). Que nossas mãos não sejam contra as coisas que fazem bem a todos. Não fiquemos na contramão da vida, mas andemos em AMOR.

Léo Lima

terça-feira, 27 de junho de 2017

ADORAÇÃO E LOUVOR

Ó Senhor Deus, nós te louvaremos por causa do teu poder; nós cantaremos e louvaremos a tua força”. (Salmo 21.13).
Eis Davi prometendo a Deus que ele e seu povo louvaria ao Senhor. O louvor é uma atitude que beneficia mais àquele que louva do que o que é louvado. Reconhecer que Deus é digno de ser adorado é uma atitude que envolve o coração do adorador de gratidão.
A vontade de Deus é que sejamos agradecidos por tudo o que Ele nos dá. Todo pai fica feliz quando o seu filho lhe agradece por alguma coisa. Deus também é assim, Ele se alegra quando reconhecemos o seu agir nas nossas vidas. Tudo isso aconteceu para o bem de vocês, a fim de que a graça de Deus alcance um número cada vez maior de pessoas, e estas façam mais orações de agradecimento, para a glória de Deus’. (II Coríntios 4.15).
É possível vermos que Deus ouve as orações que fazemos e deseja ser adorado por nós os seus filhos. O apóstolo Paulo aconselha os cristãos a que orem sempre. ‘Estejam sempre alegres, orem sempre e sejam agradecidos a Deus em todas as ocasiões. Isso é o que Deus quer de vocês por estarem unidos com Cristo Jesus’. (I Tessalonicenses 5.18). Adoremos ao Senhor com nossas orações de gratidão e adoração.

Léo Lima

segunda-feira, 26 de junho de 2017

ATENÇÃO DIVINA

Senhor, estes são teus servos, o teu povo. Tu os livraste do cativeiro com o teu grande poder e com a tua força. Ouve agora a minha oração e as orações de todos os outros teus servos que têm prazer em te adorar. Faze com que eu tenha sucesso hoje e que o rei seja bondoso comigo”. (Neemias 1.10-11a).
A apresentação que Neemias fez do povo de Israel a Deus demonstrou o valor com que ele considerava seus semelhantes. Ele fala das vitórias que viveram no passado e isto só foi possível com a força e o poder do Senhor. ‘A oração de um justo pode muito em seus efeitos’. Esta foi a forma que este líder encontrou para ajudar seu povo que sofria.
A oração é uma das principais formas que uma pessoa tem para desenvolver intimidade com Deus. A oração de um justo é importante e eficaz, e ela é uma das principais ferramentas de todo aquele que crê. ‘Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e façam oração uns pelos outros, para que vocês sejam curados. A oração de uma pessoa obediente a Deus tem muito poder’. (Tiago 5.16).
Antes mesmo que me chamem, eu os atenderei; antes mesmo de acabarem de falar, eu responderei’. (Isaías 65.24). Esta promessa do Senhor nos conforta e dá novo ânimo. Saber mesmo que não chamemos ao Senhor Ele nos atende. A promessa é que Ele ouve os anseios do nosso coração. Busque a Deus agora.

Léo Lima

domingo, 25 de junho de 2017

VIVER A PAZ

Porque o nosso Deus é misericordioso e bondoso. Ele fará brilhar sobre nós a sua luz e do céu iluminará todos os que vivem na escuridão da sombra da morte, para guiar os nossos passos no caminho da paz”. (Lucas 1.78,79).
O texto é uma alegre demonstração de alegria. Zacarias, pai de João Batista, desde que soubera que teria um filho ficou mudo. E somente após o nascimento de João batista, ele, Zacarias, abriu a sua boca e cantou. Louvou. Enalteceu ao Deus Todo Poderoso. Um pai que alegremente celebrava a chegada de um filho, que seria um profeta de Deus. Aquele que antecederia o ministério do Messias estando sempre à frente para preparar-Lhe o caminho. Bendito seja o Senhor Deus de Israel, que cumpre a sua promessa. Ainda que muitos não acreditem, Jesus é a promessa de vida. A promessa de paz para os homens de todas as raças.
João Batista percorreu o caminho, sempre à frente de Cristo, anunciando a boa nova de salvação e o Cordeiro de Deus. Mostrava um caminho de paz cheio das misericórdias divinas. João Batista anunciava e preparava o caminho para o Senhor.
Hoje, contamos com tão grandiosa dádiva, a salvação completa por Cristo Jesus e, raramente nos recordamos que ela nos garante o céu. Estamos habituados em percorrermos um caminho de paz que muitas vezes nos esquecemos de que quem nos outorga esta maravilha é Jesus Cristo, o Senhor! Poucas vezes nos dispomos a glorificar ao Senhor com o louvor mais puro que vem de nosso interior, que vem de um coração ardente pelo Espírito de Deus e que reconheça a grandiosa maravilha que é ser livre das trevas e da sombra da morte.
Louvar a Deus o nosso Pai. Você pode se alegrar por tanto amor demonstrado por Ele? Se ainda não, entregue sua vida a Jesus hoje mesmo e confie que Ele pode mostra-lhe o caminho da paz assim você viverá em paz com Deus e com os homens.

