COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

DIÁLOGO


Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16.33).

É sabido que Deus conversava com Adão desde o princípio e era uma conversa entre amigos. (Gênesis 3.8-11). Sabemos, também, que este diálogo foi cortado porque houve desobediência por parte do homem, pois Deus lhes havia dito que poderiam fazer de tudo, mas que de uma determinada árvore, eles não poderiam comer. No texto acima vemos as palavras de Jesus para os seus discípulos. Ele conversava com os seus seguidores como com amigos.

Precisamos ter pessoas com quem conversar. Esta é uma necessidade natural para que haja harmonia entre as pessoas. São muitas as coisas  necessárias a cada ser humano e o diálogo é uma delas.

Na conversa que Jesus teve com seus discípulos, Ele mostrava como deveria ser a vida deles após a sua morte. Esta era uma conversa de despedida. Muitos foram os conselhos que Jesus deixou para os seus seguidores. Dizia como as conversas seriam para ficar na lembrança após a sua ida para Deus e que cada um poderia fazer pedidos a Deus, se se fosse feito em nome de Jesus. Que promessa! Tudo de mal que pudesse acontecer, mesmo assim, em Jesus, eles teriam paz. Que tranquilidade o Mestre estava colocando naqueles corações que viriam ficar angustiados nas muitas situações que enfrentariam após a ida de Jesus para os céus. 

A realidade deste mundo é esta: muita aflição. Mas se estivermos firmados em Cristo Jesus, desfrutaremos de muita paz. Foi o que Ele prometeu e todo aquele que se aproxima Dele aceitando o perdão que somente Jesus pode dar, esse que assim fizer vive em paz. 

Esta conversa com Jesus infundiu profunda paz nos seus seguidores e continua a dar este mesmo sentimento a todos os que buscam no Senhor a esperança que se renova a cada dia. Jesus prometeu e dá a paz. Ele prometeu que poderíamos conversar com Deus e que receberíamos se o fizermos em Seu nome. 

Ainda hoje estas palavras de Jesus, soam com a mesma intensidade, com o mesmo realismo. Podemos desfrutar desta promessa feita por Jesus aos seus amigos diletos. 

Jesus deseja ser seu amigo e conversar com você.
Léo Lima

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

AFLIÇÃO


Hoje nossa reflexão se baseia nos versículos 153 até o 160 do salmo 119. A letra hebraica que inicia este texto é Resh.

153 Olha para a minha aflição e livra-me, pois não me esqueci da tua lei. 154 Pleiteia a minha causa e livra-me; vivifica-me, segundo a tua palavra. 155 A salvação está longe dos ímpios, pois não buscam os teus estatutos. 156 Muitas são, ó Senhor, as tuas misericórdias; vivifica-me, segundo os teus juízos. 157 Muitos são os meus perseguidores e os meus inimigos; mas não me desvio dos teus testemunhos. 158 Vi os transgressores e me afligi, porque não observam a tua palavra. 159 Considera como amo os teus preceitos; vivifica-me, ó Senhor, segundo a tua benignidade. 160 A tua palavra é a verdade desde o princípio, e cada um dos teus juízos dura para sempre.
Liberta-me Senhor desta aflição que me castiga, o Senhor sabe que não me esqueço da tua palavra. Vem me defender e vem com cuidado julgar a minha causa, livra-me Senhor. Dá-me vida nova de acordo com a tua palavra. Os que se distanciam do Senhor estão longe da tua salvação, visto que eles não querem conhecer os teus estatutos.
As tuas misericórdias são muitas, elas nos visitam a cada dia renovadas. Dá-me nova vida de acordo com as tuas promessas. Todos aqueles que me perseguem e que não são meus amigos são muitos. Entretanto não me afasto da tua lei. Quando vejo aqueles que estão distantes do Senhor me aflijo pois sei que sou responsável por anunciar a tua palavra, dá-me vida abundante para que eu possa fazer a tua vontade e assim anunciar os teus preceitos àqueles que estão distantes de ti.
Analisa meu ser e vê o tanto que amo a tua palavra. Dá-me vida nova, meu Senhor, conforme as tuas benignidades. Sei que a tua lei é o que necessito como verdade para o meu viver. A tua palavra é verdade desde o início de tudo, e cada juízo teu dura eternamente.
Que eu saiba viver a tua palavra!
Léo Lima

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

BRISA DE AMOR


Não esmagará a cana quebrada, e não apagará o morrão que fumega, até que faça triunfar o juízo.” (Mateus 12.20).

Durante a vida de Jesus aqui na terra, todo seu ministério foi uma escola vivida por muitas pessoas que testemunharam a forma mais humana, mais amorosa e misericordiosa de tratar as pessoas. Ele considerava cada ser humano  precioso, sensível, como se o que fumega fosse espalhado pela mais leve brisa;  como se uma cana seca que pudesse ser quebrada ao mais leve toque, ou ainda, como se a centelha existente pudesse apagar-se com facilidade.

A vida de Jesus estava dentro da vontade de Deus. Ele sabia  como tratar cada criatura. 

