COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

NA CONTRAMÃO!!! continuação...

É uma tarde bastante iluminada. O sol está em seu fulgor em um inverno onde os pássaros cantam e a natureza proclama toda a magnitude divina.
Como falar de contramão quando tudo chama para se estar na 'mão'?
Pensei um pouco mais sobre esta situação. Quando nos postamos diante do volante de um veículo, logo procuramos ver por onde vamos passar para que não incorramos em uma infração. - Andar na contramão.
Há poucos dias estava lendo algo sobre saúde mental e a recomendação foi justamente sair das coisas rotineiras. Ou seja, fazer algo que você ainda não fez. Quando for a um determinado lugar por uma rua em que está habituado, a sugestão é: “procure transitar por outra rua, ou mesmo se for a mesma rua, mudar de calçada - se for a pé - e procurar ver o que antes não havia notado.” Até mesmo em uma tarefa rotineira que tantas vezes fazemos de forma automática e não percebemos o que estamos fazendo. Neste caso a contramão será você prestar mais atenção ao que está fazendo. Olhar com outro olhar para as coisas que estão na sua sala, quarto, cozinha, etc.
Isso pode ocorrer também na nossa vida espiritual. Tornar-se hábito ao fazer determinada coisa sempre da mesma maneira, mecanicamente, e nem mais percebemos o que Deus está falando ao nosso coração. A rotina toma conta do nosso dia e até da nossa intimidade com Deus o que não se deu com os crentes do início do século conforme narra o escrtor Lucas: ”24 Ao ouvirem isto, levantaram unanimemente a voz a Deus e disseram: Senhor, tu que fizeste o céu, a terra, o mar, e tudo o que neles há; 25 que pelo Espírito Santo, por boca de nosso pai Davi, teu servo, disseste: Por que se enfureceram os gentios, e os povos imaginaram coisas vãs? 29 Agora pois, ó Senhor, olha para as suas ameaças, e concede aos teus servos que falem com toda a intrepidez a tua palavra, 30 enquanto estendes a mão para curar e para que se façam sinais e prodígios pelo nome de teu santo Servo Jesus.” O livro de Atos que conta a história do início do cristianismo mostra em seu capítulo quatro uma oração destes irmãos que estavam empolgados e não permitiam que a rotina interferisse na intimidade que eles tinham com o Senhor. No versículo 31 Lucas narrou o que aconteceu depois que eles fizeram esta oração: “Tremeu o lugar em que estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e anunciavam corajosamente a palavra de Deus
Em uma tarde de inverno ensolarado é preciso sair da rotina e olhar o céu e falar com o Criador e dar glórias a Ele que tudo nos concede. Andar na contramão da rotina.
Léo Lima

domingo, 1 de agosto de 2010

NA CONTRAMÃO

Parei na contramão. Esta expressão tornou-se um refrão de uma música cantada por Roberto Carlos, bastante conhecida por aqueles que viveram mais. Mas ao pensar na palavra contramão, queremos separá-la em duas outras palavras muito importantes para nós. CONTRA. Ser contra qualquer coisa muitas vezes é a meta de alguns indivíduos. Para estas pessoas não importa o que é. Se a idéia não partiu delas já é motivo de discordância. Uma pessoa sempre pronta a contra-atacar. Ela se coloca sempre em posição de ataque. Jesus se referiu a algumas pessoas segundo suas palavras no evangelho de Mateus 12.30: "Quem não é comigo é contra mim; e quem comigo não ajunta, espalha." É bem isso que acontece com os do 'contra'.
Entretanto, quando nos referimos à outra palavra que foi desdobrada encontramos um membro do nosso corpo de vital utilidade. A MÃO. Bem, para começar sem a minha mão possivelmente não estaria redigindo este texto. A mão nos ajuda nas mais variadas atividades. Ela nos presenteia com um dos órgãos do sentido. O tato. É com ela que damos e recebemos carinho. É com ela que manifestamos nosso bemquerer ao prepararmos tantas coisas saborosas para os nossos queridos. É com ela que, às vezes, com o coração doído, acenamos num adeus. É com ela que aplaudimos às pessoas que nos encantam. São as mãos que nos oferecem sons que nos levam a sonhar. De novo Jesus se expressou sobre as mãos de forma que Mateus 5.30 diz: "E, se a tua mão direita te faz tropeçar, corta-a e lança-a de ti; pois te é melhor que se perca um dos teus membros do que vá todo o teu corpo para o inferno."
Reflita nestas palavras de Jesus.
Continua...
Léo Lima