COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

domingo, 31 de dezembro de 2017

INTROSPECÇÃO

Vale reler e refletir. Que em 2018 possamos pensar e fazer com que todos os dias que teremos de presente sejam de constante adoração ao Rei dos reis e Senhor dos senhores. Que vivamos de coração limpo Louvando a Deus! Um ano de muita paz e amor a todos os leitores.

Do ano último dia...
Genuflexo, pensativo
O homem permanece
Introspectivo,
Mescla de alegria
Que logo fenece...
Quando aos seus olhos
Aparece,
Em meio aos abrolhos,
O seu dia a dia, que anoitece.
Lentamente escurece...
O ano termina.
E ele se recrimina,
Se amofina,
Até desatina...
Descem as lágrimas
Que são como rimas
Da sua dor.
Do seu amargor.
Em dissabor
Somente
O ser descontente:
“Que hei feito deste ano?
Foram muitos os desenganos...”
“Quanto, meu Deus, deixei de fazer,
Do Teu nome engrandecer?
Quantas vezes Senhor, deixei-me levar
Pelo verbo Negar!
Pelo Verbo Divagar...
Sem conjugar
O verbo Perceber,
O verbo Conceder,
O verbo Compartilhar,
O verbo Retroceder,
O verbo AMAR!
Oh, Senhor! Perdoa esta criatura,
Que Te fez muitas juras,
Que mais Te procura
Quando sofre agruras!
“Que a partir deste alvorecer
Possa eu permanecer
Contigo somente ir vivendo,
De tudo me desprendendo...
E que a todo amanhecer
Possa eu agradecer
Sem muito a recriminar.
Sem muito a chorar.
Vendo-Te ao meu lado
Falando, ou mesmo calado.
Que eu compreenda,
À Tua vontade me renda.
Pois sei, terei como prenda
Um louro singular,
Imorredouro em Teu lar.
Seja o meu dia a dia
Deste ano que inicia
Neste dia que anuncia
Sempre um tesouro
Pela Tua companhia!...

Léo Lima

sábado, 30 de dezembro de 2017

ADORANDO

Mas eu não me sinto envergonhado, pois o Senhor Deus me ajuda. Por isso, eu fico firme como uma rocha e sei que não serei humilhado, pois o meu defensor está perto(Isaías 50.7-8a).
Tenho eu tristezas? Nada são comparadas ao que nosso Jesus sofreu por nós. Minha vida é cheia de grandes realizações porque Ele realiza milagres a cada momento. Mais um dia e um ano que passa e isso somente pela misericórdia de Deus que nos concede a vida. A alegria e a gratidão se agrupam para agradecer.
Louvo. Glorifico. Se puder fazer todas as coisas é porque o Senhor me ajuda! Visto que, ‘Posso todas as coisas naquele que me fortalece’. (Filipenses 4.13). Ele me capacita para viver e para amar. Sem Ele eu nada seria. Louvado seja o Deus da minha salvação.
Nosso Pai deseja fazer da sua vida uma grande bênção. Busque o Senhor agora! Ele te ama. Senhor Te agradeço por me conceder chegar neste dia! Eu te louvo e glorifico!

Léo Lima

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

VIDA COM DEUS

Como será possível, Senhor, um jovem ter sua vida pura, sem mistura ou mesmo não transformada pela presença de elementos alheios a Ti? Olhe e preste bastante atenção à Palavra de Deus que ela tem a resposta para que vivamos uma vida que agrada a Deus. Ó Pai, eu te busquei de todo o meu coração. Não permitas que eu me afaste dos Teus mandamentos.
O meu propósito é guardar a Tua Palavra bem dentro do meu coração, da minha alma para que eu não venha a desobedecer ao Teu plano para a minha vida! Louvado e glorificado sejas, Senhor! Venha me instruir através da Tua Palavra. Desejo proclamar sempre os Teus santos juízos, aqueles que saíram da Tua boca.
Sinto-me aliviado e a alegria me visita quando estou diante dos Teus ensinamentos do que com o ter coisas. Nas Tuas recomendações refletirei e terei meus olhos sempre direcionados aos caminhos que deseja que eu siga. Minha alegria está no Senhor e na Tua Palavra; não me perderei de tudo que a Tua Palavra orienta! Senhor eu desejo viver de acordo com os Teus preceitos. Que o Senhor seja louvado!(Paráfrase do Salmo 119.9-16).