O Mestre, com sua misericórdia, seu amor sem medida, seu querer bem, tratava a todos com extremo zelo. Seu terno amor logo era notado diante da Sua empatia, o sofrer com o próximo. Esta atitude era  natural Nele.

Como estamos nos portando diante das pessoas que nos cercam? Como estamos tratando aqueles que de nós estão próximos? Muitas vezes é necessário que uma brisa do nosso amor, brisa somente, perpasse por cada um destes que diante de nós estão. Uma brisa de amor, de perdão, de amizade! É uma brisa somente o que muitos esperam de nós!

Você crê que é Jesus aquele que venceu a morte? Jesus que pode dar a liberdade eterna para que você usufrua de uma vida eterna com Deus? Aceite que a brisa do amor de Deus toque a sua vida e permaneça em você.
Léo Lima

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

NO VALE


Mesmo quando eu andar por um vale de trevas e morte, não temerei perigo algum, pois tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me protegem. (Salmo 23.4).

Estar no escuro não é muito agradável. Se eu fechar os olhos e começar a andar terei algumas reações. Em primeiro lugar preciso conhecer bastante o lugar por onde vou andar. Segundo tenho que me lembrar das coisas que podem estar no meu caminho. Outra possibilidade é alguém me dar a mão e então terei maior segurança ao dar os passos. Ao nos recordarmos do salmo que diz, “Ainda que ande pelo vale da sombra da morte não temerei nenhum mal.” O salmista falou estas palavras em um momento de aflição. A sombra é mais escura do que o lugar ao ar livre. O vale fica em lugar mais profundo, portanto é mais escuro. O salmista está dizendo que em qualquer situação que ele esteja ele não se sente só ou com medo.

Quanto ao fato de andar com os olhos fechados já sabemos que não é o ideal. Ele ao dizer estas palavras está demonstrando que sua fé é inabalável. Ele pode estar na situação mais difícil que o medo não tomará conta do seu coração.

O que motiva o salmista é a fé de que existe um pastor que é o Senhor e está sempre ao seu lado. Pois Ele conhece o caminho a ser percorrido, o Senhor mostra o que porventura o salmista se esqueceu e sente tantas vezes que uma mão firme e amorosa segura a sua na jornada.

Com fé no Senhor é possível seguir 
mesmo que no vale de trevas e obstáculos.
Léo Lima

domingo, 24 de fevereiro de 2013

VITÓRIA


Todos nós gostamos de vivenciar vitórias. Muitas vezes fazemos um esforço sobrenatural  para atingirmos um alvo e sermos vitoriosos! Sim, a vitória para cada ser humano representa ultrapassar seus limites físicos, emocionais e até intelectuais. Para alguns, a vitória está em chegar ao final de uma disputa, não importa se em último lugar! Para este, participar, é a VITÓRIA! Para outros vale somente o primeiro lugar!

O que vamos refletir é algo único para a vida de toda a criatura humana. Sem vitória  a vida não teria significado. A existência seria vazia e sem perspectiva. O apóstolo Paulo disse que: “Somos mais do que vencedores por aquele que nos amou”. Sim, é sobre esta vitória que refletimos agora. A Vitória Pela Cruz! 

Para que Paulo pudesse afirmar isto, foi necessário que Jesus morresse na cruz por todos. Em João 3:16, lemos: “Porque Deus amou tanto o mundo que deu seu Filho único, para que todo aquele que crer nEle não pereça, mas tenha a vida eterna.” É justamente esta vida eterna que nos é garantida por Jesus após Sua morte na cruz e sua ressurreição que nos motiva a concordar com Paulo que: “Somos mais que vitoriosos!” 

Para que possamos viver esta e outras vitórias espirituais, nós precisamos, como diz o texto de João, “crer”, é através deste ato que poderemos conhecer a redenção, usufruir a paz, e ter a certeza da Vitória final, que é viver eternamente com Deus!

O Senhor Deus amou o mundo de tal forma que 
dá a vitória sobre a morte.
Léo Lima

sábado, 23 de fevereiro de 2013

PROMESSAS



Feliz é aquele que nas aflições continua fiel. Porque, depois de sair aprovado dessas aflições, receberá a  vida, o prêmio que Deus tem prometido aos que o amam.” (Tiago  1.12).

Temos observado algumas das promessas de Deus impressas nas Escrituras Sagradas. Hoje vamos pensar em como será a  recompensa que Ele prometeu aos seus filhos, aqueles que lhe  são fiéis.  A promessa divina é que todos os que são fiéis  à  sua Palavra  serão  felizes.  E  depois que  sair  aprovado das aflições  deste mundo, receberá além de desfrutar da vida eterna ainda a graça de ver o Senhor nos céus. É este o prêmio  que Deus  promete aos que o amam. Mas esta vida é a que Jesus Cristo outorgou.

O que você tem feito com sua vida? Como está o  seu viver? Você é um filho de Deus que aguarda nas promessas do Senhor? Para se tornar um  filho  de Deus  é preciso reconhecer que Jesus Cristo é o Senhor,  que  Ele veio a este mundo e se entregou em amor por nós, assumindo o nosso lugar na morte. Logo após a sua ressurreição, Jesus Cristo venceu  a  morte, com isso pode nos oferecer a  vida  eterna  com Deus!