Léo Lima

sábado, 24 de junho de 2017

MILAGRE

E dizia: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse a semente à terra, e dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como”. (Marcos 4.26,27).
O agricultor prepara a terra com cuidado e carinho e quando ele acha que ela está pronta espalha as sementes. Tudo o que podia fazer na primeira etapa para ter uma boa safra, estava feito. Ele precisa agora aguardar que venha uma boa chuva do céu e que o sol também faça o seu trabalho. É necessário que o solo seja fértil e reaja para que a minúscula semente morra e brote da terra. O verde então é aguardado e ansiado para alegria de todos. A morte da semente produz a vida em abundância, pois o fruto é para alimento e sustento da vida do homem. O milagre da vida na morte.
Jesus quando contou esta parábola estava mostrando como deveria ser instaurado o seu reino e mostrava como ele cresceria e seria espalhado pelo mundo. A semente do evangelho que é a mensagem utilizada para o crescimento do Seu reino precisa ser plantada. O milagre do evangelho ao resgatar a vida de cada um dos que viessem a crer no sangue remidor de Jesus Cristo, deveria transformar o mundo e fazer do reino de Deus um estado de plenitude para todos os que dele participassem.
Há festa por cada vida que aceita esta mensagem. Cada ser humano que morre para o mundo e brota, nasce para Deus que feliz passa a ser mais um a compor este maravilhoso reino. É preciso ser como a semente que morre e brota para produzir frutos de vida. Assim deve ser todo aquele que nasce através do amor de Jesus demonstrado na cruz do calvário. Como é bom nós sermos como a semente! Podermos ser como uma árvore frondosa produzindo frutos de vida. Vida para a vida eterna.
Que como a semente em terra fértil, proporcionemos o crescimento vigoroso do reino de Deus. Semente em terra fértil é o que o Senhor aguarda de cada um de nós. Você pode ser uma destas sementes que irão produzir frutos de vida para Deus. Basta aceitar Jesus Cristo como a fonte de vida. É Ele que pode salvar a sua vida. Busque a Jesus agora. Logo você será mais um a produzir frutos de vida.

Léo Lima

sexta-feira, 23 de junho de 2017

AMOR VERDADE

De Rui Barbosa: ‘Três âncoras deixou Deus ao homem: o amor da pátria, o amor da liberdade, o amor da verdade. Cara nos é a pátria, a liberdade mais cara; mas a verdade, mais cara que tudo. Damos a vida pela pátria. Deixamos a pátria pela liberdade. Mas pátria e liberdade renunciamos pela verdade. Porque este é o mais santo de todos os amores. Os outros são da terra e do tempo. Este vem do céu, e vai à eternidade’.
Foi justamente o ‘Amor Verdade’ que criou todas as coisas com as quais podemos nos deleitar, desde quando uma simples semente podemos ver desenvolver verde, risonha, uma pequena planta que muitas vezes se transforma em uma roseira radiosa, uma árvore frutífera ou mesmo uma árvore que nos dá uma merecida sombra, nelas podemos contemplar, sentir e viver diante das lindas rosas que dela desabrocham.
Diante de um rio que passa, nós indagamos: de onde vem, para onde vai? E sentindo a água que mansamente desliza sobre a superfície terrestre, ficamos como que pasmados com tanto esplendor! E quando sentimos da suave brisa o sopro que nos acaricia mansamente, como que não querendo nos machucar; ah! e o dia que muito nos alegra a todos até aos afortunados pássaros que felizes cantam!
Somente o Senhor com tanto amor nos proporciona tanta coisa boa! Ele, o Amor Verdade, me deu condições para escrever e compartilhar muitos dos meus sentimentos, angústias, e este imenso amor, mui puro, que mora no meu ser! ‘Venham! Adoremos prostrados e ajoelhemos diante do Senhor, o nosso Criador’. (Salmo 95.6).