Léo Lima

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

RESPOSTA DIVINA

“Jesus, porém, lhe disse: Amigo, a que vieste? Nisto, aproximando-se eles, lançaram mão de Jesus, e o prenderam”. (Mateus 26.50).
A essência da vida devocional está em cultivar a consciência da presença de Deus e viver uma postura de estar atento ao que Deus fala no momento. O Senhor deseja, como no princípio da criação, que vivamos em comunhão com ele. Fomos criados com um propósito, Deus ama e espera a adoração de cada ser humano. 
Você não é um engano, nem um erro de cálculo. Deus fala através da Bíblia que é a Palavra de Dele e se refletirmos e prestarmos atenção perceberemos que Ele usa diversas maneiras para nos aproximarmos e nos desperta para coisas que precisam ser mudadas. 
Quando nós nos propomos a buscar a presença do Pai, vamos descobrindo o propósito pelo qual existimos neste mundo e quando passamos a observar com mais atenção a Palavra de Deus vemos que não fomos chamados para ocupar a terra inutilmente, mas para servir. 
É muito fácil dizer que amanhã faremos alguma coisa. O desafio de hoje é realizar todo o necessário para hoje, pois Deus nos prepara para o futuro através de pequenos atos de obediência. Ele nos encoraja a crescer pouco a pouco, não se esqueça de que uma jornada de milhares de quilômetros começa com um simples passo.

A quê viemos? ‘Invoca-me, diz o Senhor, e te responderei e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas que você não sabes’. (Jeremias 33.3).

Léo Lima

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

LOUVOR DO CORAÇÃO

Aleluia! Servos de Deus, o Senhor, louvem o seu nome! Que o nome do Senhor seja louvado agora e para sempre! Desde o nascer até o pôr-do-sol, que o nome do Senhor seja louvado! O Senhor governa todas as nações; a sua glória está acima dos céus. Não há ninguém como o Senhor, nosso Deus, que tem o seu trono nas alturas, mas se inclina para ver o que há no céu e na terra. Ele livra da humilhação os pobres e tira da miséria os necessitados; ele faz com que eles sejam companheiros de governantes, dos governantes do seu povo. Ele faz com que a mulher que não tem filhos seja respeitada no seu lar e a torna feliz, dando-lhe filhos. Aleluia”! (Salmo 113).
O que fazemos com o dia que recebemos do Senhor? Ele nos dá desde o nascer até o por do sol para vivermos de acordo com o que escolhemos. Qual será a minha escolha para este dia? Glorificar a Deus por todos os benefícios que me tem feito ou fazer as coisas de acordo com aquilo que achamos que deve ser?
Nosso Deus é presente a cada momento da nossa vida, pois, ‘O Senhor governa todas as nações; a sua glória está acima dos céus. Não há ninguém como o Senhor, nosso Deus, que tem o seu trono nas alturas, mas se inclina para ver o que há no céu e na terra’. Este é o dia que fez o Senhor, alegremo-nos e glorifiquemos seu santo nome. Que neste dia onde quer que estejamos adoremos o Senhor e louvemos seu nome. Que as palavras da minha boca e a meditação do meu coração sejam sempre em louvor a Ti ó Senhor’!