Em tudo você pode ser mais que vencedor, como disse o apóstolo Paulo, mas saiba que as aflições virão,  elas serão, muitas vezes, acima de suas forças. Mas se você estiver seguro nos braços de Jesus, você  receberá o prêmio  que Deus tem preparado para todos os que O amam!

Deus oferece a vida eterna. Aceite-a!
Léo Lima

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

EM ORAÇÃO


A nossa reflexão de hoje se baseia nos versículos 145 até o 152 do salmo 119. A letra hebraica que inicia este texto é Cofe.

Clamei de todo o meu coração; escuta-me, Senhor, e guardarei os teus estatutos. A ti te invoquei; salva-me, e guardarei os teus testemunhos. Antecipei-me à alva da manhã e clamei; esperei na tua palavra. Os meus olhos anteciparam-me às vigílias da noite, para meditar na tua palavra. Ouve a minha voz, segundo a tua benignidade; vivifica-me, ó Senhor, segundo o teu juízo. Aproximam-se os que seguem aos malvados; afastam-se da tua lei. Tu estás perto, ó Senhor, e todos os teus mandamentos são a verdade. Acerca dos teus testemunhos eu soube, desde a antiguidade, que tu os fundaste para sempre. 
Me prostro em oração e clamo com toda a minha alma! Ouça este grito que em aflição lanço a Ti. Senhor, prometo que conservarei em meu coração os teus mandamentos. Invoco a ti; vem em meu socorro, e continuarei a guardar os teus estatutos. Hoje despertei antes que a claridade se fizesse, era escuro e supliquei. Aguardo com a tua palavra ante meus olhos. Eles me despertaram na madrugada silente, e isso aconteceu para que eu meditasse nos teus mandamentos!
Que os teus ouvidos estejam atentos à minha voz quando clamo, de acordo com a tua beneficência. Vem me dar novo ânimo, ó Senhor, segundo a tua justiça. Sinto que algumas pessoas estranhas vão em busca de coisas que o Senhor não aprova e muitos os seguem afastam-se cada vez mais de ti e do teu amor! Sei que estás pertinho de mim, meu Pai, e sei também que toda a tua palavra é a verdade. Conheço os teus ensinamentos há tanto tempo que me vejo submissa à tua vontade, pois nos destes a tua palavra para que dure para sempre. Como é bom conhecer e viver de acordo com os teus preceitos!
Diante de ti me prostro em oração!
Léo Lima

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

SALVAÇÃO


Bendito seja o Senhor, que diariamente leva a nossa carga, o Deus que é a nossa salvação.” (Salmo 68.19).

Todos nós sentimos algumas vezes, um cansaço superior ao que nos é normal. Temos problemas que nos parecem sem solução e com isto o nosso bem estar natural diminui. Todos temos um fardo que nos é pesado. Para cada pessoa é um tipo de problema. Eles estão rondando-nos a cada dia. Estão a nos desafiar constantemente.

Entretanto, para nós os que cremos em Cristo e já vivemos a experiência da salvação, sabemos que existem muitas promessas feitas por Deus, o Pai; dentre estas promessas podemos destacar como dádiva bendita, o glorioso presente que podemos usufruir no nosso dia a dia, pois Ele, o nosso Cristo, é quem  nos oferece um fardo leve: “Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus 11.30).

O que mais poderíamos desejar do nosso Deus? “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.” Promete o Senhor. (Mateus 11.28). Nosso Pai, além de ser presente a cada momento, leva as nossas angústias, as nossas preocupações, todo nosso sofrimento. Alivia-nos da opressão. Acompanha-nos em nossa jornada. Somente o nosso Deus é quem nos proporciona este bem estar, que nos dá esta alegria vivida em cada passo que damos. Somente Ele é a nossa salvação!

O Senhor já é o seu Salvador? Ele já realizou a maior obra em sua vida? A salvação é o maior milagre e Deus deseja que você seja mais um a usufruir deste bem sem igual. Ele quer ser presente em seu viver a cada momento . Entregue a sua vida nas mãos do Senhor porque: “Louvado seja o Senhor, que dia a dia leva as nossas cargas! Deus é a nossa salvação.”.
Léo Lima

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

CUIDADO


Tu visitas a terra, e a regas; grandemente a enriqueces; o rio de Deus está cheio d’água; tu lhe dás o trigo, quando assim a tens preparado.” (Salmo 65.9).

Recebemos várias visitas, entretanto, existem aquelas que são especiais. Pessoas que quando chegam só nos proporcionam alegria. É uma parte de tudo que desejamos! É uma visita gloriosa! No texto acima, vemos a referência do poeta sobre uma visita muito especial, é a visita do Criador e sustentador de todas as coisas! 