Léo Lima

quinta-feira, 22 de junho de 2017

NEBLINA

Como é curta a vida que me deste! Diante de ti, a duração da minha vida não é nada. De fato, o ser humano é apenas um sopro. Ele anda por aí como uma sombra. Não adianta nada ele se esforçar; ajunta riquezas, mas não sabe quem vai ficar com elas. E agora, Senhor, o que posso esperar? A minha esperança está em ti. Ó Senhor Deus, ouve a minha oração! Escuta o meu pedido. Não te cales quando choro”. (Salmo 39.5-7,12).
O momento em que o rei Davi fez esta súplica estava com o coração doído e até sem forças para caminhar. Ele se lembra da rapidez da vida e mostra que diante de Deus somos somente o sopro que passa rapidamente. Nada é permanente neste mundo por mais dias que o ser humano vive ele chega cansado ao final. Tiago disse: ‘Vocês não sabem como será a sua vida amanhã, pois vocês são como uma neblina passageira, que aparece por algum tempo e logo depois desaparece’. (Tiago 4.14).
Davi estava sofrendo e avaliando o passar dos anos em que somente a oração podia fazer com que ele se sentisse aliviado. Mas ele reagiu e se recordou que apesar desta constatação do final da vida ele podia se debruçar diante do trono e declarar que mesmo diante de todo sofrimento sua esperança em Deus permanece viva.
Tantas vezes ficamos tristes e até choramos, mas quando paramos para recordar as bênçãos logo vemos que em cada situação Deus é presente e ouve a nossa oração. É preciso que coloquemos no trono nossas tristezas e nossos sonhos e acima de tudo nossa gratidão.

Léo Lima

quarta-feira, 21 de junho de 2017

SEM MEDO

Deus é o nosso refúgio e a nossa força, socorro que não falta em tempos de aflição. Por isso, não teremos medo, ainda que a terra seja abalada, e as montanhas caiam nas profundezas do oceano. Não teremos medo, ainda que os mares se agitem e rujam, e os montes tremam violentamente”. (Salmo 46.1-3).
Como é bom pela manhã nos depararmos com a Palavra de Deus que nos mostra que o medo não deve se alojar em nosso ser. Se Deus é o nosso refúgio quer dizer que temos o Senhor que nos guarda e cuida em todos os momentos.
Se Ele é a nossa força logo a fraqueza não pode se alojar em nós. Sabemos que as aflições nos visitam e se não estivermos seguros em Deus ela faz residência em nosso ser.
Nada que possa acontecer não vai nos abalar se nossa fé estiver arraigada no Senhor Todo Poderoso. O Senhor é o nosso refúgio, nossa fortaleza. Louvado seja Deus por isto!

Léo Lima

terça-feira, 20 de junho de 2017

FONTE PARA A VIDA

O temor do Senhor é uma fonte de vida, para preservar dos laços da morte.” (Provérbios 14.27).
Embora os homens sejam acusados de não conhecerem suas próprias fraquezas, talvez a maior parte ignore também sua própria força’. (Jonathan Swift). A fonte é um lugar onde nasce a água. Muitas vezes se olharmos para um estreito fio de água que nasce e seguirmos sua trilha pela mata afora, veremos bem longe que este fio vai se transformando em caudaloso rio. Os homens, por não terem muita noção de suas fraquezas, não conseguem compreender sua força ante o desconhecido. Ante um desafio que se depara aos seus olhos. As suas fraquezas ele procura ocultar de si mesmo, não desejando conhecê-las.
O sábio disse que é necessário ter temor do Senhor que logo a pessoa terá uma fonte de vida. Muitos não conseguem imaginar a porção de vida que irá surgir ante seus olhos extasiados quando temem ao Senhor. Como uma pessoa que após alguns anos de vida vê-se limitado por um acidente e passa a ter uma deficiência que antes lhe era totalmente ignorada. Vem então o maior de todos os desafios. Fazer o que fazia antes, quando possuía todas as faculdades em perfeita harmonia, e pouco valor dava à sua vida. Entretanto, quando o novo acontece, tira-se forças de algum lugar escondido em seu interior e passa a ter uma nova forma de encarar a vida. Tudo é mais bonito!
Diz o sábio, que quando se tem o temor de Deus, ele será preservado dos laços da morte. Deus vai livrar seu filho de uma forma total. Ele é a fonte de vida que não temos naturalmente. Logo veremos que temos uma força incomum, e que nada pode fazer com que sejamos pegos de surpresa. Uma fonte para a vida. Deus está a nos guardar e a nos contagiar com seu poder.