Léo Lima

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

LOUVAR SEMPRE

Aleluia! Louvem a Deus no seu Templo. Louvem o seu poder, que se vê no céu. Louvem o Senhor pelas coisas maravilhosas que tem feito. Louvem a sua imensa grandeza. Louvem a Deus com trombetas. Louvem com harpas e liras. Louvem o Senhor com pandeiros e danças. Louvem com harpas e flautas. Louvem a Deus com pratos musicais. Louvem bem alto com pratos sonoros. Todos os seres vivos, louvem o Senhor! Aleluia”! (Salmo 150).
O convite ao louvor é a tônica deste salmo. Dar a Deus o louvor com instrumentos musicais e com sinceridade de coração deve ser a forma ideal para se louvar ao Senhor.
Ao nos aproximarmos do trono é necessário que sejamos revestidos pela alegria de sermos abençoados pelo Senhor. Se fizermos uma lista dos benefícios que temos recebido do Pai logo nosso coração se encherá de gratidão e nossa alma se regozijará.
O escritor da carta aos hebreus mencionou que nossa oferta deve ser sempre o louvor e adoração. ‘Por isso, por meio de Jesus Cristo, ofereçamos sempre louvor a Deus. Esse louvor é o sacrifício que apresentamos, a oferta que é dada por lábios que confessam a sua fé nele’! (Hebreus 13.15).
Louvem em todo o tempo. ‘O seu louvor estará continuamente na minha boca’ deve ser o desejo do nosso coração. Se olharmos para as maravilhas que temos à nossa disposição nosso coração cantará. Aleluia!

Léo Lima

domingo, 24 de dezembro de 2017

MEU PRESENTE

Estamos na véspera do Natal. Minha mensagem de hoje é uma poesia que escrevi na década de 1970 e é parte do livro 'Vê'. Que Deus possa dar a PAZ que você necessita e que se encontre o Senhor neste dia em que se comemora o aniversário de Cristo que marcou o mundo, pois existe o antes e o depois de Jesus Cristo. Louve ao Senhor por todo amor. Ofereça-lhe seu coração! Que Deus abençoe a sua vida!
 
MINHA OFERTA
Senhor, entristecida indago: 
"Que posso Te ofertar?"
Estou agradecida.
É o dia do Teu Natal.
A humanidade a se irmanar
Esquecendo o mal
Festeja o Deus Menino, tenro, Pequenino...
Se esquece do Operário
De mãos calejadas... Vai
Em Seu itinerário
Em Seu mister só fazer o que o Pai quer!
Se esquece do Mestre Maior.
Do Medico Melhor.
O Amigo de toda hora.
Da voz calma, sonora que convida o leigo para segui-lo.
Do olhar meigo...
O Mestre que operava milagres:
A mortos ressuscitava, cegos podiam ver,
Paralíticos andar.
Dar de comer a uma multidão
Com alguns peixes e um pouco de pão...
Mestre que após lutas calado, nunca disputa
Mas diz ao Senhor Deus:
"Não se faça a minha, mas a Tua vontade."
Se esquece que Ele sofreu...
A morte chegando vinha
O grande peso da humanidade...
Ressuscitando afinal voltando ao Lar celestial!
Que posso eu Te ofertar
Neste dia precioso?
Uma fortuna em ouro...
Se o mundo todo é Teu?
Do Tempo És Senhor, Deus Grandioso!
Que posso dar-Te de meu além de todo amor?
Não é num Natal de um dia.
Mas adorar-Te no dia a dia.
No meu coração brotou uma rosa de gratidão
Com pétalas que não secam, pois estão sendo regadas
Com água de Fonte pura do Teu amor e ternura.
Estão sendo tratadas por mãos que não pecam.
Eis minha oferta:
Dou-te o que sou Senhor mais a Flor do Teu Amor!...

Léo Lima

sábado, 23 de dezembro de 2017

PAZ = HARMONIA

É melhor comer um pedaço de pão seco, tendo paz de espírito, do que ter um banquete numa casa cheia de brigas”. (Provérbios 17.1).
Este provérbio lembra que a paz é uma coisa essencial na vida. Não importa ter todos os bens possíveis, uma mesa farta, mas se a paz está ausente não há harmonia e paz entre os moradores de uma casa.
Viver entre pessoas em que a reclamação e a discussão são um hábito e que em todas as circunstâncias a paz está ausente isso mostra que os objetivos entre eles estão distantes do ideal. Paulo escreveu o que é preciso fazer para que a paz reine entre todos, ‘Fazei todas as coisas sem murmurações nem contendas’. (Filipenses 2.14).
A crença em Cristo deve unir aqueles que confiam nele. Se as pessoas que vivem juntas estão sempre reclamando e discutindo falta neles o poder da união que Jesus Cristo oferece: a paz.
Paremos e olhemos as necessidades de cada um e procuremos viver a concordância que Jesus ensinou. Se tomarmos posse da paz que Ele deixou para cada um, viveremos no amor e não importa que tipo de mesa esteja diante de nós, ali será um lugar de harmonia entre todos.