Precisamos ter sempre a necessidade desta sublime visita, ou mais, ter constantemente a presença de Deus em nós, em nossa casa. É Deus quem proporciona todo bem estar necessário para harmonizar as coisas maravilhosas que Ele criou! Se hoje a natureza sofre malefícios provocados pelo homem e o progresso que devassa, Deus está atento e requer que este mesmo ser humano se conscientize, de que é ele, só ele,  quem deve zelar por tudo que deverá ser-lhe útil, e mais, quem irá melhorar sua existência enquanto na terra! 

O Pai nos oferece e nos deixa servir-nos de tudo que Ele criou para nosso bem estar, basta então, que saibamos zelar por este mundo tão precioso! Ele rega a terra e a faz produzir frutos, frutos estes que irão nos proporcionar uma vida mais saudável! 

Para nós basta que saiamos de nós, do nosso mundo egoísta, para desfrutarmos de todas as riquezas que estão à nossa disposição desde a criação do mundo! Deus nos visita coroando-nos de bênçãos inefáveis, dando-nos tudo que necessitamos, enfim, proporcionando aquilo que nos é necessário para o nosso bem estar. 

Se nos propusermos a ser almas frutíferas, produziremos boas obras em amor. Obras que não serão motivo para termos a vida eterna, pois a vida eterna nos está garantida por Cristo Jesus, entretanto, boas obras como gratidão pelas infinitas misericórdias de Deus! Aí sim, estaremos vendo desabrochar os frutos de amor, como resultado do Amor de Deus em nós. Isto se permitirmos que o Glorioso visitante faça morada em nós. Que Deus esteja em nosso interior!

Que possamos estar preparados para receber este importante hóspede e que O tenhamos conosco.
Léo Lima

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

CUMPLICIDADE


O que fazer para que nossos relacionamentos tenham Cristo Jesus como centro?

Um Bom começo: “Eu descobri mais outra coisa neste mundo: nem sempre são os corredores mais velozes que ganham as corridas; nem sempre são os soldados mais valentes que ganham as batalhas. Notei ainda que as pessoas mais sábias nem sempre têm o que comer e que as mais inteligentes nem sempre ficam ricas. Notei que as pessoas mais capazes nem sempre alcançam altas posições.” (Eclesiastes 9:11). Estas situações acontecem no caminho de todas as pessoas. Se olharmos ao redor e não prestarmos atenção nas pessoas com as quais convivemos e nos distanciarmos dos seus sonhos e desejos, podemos até ter um bom relacionamento no início, mas logo veremos que as coisas vão se transformando em rotina e logo nada percebemos, pois estamos muito ocupados.

E como diz o sábio em Eclesiastes 11:10: “Não deixe que nada o preocupe ou faça sofrer, pois a mocidade dura pouco.” e ainda: “Afasta, pois do teu coração o desgosto e remove da tua carne a dor, porque a juventude e primavera da vida são vaidade.” Sim. É verdade. A vida passa velozmente e nosso problema é mais importante do que os do nosso próximo. Se as pessoas conseguirem separar nos relacionamentos o ‘EU’ do ‘Seu’, poderão sem sombra de dúvidas viverem em harmonia com todos.

Então, para se ter um bom relacionamento com nosso próximo é ideal e necessário que haja: FIDELIDADE, AMIZADE e CUMPLICIDADE. Estas qualidades devem fazer parte do dia a dia daqueles que vivem o dia a dia próximas umas das outras.

Entretanto, não podemos nos esquecer de que o sentimento que deve dominar nossos corações e nossas atitudes é a fidelidade que deve se fazer presente em todas as situações; a amizade que sobrevive às grandes paixões e, finalmente, a cumplicidade, aquele trocar de olhos que dizem tudo que precisa ser dito. Com o passar do tempo e o conhecimento mútuo, o amor, o querer bem, além do gostar tendem a crescer a cada momento que estivermos juntos.

A fidelidade, a amizade e a cumplicidade precisam andar de mãos dadas para uma boa convivência!
Léo Lima

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

PEDIR


“Também te dou o que não pediste, assim riquezas como glória; de modo que não haverá teu igual entre os reis, por todos os teus dias.” (I Reis 3.13).

Pedimos muito a Deus. Às vezes até sem pensarmos. Mas em especial quando as coisas não estão indo muito bem. Pedimos, pedimos... os nossos pedidos são variados e muitas vezes não estamos pedindo como devemos. Até mesmo, distraidamente, ou em um momento de raiva chegamos a pedir vingança.

Vemos no texto acima a resposta de Deus a uma oração especial do rei Salomão. Salomão pediu simplesmente - sabedoria - (I Reis 3.7-9) pois ele desejava possuí-la para reinar com justiça. Deus, que conhece o nosso coração, os nossos pensamentos e os nossos sentimentos, ouviu o pedido do rei, viu a sinceridade que havia em seu coração, e respondeu: “Te dou um coração sábio e entendido, de maneira que antes de ti não houve igual, nem depois de ti o haverá.” v. 12. Vemos ainda, e o que é mais importante, Deus acrescentando: “também até o que não pediste eu te dou, assim riquezas como glória;” mais adiante a promessa de maiores bênçãos, “se andares nos meus caminhos, e guardares os meus  mandamentos, prolongarei os teus dias.” (v. 14).