Léo Lima

segunda-feira, 19 de junho de 2017

AMOR QUE REDIME

Como o Pai me amou, assim também eu vos amei; permanecei no meu amor”. (João 15.9).
Que declaração de amor Jesus faz neste texto. O amor de Deus, o Pai, para com seu Filho, imaginamos deve ser inigualável, e Jesus fala que seu amor por nós se iguala ao amor do Pai por Ele. O amor de Deus para com os homens existe desde muito antes da criação, quando o ser humano tinha um relacionamento amigável com Deus, muito antes da desobediência. Mesmo quando o homem pecou, Deus, por amor, prometeu que um dia mandaria aquele que seria o reconciliador do homem consigo.
Deus escolheu um povo que Ele denominou de Israel. Este povo teve muitos privilégios. Deus realizou muitos milagres diante deles, quando da saída deste povo do Egito. Eles viram que a ação de Deus e o seu amor estava marcado a cada passo que davam. Mas ao mesmo tempo em que viam e desfrutavam do amor de Deus, eles se rebelavam e logo Deus os punia e seguiam sempre na obstinação de buscar algo mais fácil.
Podemos ver que as benignidades do Senhor duram para sempre. O amor de Deus nos alcançou. E as palavras proferidas por Jesus: ‘Como o Pai me amou, assim também eu vos amei’, demonstram de forma total, que elas são palavras vivas que comunicam seu amor para com os seus. Jesus e o Pai são um, portanto, é um amor único o que Ele transmite. Ele também recomenda que os que já são seus permaneçam neste amor. Cristo oferece o maior amor que se pode imaginar.
Ele ainda oferece hoje este mesmo amor para todos os que O receberem e reconhecerem que Jesus pode perdoar pecados e salvar da morte eterna sejam salvos. Este inigualável amor é oferecido, sem reservas, para mim e para você. Eu já tomei posse deste amor na minha vida. E você? Permita que o amor de Deus seja seu agora mesmo!

Léo Lima

domingo, 18 de junho de 2017

GLORIFICANDO

Ai dos que se levantam cedo para correrem atrás da bebida forte e continuam até a noite, até que o vinho os esquente”. (Isaías 5.11).
A Bíblia mostra que, desde a antiguidade, o vinho era uma bebida usada às refeições. Jesus proveu vinho para uma festa de casamento, e o apóstolo Paulo aconselhou ao jovem Timóteo a usar como remédio ‘de um pouco de vinho por causa do teu estômago e dos teus frequentes casos de doença’. (I Timóteo 5.23). Naquele contexto o uso medicinal do vinho era uma coisa comum.
Mas quando o comparamos com o mundo em que vivemos e o avanço da ciência em que muitos medicamentos, que não causam dependência química, foram criados, é possível afirmar que a nossa realidade é outra.
Embriagar-se com vinho está associado à antiga forma de vida e aos seus iníquos prazeres. Em Cristo desfrutamos de uma alegria superior, mais elevada e mais duradoura, em que nossa possível depressão, monotonia ou tensão mental é sanada.
Portanto, o ai que o profeta Isaías cita é algo muito sério visto que quem assim faz está fugindo da sua realidade no dia a dia. Está comprovado cientificamente que o uso da bebida alcoólica pode ocasionar sérias consequências.
Será possível o crente ser cheio do Espírito Santo e ao mesmo tempo fazer uso de bebida alcoólica?
O Senhor deseja adoradores que o adorem em espírito e em verdade. ‘Portanto, quer comais quer bebais, ou façais, qualquer outra coisa, fazei tudo para glória de Deus’. É justamente este fazer ‘tudo’ para a glória de Deus que o cristão precisa praticar de forma sóbria. Um dos principais fatores para se glorificar a Deus é ter um coração agradecido, em todos os momentos e em todas as situações. Só assim ele pode glorificar a Deus em todas as atitudes e circunstâncias.