Léo Lima

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

GRANDE AMOR

Louvem a Deus com cantos, pois ele é o Rei do mundo inteiro”. (Salmos 47.7).
O cântico é como uma escada entrelaçada de inefáveis encantos, e por meio do qual o homem pode apresentar a Deus os seus sofrimentos e cuidados, suas lágrimas e lamentações, o seu amor e sua gratidão’. (Paul E. Holdcraft). Nossos cânticos, como afirma o pensador Paul, podem ser de várias maneiras. Refletiremos, neste dia, sobre o cântico de amor e de gratidão. Louvar a Deus com alegria deve ser a atitude de todo aquele que já vivencia uma vida na presença de Deus, de todo aquele que tem uma vida de íntima comunhão com o Pai.
Estamos nos preparando para comemorarmos o nascimento do Filho de Deus, e por este motivo muitas famílias se reunem com um objetivo único: o de agradecer a Deus por esta dádiva tão especial que Ele nos deu, Jesus Cristo. Dias de festa. Dias de alegria e canto. No dia em que Jesus nasceu até os anjos no céu cantaram aleluias e glórias a Deus. E nós, que fomos os privilegiados por este nascimento, temos muito mais que cantar e glorificar a Deus por tamanho amor.
Jesus mesmo disse: ‘Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna’. (João 3.16). Como você conhece Jesus? Só de ouvir falar? Ou já vive de forma a cantar louvores a Ele? Se ainda não experimentou viver com o Senhor aceite o sacrifício de Jesus e cante louvores por tão grande amor de Deus que lhe dá a vida eterna.

Léo Lima

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

CONFIANÇA IRRESTRITA

Ela torna a vida agradável e guia a pessoa com segurança em tudo o que faz”. (Provérbios 3.17).
Uma coisa especial é vermos como a confiança de uma criança é total. Ela deposita toda a sua confiança em seus pais em seus amigos. Ela mostra de forma natural seus sentimentos. Nós precisamos aprender com elas a termos esta tranquilidade e segurança quando se trata da nossa convivência com Deus. A paz que Deus oferece a todos que possuem a salvação por Jesus Cristo é maior que se pode imaginar.
Deus promete dar-nos tudo que possa nos faltar. A paz anda paralela à sabedoria e à confiança. A sabedoria é o conselho que o escritor menciona antes. Se temos Deus residindo em nós, então teremos a sabedoria e a confiança que a criança nos ensina. Deus dá gratuitamente paz, confiança, alegria e assim percorreremos caminhos de delícias quando encontrarmos a genuína paz do Senhor.
O salmista disse: ‘Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará’. (Salmo 37.5). Somente quando estamos nos caminhos do Senhor, percorrendo a estrada da sabedoria divina, indo e fazendo o que Jesus faria, teremos paz. É um percurso que vale a pena percorrer pelo sentimento de tranquilidade que se desfruta quando nossa sabedoria está em sintonia com o Senhor e Dele provém.

Léo Lima

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

ABRAÇANDO A PAZ

Por que estou tão triste? Por que estou tão aflito? Eu porei a minha esperança em Deus e ainda o louvarei. Ele é o meu Salvador e o meu Deus.” (Salmo 43.5).
São duas interrogações que aguardam uma resposta. O salmista quer saber sobre a tristeza e a aflição que lhe aflige a alma. A tristeza tantas vezes penetra nosso coração e se mostra imperiosa. Ela vem quase sempre acompanhada da aflição.
O próprio escritor mostra a resposta para solucionar este estado da sua alma quando diz que ele tem esperança e que ela será colocada no Senhor. A esperança é o bálsamo para toda dor que possa visitar nosso coração. A aflição pode visitar o coração de todas as pessoas, mas não devemos permitir que ela fizesse morada em nós. Deus é sempre presente para nos restaurar a paz.
Jesus mesmo disse que: ‘Estas coisas vos tenho dito para que tenhais paz em mim. No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo(João 16.33). A tristeza muitas vezes é resultante da aflição e ela deve ser tratada da mesma forma que a aflição. É buscando ao Senhor Jesus que podemos nos libertar dela.
O escritor bíblico mostra que ele se propõe a buscar o Senhor e entregar tudo nas mãos divinas com louvor e ação de graças. Que possamos dizer como o poeta: ‘O Senhor é o meu Salvador e o meu Deus’. Que possamos abraçar a paz que Jesus oferece.
Léo Lima