Como é fácil chegarmos diante do Senhor e colocarmos as nossas ansiedades, as nossas petições, as nossas aflições! E todas as outras coisas nos serão acrescentadas. É esta a promessa que temos Dele! E ainda como disse ao rei, existe uma condição para que sejamos atendidos em nossos desejos e vontades. Precisamos andar nos caminhos do Senhor,  guardar os seus mandamentos, acima de tudo, fazer a vontade do Pai. Então sem que precisemos aguardar com ansiedade recebemos. Temos em nossas vidas recebido do Senhor muito além daquilo que pedimos.

E Deus lhe acrescentará. Basta que tenhamos sabedoria em pedir. E se ainda não possuímos sabedoria, peçamos que Deus mesmo dará. E dará muito além das nossas expectativas. Ele nos supre em tudo que nos falta! Peça agora mesmo a Deus a salvação e uma vida com Ele.
Léo Lima

domingo, 17 de fevereiro de 2013

ESCOLHAS


Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vivo-a na fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim.” (Gálatas 2.20).

O homem tem um privilégio singular: Escolher o seu caminho. Escolher o que fazer da sua vida. Todos têm um alvo a atingir. Se bom ou ruim depende de cada escolha. Ele armazena todos os seus esforços para atingir suas metas. Os caminhos que terá que percorrer, os empecilhos a vencer, as barreiras a derrubar, os espinhos a quebrar, para tudo ele terá forças que foram armazenadas para seu objetivo. Ao conseguir ver e viver a vitória sorrindo-lhe do seu interior, sem dúvida, brotará a mais aguardada exclamação: Venci! Consegui!

Paulo, ferrenho perseguidor dos cristãos, por achar-se em seu direito, sendo um judeu praticante de suas leis, defronta-se com o maior milagre, em um momento em que partia para praticar o seu objetivo maior: “destruir os cristãos!” Este milagre deu-se de uma forma inédita, pois Jesus a quem ele perseguia, perguntou-lhe: “Saulo, por que me persegues?” logo a resposta veio da parte do então perseguidor: “Senhor, que queres que eu faça?” A partir deste acontecimento, que mudou totalmente sua meta, agora ele deveria anunciar a salvação do Senhor a quem antes perseguia, e passou a viver para Deus como único ideal de sua vida. Testemunhou a graça salvadora, e o fez de tal maneira que Cristo foi conhecido até de outros povos que eram chamados de gentios. Ele não se cansava de falar do amor de Cristo.

Ao imaginarmos Paulo tendo condições de exclamar: “Logo já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim!” podemos concluir que o nosso amor, pelo amor demonstrado por Deus a cada um de nós, não está sendo praticado como é preciso. Vivo pela fé. Muitas vezes pensamos que quando fazemos o bem àqueles que estão ao nosso redor, estamos fazendo tudo para termos o céu! Vemos aí que isto não é nada, pois quando o homem pensa assim e continua sua vida desregrada, fazendo tudo que suas emoções lhe insinuam, ele está  muito distante de poder dizer: “Cristo vive em mim”. 
A meta que cada pessoa deve perseguir 
é uma vida em que Cristo reine!
Léo Lima

sábado, 16 de fevereiro de 2013

APROVADO


"A fé que tens, guarda-a contigo mesmo diante de Deus. Bem-aventurado aquele que não se condena a si mesmo naquilo que aprova.” (Romanos 14.22).

Em outra versão a expressão é uma interrogação: “Tens tu fé? tem-na em ti mesmo...” mas como não vamos nos deter apenas nestas palavras, podemos sim, nos valer da fé que está em nós. Nós os salvos a quem Paulo falava. Os crentes de Roma. O cristão cheio do Espírito Santo deve ter fé em suas possibilidades, pois é o próprio Deus que dá. Quando estivermos cheios do poder de Deus, podemos realizar coisas que não imaginamos. E se isto ocorrer de fato, poderemos ser felizes em não condenarmos nossos atos diante de Deus. É preciso sermos sinceros em nossos pensamentos e atitudes.

O que acontece com a maioria das pessoas que estão distantes de Deus, é que elas estão com fé no Deus Todo-poderoso, assim nem em seu potencial, e mais, elas afirmam que conseguem vencer por si mesmas. Esta é uma situação que nos defrontamos constantemente, e diante disto podemos somente mostrar que este distanciamento de Deus pode, no futuro, provocar-lhes um vazio profundo.

É preciso ter convicção de que a nossa fé está diante de Deus, sem jamais duvidarmos de que Ele pode proporcionar alegrias e grandes realizações por sua presença em nós. Quando esta fé estiver plenamente em nós, teremos condições de não nos condenarmos naquilo que aprovamos, pois que o Senhor já aprovou antes. A nossa fé precisa ser vista por nós como vemos o preto no branco! "Mas guarde entre você mesmo e Deus o que você crê a respeito desse assunto. Feliz a pessoa que não é condenada pela consciência quando faz o que acha que deve fazer."