Léo Lima

sábado, 17 de junho de 2017

ESCOLHA

Entrai pela porta estreita, porque largo e espaçoso é o caminho que conduz à perdição. E muitos são os que entram por ele. Estreita, porém, é a porta e apertado o caminho que conduz à Vida. E poucos são os que o encontram”. (Mateus 7.13,14).
Crer é muito fácil. Crer em Deus, ou crer em uma força maior, é ainda mais fácil. Entretanto, crer e aceitar o amor de Deus através de Jesus Cristo arrepender-se dos pecados e escolher o caminho estreito, isto sim é um ato de fé. No caminho estreito são muitos os obstáculos a vencer. Por isso, poucos enfrentam com sinceridade de coração e firmeza de vontade.
Alguns questionam porque muitas pessoas são más, apesar de serem ricas. Pessoas existem que têm uma vida cheia de prazer terreno. Tudo o que elas desejam, possuem. Em primeiro lugar, nem todas as pessoas que possuem riquezas materiais são más. Mas se formos buscar nas notícias, veremos que muitos dos que possuem fortunas imensas, não desfrutam de paz em sua vida. Não podem desfrutar da alegria de uma vida livre e muitas chegam ao suicídio, pois elas possuem tudo que desejam, só não têm aquilo que completa o seu interior - Jesus. Elas estão percorrendo o caminho largo, cheio de facilidades e prazeres, mas desconhecem a alegria de conhecer o caminho estreito e percorrer esta trilha a cada dia, mesmo que às vezes com dificuldades.
Viver a vida com Cristo não é fácil. Mas se a pessoa tem uma experiência verdadeira, se ela se arrependeu verdadeiramente perceberá que é doce andar com Jesus. Fica fácil percorrer este caminho, pois Jesus mesmo prometeu que nos ajudaria a carregar a nossa cruz. E Ele ajuda. Compensa seguir a Jesus apesar das dificuldades que se apresentam ante nossos olhos. Ser salvo por Cristo proporciona o maior prazer. Quem vive isto sabe que não há nada comparado à paz que se desfruta.
Escolha agora o caminho, a verdade e a vida – Jesus Cristo que prometeu o lar celestial, a vida eterna a toda a pessoa que crer.

Léo Lima

sexta-feira, 16 de junho de 2017

DISCRIÇÃO

É tolice tratar os outros com desprezo; o homem prudente prefere ficar calado. O mexeriqueiro espalha segredos, mas a pessoa séria é discreta”. (Provérbios 11.12-13).
Temos várias maneiras de nos comunicar. Falar é a principal delas. Diz a Palavra de Deus que ‘Assim também a língua é um pequeno membro, e gloria-se de grandes coisas. Vede quão grande bosque um pequeno fogo incendeia’. (Tiago 3.5). Portanto, se utilizarmos este pequeno membro de forma tola poderemos provocar muitos males.
Saber controlar nossa língua depende de como controlamos nossos pensamentos. E, uma das coisas mais difíceis que fazemos é organizar de forma a manter nossa mente com bons pensamentos. Se abrirmos nossa boca por qualquer coisa sem pararmos para pensar corremos o risco de provocar danos irreversíveis.
Entretanto, se nosso pensamento for coerente com a Palavra de Deus e procurarmos nos comunicar com sabedoria teremos bons relacionamentos e faremos do lugar que vivemos um mundo melhor. Ser discreto deve ser uma meta de vida.

Léo Lima

quinta-feira, 15 de junho de 2017

TEMAM E TREMAM!

Agora escutem, ó reis; prestem atenção, autoridades! Adorem o Senhor com temor. Tremam e se ajoelhem diante dele; se não, ele ficará irado logo, e vocês morrerão. Felizes são aqueles que buscam a proteção de Deus!”. (Salmo 2.10-12).
O salmista no texto inicial convoca a que todos os reis e autoridades adorem a Deus com temos e tremor. Este convida a que todos as pessoas também temam e tremam diante dele.  ‘Toda a terra tema o Senhor; tremam diante dele todos os habitantes do mundo’. (Salmo 33.8).
Este temor anunciado é muito mais que medo; é respeito, reverência e acima de tudo é adoração. ‘O Senhor Deus é Rei: os povos tremem. Ele está sentado no seu trono, que fica sobre os querubins; a terra estremece’. (Salmo 99.1). Respeitar e adorar são atitudes que devem residir no coração de cada um que serve ao Senhor.
As pessoas que seguiam Jesus e eram testemunhas dos seus milagres ficaram cheias de temor e afirmaram: ‘Todos ficaram com muito medo e louvavam a Deus, dizendo: – Que grande profeta apareceu entre nós! Deus veio salvar o seu povo!’. (Lucas 7.16). E nós, como estamos agindo diante das maravilhas que vivemos junto ao Senhor?

Léo Lima