terça-feira, 19 de dezembro de 2017

RESPONSABILIDADE

De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Mas digo: Porventura não ouviram? Sim, por certo, pois por toda a terra saiu a voz deles, e as suas palavras até aos confins do mundo”(Romanos 10.17,18).
A oportunidade é para todos. É esta a afirmação do Senhor através do apóstolo Paulo. Entretanto, existe algo que o Senhor não pode interferir que é a liberdade do homem em fazer a sua opção de vida. O livre arbítrio.
Instantes antes de Jesus voltar para o céu ele deixou uma ordem aos seus discípulos e a todos os que viessem a crer na salvação por ele: ‘Portanto, ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado’(Mateus 28.19,20). Esta é a ordem de Jesus. Ele disse que os salvos deviam sair para anunciar a salvação por todos os lugares, a todas as nações dando-lhes oportunidades iguais para que no dia do Senhor ninguém pudesse dizer: ‘não me falaram de Cristo’.
O que, infelizmente, estamos presenciando é o domínio da opressão e do ter e não SER. É o reinado daqueles que somente usam as pessoas para manipular em benefício próprio. A maioria aterradora que está sendo oprimida ainda busca, em ritos pagãos, um alívio para suas almas que na escuridão continuam vagando sem Deus e sem salvação.
É preciso que a mensagem seja anunciada, pois ‘De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus. Mas digo: Porventura não ouviram? Sim, por certo, pois por toda a terra saiu a voz deles, e as suas palavras até aos confins do mundo’, vemos então que depende de cada um de nós fazer a nossa parte. Este é o último desejo expresso por Jesus: Anunciar a boa notícia de salvação. Estamos obedecendo ao Senhor? Este é o desafio.

Léo Lima

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

DEUS DE AMOR

O Deus que reina desde a eternidade me ouve e os derrota. Pois eles não querem mudar de vida e não temem a Deus. Entregue os seus problemas ao Senhor, e ele o ajudará; ele nunca deixa que fracasse a pessoa que lhe obedece. (Salmo 55.19,22).
Neste salmo Davi fala de pessoas que procuram trair os outros e mostra como Deus salva aqueles que são fiéis ao Senhor. Nosso dia a dia é repleto de lutas, mas se estivermos seguros em Deus a vitória se fará presente.
Para todos os que não confiam no Senhor e perseguem os que buscam Deus oferece oportunidade de buscá-lo. Entretanto, no salmo está implícito o que acontecerá com os que assim agem: ‘Deus ouvirá e lhes responderá, ele, que preside desde a eternidade, porque não há neles mudança nenhuma, e não temem a Deus’. (v. 19).
Quando temos certeza de que somos ouvidos por Deus em nossas petições nosso coração se acalma e a nossa vida passa a ser uma vida em que a vitória se faz presente. Como afirma Davi: ‘Confia os teus cuidados ao Senhor, e ele te susterá; jamais permitirá que o justo seja abalado’. (v.22).
Que possamos estar atentos a todas as coisas que já recebemos de Deus e a todas as que Ele ainda tem para nos dar. Ele nos fala e acima de todas as coisas nos ama.