Como é bom termos fé num Deus vivo que existe 
por toda a eternidade desde o princípio!
Léo Lima

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

ASCENDÊNCIA

O que compartilho neste dia é uma poesia inédita que escrevi e guardei. Ela me falou desde o momento em que nasceu. Tantas vezes nos defrontamos conosco e nossa incapacidade de chegar aonde nossos sonhos desejam. Para o cristão a escalada para o céu também tem muitas pedras no caminho. O que diferencia cada um é que uns dão valor ao ter e outros ao ser. Quando se busca escalar o monte da vida para que o ser seja revestido pelo amor de Deus e não somente em obter poder e tantas outras coisas é que as pedras não vão impedir a vitória. Que o Senhor seja louvado em nós.
ascendência
Na longa escalada
Buscando alucinada
O quê? Nada?
Nesta busca constante
De galgar num instante
Posições importantes.
É o Eu que predomina
Na ínfima, 
Pequenina criatura,
Que tateando procura
Subir, subir às alturas
Saltando todos os muros.
O olhar fito no escuro
Acha-se muito segura
Sem perceber o pedrisco
Tal, nos olhos, o cisco
Que a fará vacilar,
Oscilar, cair!
Como o alpinista que luta, 
Se arrisca na louca conquista,
Quando volta à pista
Ao indagar-lhe alguém:
- Venceste a escalada?
- Que nada!
- Que te fez retornar?
Abrindo a palma da mão
Um pedrisco
Quase um cisco!!! 
Léo Lima

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

ESCUDO

Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.” (Efésios 6.16).

Desde o nascimento cada um de nós possuímos, naturalmente, várias formas de defesa. Uma delas é o choro. Defendemo-nos de tudo que possa nos ferir. Em cada passo que damos, em cada palavra que preparamos para dizer, muitas vezes, é imperceptível, mas estamos nos defendendo.

Paulo escrevendo aos cristãos da igreja de Éfeso, aconselha-os quanto às lutas que enfrentariam e procura persuadi-los referente à santidade de vida e tudo que de mais sério viria a acontecer. Ele disse: “Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e, sim, contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.” Portanto, é neste ponto que, após mostrar contra quem se deve lutar, ele recomenda como o cristão deve se preparar contra as ciladas ardilosas. De qualquer maneira os dardos do inimigo devem ser apagados e eliminados da nossa vida. É preciso que estejamos firmes e vigilantes a cada momento empunhando sempre o escudo da fé, ou seja, tendo o coração cheio de fé. É este o segredo para vencer esta batalha. O escudo defendia o guerreiro contra os ataques inimigos. O escudo que o Senhor oferece acompanhado da fé apagará todos os ataques que possam vir em nossa direção!

Não precisamos de outra forma de defesa, esta é a mais segura. Pois, quanto maior for a nossa fé, mais firme, mais resistente será este escudo. Por maior a luta que tenhamos que enfrentar ele a eliminará!

Em todo momento é necessário estar revestido desta armadura, desta fonte de defesa que vem de Deus. O escudo da fé é, sobretudo, uma certeza de que estamos revestidos do poder do alto.

O escudo da fé é parte do equipamento que você usa diariamente? Busque em Cristo Jesus que Ele vai lhe dar mais esta proteção.
Léo Lima

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

LEVANTA

Levanta-te, resplandece, porque já vem a tua luz.” (Isaías 60.1a).

O ato de levantar é algo que precisa de vários movimentos. Ao acordarmos pela manhã, nós abrimos os nossos olhos, primeira atitude, primeiro movimento.

Logo pensamos o que faremos ou quem sabe, que dia é este??? Ou tantas outras indagações que temos ao despertar. Portanto, o pensamento é a segunda atividade que temos ao despertar.

Em seguida espreguiçamos, nos sentamos para que possamos nos levantar. Mas ainda, muitas vezes, sentados, elevamos nosso coração e mente a Deus para agradecer a noite de descanso e o dia que temos diante de nós. Ao sentarmos temos que movimentar nosso corpo como um todo. Portanto, nossos movimentos vão se tornando maiores e eles vão tomando todo o nosso corpo. Quando ficamos em pé, aí sim nós estamos prontos para iniciar a caminhada deste dia que Deus nos oferece.

A rainha Vastí, (Ester 1.11-12) quando desobedeceu às ordens do rei Xerxes mostrou dignidade mesmo contrariando as ordens dadas por ele. Ela estava dando um banquete às esposas dos convidados do Rei. Estava agindo. Estava se movimentando. Ela sentiu o quanto ele era tirano e tratava a mulher como um objeto a ser exibido v.11. Ela sentiu que se não desobedecesse naquele momento jamais seria ela mesma v. 12. Mas esta rainha não conseguia compreender que estava servindo para um propósito de Deus para o seu povo.

Foi então que o Rei solicitou que se fizesse um concurso para escolher nova rainha e então Mardoqueu enviou Ester, sua prima que era muito linda para ser vista pelo Rei. Sabemos que ela foi escolhida. Mardoqueu pediu que Ester se dedicasse totalmente a fazer aquilo que ele estaria orientando. E ela fez dessa forma e foi movida pelo amor ao seu povo.

Deus deseja que estejamos nos movimentando a cada 
manhã no amor que Ele colocou em nosso coração.
Léo Lima

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

JUSTO


"Justo és, ó Senhor, e retos são os teus juízos. Os teus testemunhos, que ordenaste, são retos e muito fiéis. O meu zelo me consumiu, porque os meus inimigos se esqueceram da tua palavra. A tua palavra é muito pura; por isso, o teu servo a ama. Pequeno sou e desprezado, mas não me esqueço dos teus mandamentos. A tua justiça é uma justiça eterna, e a tua lei é a verdade. Aperto e angústia se apoderam de mim; não obstante, os teus mandamentos são o meu prazer. A justiça dos teus testemunhos é eterna; dá-me inteligência, e viverei." (Salmos 119.137-144).
Maravilhoso Deus! A justiça a ti pertence. São retos os teus preceitos e fazem com que sejamos justificados pelo teu amor. Também os teus estatutos, todos os que ordenastes, são fiéis e retos diante dos teus filhos. Como é tranquilizador andar neles.
O meu cuidado com a tua palavra vem me mortifica, porque muitos daqueles que conheço se esqueceram da tua lei. Ela é pura, mais pura do que podemos imaginar na nossa limitação e convivência com o pecado. Este é mais um dos motivos porque a amo. Esta pureza que adentra meu ser.
Sei que sou pequena e tantas vezes ignorada por muitos, entretanto não posso e não quero me esquecer dos teus mandamentos. Eterna é a tua justiça e a tua lei é o que de mais precioso nos temos. Ela é verdadeira.
Muitas vezes sinto-me cercada pela angústia que me visita e junto vem um aperto no peito, mas ainda assim, meu deleite está na tua palavra. Preciso de inteligência para compreender toda a justiça que compõe a tua palavra. Só assim viverei a paz que vem de ti!
Léo Lima

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

COM PODER


"E então virá o fim. Cristo destruirá todos os 
governos espirituais, todas as autoridades e poderes 
e entregará o Reino a Deus, o Pai." (I Coríntios 15.24).

Muitas pessoas não acreditam no fim do mundo! "E então virá o fim". Estas palavras do apóstolo Paulo soam como o som da trombeta que será ouvido naquele grande e tremendo dia! Esse acontecimento só será possível porque Jesus Cristo veio a este mundo e com poder venceu a morte. Foi sua ressurreição o principal motivo desta vitória.

Hoje Jesus está triunfante à direita de Deus Pai e intercede por cada um que deseja ser salvo, para que naquele grandioso dia muitos estejam juntos com Ele e por Ele. Tudo que aqui existe terá um fim, somente os salvos terão a vida eterna com Deus, a vida plena, a vida ao lado do cordeiro de Deus. Mas para que este dia chegue é necessário que aqueles que já possuem a salvação façam a sua parte testemunhando e anunciando este amor inigualável que Cristo demonstrou na Cruz do calvário.

Somente crendo na morte e ressurreição de Jesus Cristo o homem pode ser salvo e usufruir das alegrias do céu. É sabido que só depois de todas as pessoas ouvirem conforme narra o evangelho de Mateus 24.14: "E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as gentes, e então virá o fim" é que o Salvador virá com poder e grande glória.

Se neste momento você, que possivelmente nunca ouviu falar de Jesus, do seu inesgotável amor, sua morte e ressurreição, e da sua vinda com grande poder e glória, está, ao ler estas linhas, tomando conhecimento desta mensagem que Deus está enviando ao seu coração: deixe Cristo entrar em sua vida para aí reinar! 

Para que isto aconteça é só você se arrepender dos seus pecados, e confessá-los a Deus o Pai, que está pronto a perdoar e a recebê-lo como filho. 
Léo Lima

domingo, 10 de fevereiro de 2013

SEMENTE


Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento.” (I Coríntios 3.6).

Vivemos nossa vida numa árdua tarefa. Além das atribuições diárias normais, ainda é preciso toda dedicação e amor no desempenho da missão que Deus nos confiou! É preciso lutar contra a miséria do pecado que reina. E nós temos como responsabilidade a transformação de vidas preciosas para Deus a começar com nosso testemunho. Além da estruturação das nossas vidas nos caminhos do Senhor!

Você está regando a semente para que Deus dê o crescimento às vidas que estão próximas de você? É necessário começarmos a trabalhar com vidas que precisam ser construídas a cada passo e por isso cada pessoa é como uma “sementinha de flor!”

Existe um cântico chamado de “A sementinha de Flor”. Que é mais ou menos assim: Uma sementinha de flor, escondida no chão, dormia um sono sossegado e bom. A chuva caiu! O sol brilhou! A sementinha mexia, mexia e acordou! Saiu de casa muito apertada. Levantou os galhos e ficou ajeitada. E depois cresceu, cresceu, cresceu e repleta de flores alegrou o quintal.