Léo Lima

domingo, 17 de dezembro de 2017

BENIGNIDADES

Bom dia! Hoje estou mais feliz que em todos os dias. Já disse que SOU feliz, mas hoje bem mais. A reflexão de hoje tem muito a ver com a vida dela. Louvado seja Deus por sua vida Kedma! Flores do Jardim do Senhor para você!
As benignidades do Senhor cantarei perpetuamente; com a minha boca manifestarei a tua fidelidade de geração em geração”. (Salmos 89.1).
Todos os grandes homens de Deus foram homens débeis, mas que realizaram grandes empreendimentos, porque Deus levou em conta os seus esforços e fidelidade’. (J. Hudson Taylor). A fidelidade é uma virtude que deve estar enraizada na mente de cada ser humano. Às vezes vemos pessoas frágeis em seu corpo físico, mas geralmente, são pessoas que realizam grandes empreendimentos, como disse o pensador. Estas pessoas colocam a fidelidade como prioridade em suas vidas.
O salmista canta as benignidades de Deus. As misericórdias do Senhor são incontáveis e elas nos surpreendem a cada dia que vivemos, especialmente, se colocamos nossa confiança Nele. Elas, as misericórdias, se renovam a cada dia conforme promessa de Deus na poesia de Jeremias: ‘O amor do Senhor Deus não se acaba, e a sua bondade não tem fim. Esse amor e essa bondade são novos todas as manhãs; e como é grande a fidelidade do SENHOR!’ (Lamentações 3.22,23). O amor de Deus nos atinge a partir do momento que confiamos e cremos que podemos usufruir da salvação para a vida eterna. É por este motivo que o salmista canta com alegria e lembra-se das benignidades de Deus.
Convido você a cantar e a louvar ao Senhor por suas misericórdias e benignidades que nos são dadas todos os dias da nossa vida. Para que isso aconteça em sua vida é necessário que ela, a sua vida, seja transformada pelo sangue de Jesus Cristo na cruz do calvário.

Léo Lima

sábado, 16 de dezembro de 2017

NO TRONO

Ó Deus, salva-me pelo teu poder! Livra-me com a tua força. Ouve, ó Deus, a minha oração! Escuta as minhas palavras. Pois homens orgulhosos estão chegando para me atacar, homens violentos querem me matar. Eles não se importam com Deus. Eu sei que é o Senhor Deus quem me ajuda, sei que é ele quem me defende. Que Deus faça com que a maldade dos meus inimigos se vire contra eles mesmos! Ele é fiel e por isso os destruirá. Ó Senhor Deus, de boa vontade eu te oferecerei sacrifícios e te louvarei porque és bom. Tu me livraste de todas as minhas aflições”. (Salmo 54).
Neste salmo Davi coloca seu coração em forma de petição e mostra que sabe que Deus está atento aos desmandos que pessoas com índole má procuram fazer para atacar o servo de Deus.
Suas palavras são de confiança e reconhecimento da bondade divina e se coloca nas mãos do Senhor. Ele mostra também que sua confiança está depositada no trono de Deus e ele sabe que, ‘Eu sei que é o Senhor Deus quem me ajuda, sei que é ele quem me defende’. Sua promessa a Deus é de que ele fará o que agrada ao Senhor louvando o seu Nome.
Como Davi, precisamos colocar nossas ansiedades para que o Senhor seja o juiz que somente age com justiça para com todos. O Senhor deseja que O busquemos em oração e coloquemos nossos problemas no Seu trono.

Léo Lima

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

PRÁTICA DE AMOR

“E quem é meu próximo?” (Lucas 10.29).
A cada dia que vivemos podemos ter pessoas desconhecidas que se aproximam de nós. Alguns se chegam mostrando a necessidade que estão vivendo, outros simplesmente para uma saudação.
Quando batem à nossa porta algumas vezes temos certo receio. As notícias mostram o que está acontecendo de ruim para quem se mostra mais acessível. Infelizmente não podemos ter confiança total.
Jesus mostra nesta parábola do Bom Samaritano que o - passar de largo – ou seja, não nos preocuparmos com o que acontece com o outro não é a melhor atitude. Ele mostrou que devemos dar atenção a todos os que nos procuram, ou mesmo que estão próximos. ‘– O Rei responderá: ‘Eu afirmo a vocês que isto é verdade: todas as vezes que vocês deixaram de ajudar uma destas pessoas mais humildes, foi a mim que deixaram de ajudar’. (Mateus 25.41).
Paulo fala sobre o resultado de ter o Espírito Santo: ‘Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, 23a humildade e o domínio próprio. E contra essas coisas não existe lei’. (Gálatas 5.22-23). O coração necessita de exercícios e estender a mão e ajudar quem precisa é um deles.

Léo Lima