Eu vou crescer. Eu vou crescer! Crescer, crescer, crescer. Crescer para Jesus.
E quando eu estiver deste tamanho assim, eu quero trabalhar pra meu Jesus, sem fim.
Tra la la lá. Tra la la lá. “E quando eu estiver deste tamanho assim, Eu quero trabalhar pra meu Jesus, sem fim.”

Precisamos oferecer aos nossos amigos e pessoas próximas além da instrução na Palavra de Deus, que simbolizamos na semente, também dar-lhes o amor, simbolizado na água que vem de Deus e ainda, mostrar-lhes a grandiosa maravilha que é ser a criação máxima de Deus que dá o crescimento aos nossos corpos e mentes.

Senhor, quão GRANDES são as tuas obras! Diante de Ti nos prostramos agradecidos! Sim, por tão Grandiosas Obras do Senhor! Somos agradecidos!

Reflita na letra desta música que é um hino de louvor e adoração: Ao caminhar nas matas e florestas, escuto as aves todas a cantar; olhando os montes, vales e campinas, em tudo vejo teu poder sem par. Quando eu medito em teu amor tão grande, que ofereceu teu filho sobre o altar, maravilhado e agradecido venho também a minha vida te ofertar. Então minha alma canta a ti, Senhor: “Grandioso és tu! Grandioso és tu!” Então minha alma canta a ti, Senhor: “Grandioso és tu! Grandioso és tu!”
Léo Lima

sábado, 9 de fevereiro de 2013

ÁGUA VIVA


Porque, assim como a chuva e a neve descem dos céus e para lá não tornam, mas regam a terra, e a fazem produzir e brotar, para que dê semente ao semeador, e pão ao que come, assim será a palavra que sair da minha boca: ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei.” Isaías 55.10,11.
Podemos nos recordar de como as estações climáticas em nossos dias estão mudadas, até descontroladas. Quanta tristeza percebe-se naquele terreno onde está imperando a seca! Ela demonstra que em seu meio está a fome, a miséria! O semblante das pessoas mostra grande desolação por serem afligidos.
Hoje, estamos vivendo um momento como este, mas no Brasil inteiro. Fala-se em economia de água e de energia elétrica. Para preservação. Notamos então, a importância das coisas que Deus criou! Sabemos também, que o que hoje acontece é em decorrência de um uso desordenado das riquezas naturais.
Então, comprovamos que tudo o que acontece e que vem de Deus é para benefício das suas criaturas. Sua palavra será sempre próspera! Dará vida! Jesus disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Eu sou a água viva quem dela beber nunca terá sede.”
Em cada porção da Palavra de Deus podemos ver uma mensagem que conduz à adoração, à gratidão.
Oração: “Senhor, Deus eterno, Tu somente podes fazer com que a semente que temos para ser lançada atinja vidas ainda necessitadas do teu amor. Que nós, cristãos, possamos semear nas vidas que ainda não conhecem o teu amor para que neste mundo de sofrimentos e dor elas tenham vida plena!”

Léo Lima

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

GLORIFICAÇÃO


 “Os céus manifestam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.” Salmos 19.1.

O universo físico e visível são provas contundentes da grandiosidade e sabedoria de Deus. Estamos constantemente convivendo com este esplendor, sem percebermos as delícias que poderíamos usufruir se parássemos para contemplar, para ouvir, para sentir, para perceber que podemos viver melhor. Uma vida como a sonhada por muitos.

É ante as turbulentas ocorrências do mundo, o ser humano, na sua maioria, está acometido por males como: medo, ansiedade,  esgotamento, stress e outros sentimentos que lhe tiram a paz. Precisamos, através da obra criadora de Deus, deleitarmo-nos vendo a real presença de Deus em nós e em nosso meio. Ante a excelência da criação, podemos ter a sensação do nosso próprio íntimo sendo revelado, bem como sentir presente a face de Deus a nos contemplar!

Pois, os céus revelam a glória de Deus. As Escrituras revelam a Sua Palavra e a Sua vontade e a alma reflete a sua graça, Jesus Cristo, que é a plenitude de Deus entre nós.

Glorioso Senhor nós Te glorificamos!

E dizia: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente na terra, e dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como.” Marcos 4.26,27.

Esta é outra maravilha de Deus. Por menor que seja uma semente ela morre para nascer de novo. Ela se desfaz da vida para que dela venha uma árvore que produzirá frutos. Tudo que ela precisa é ser regada... Cuidada!

Esta é uma lição de Jesus, o Mestre por excelência, mostrando como seria seu reino. O reino espiritual. A semente do evangelho precisa ser semeada e cultivada, esta é uma das tarefas da nossa querida EBD! Contribuir no crescimento do reino que leva à eternidade com Deus.

É preciso que seja lançada a semente para que possa haver frutos dignos da vida eterna! Vidas precisam ser instruídas para conhecer o amor de Deus, e este amor, como a semente, deve germinar para produzir frutos de vidas reconstruídas para a glória de Deus!

Senhor, que sejamos como o semeador! A semente deve ser lançada com força e vigor. Em todo momento. Com determinação. Sem medo ou tremor! Com amor!
Léo Lima