COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

DA AURORA AO CREPÚSCULO

Hoje desejo compartilhar mais uma das minhas poesias. Ela diz respeito à natureza criada por Deus. Além dela a conexão entre a criação e a obra que coroou esta criação: O ser humano. Que Deus abençoe sua vida em todas as circunstâncias.

Com vagar demudado, o sol vai surgindo
Coroando de rico festim
A natureza, que recebe seus raios sorrindo
Em tons perpassados de carmezim!

É como o nascer belo da vida demonstrado
Em cada choro primeiro
Na linda criança que surge, e fascinado
Seu papai a beija faceiro!

É a manhã clara, é a alva desta vida
Um ser mui tenro que pranteia.
Orvalhada alvorada, sorridente adeja florida
Esperança pura, doce enleio!
 
 
Ao papai que alegre, seu neném desponta
Como raio que continuará
Num ardente afã de melhores dias, e conta:
- "A minha vida se prolongará!"

Mas eis que chega o meio dia, o astro rei
Ardente, parece querer tudo
Clarear, sem sombras, sem medos, descortinei
Que dele vem toda força, é mudo!...

É da força a hora, é da juventude o vigor
É você apenas que dará
O grande salto, salto para o amor!
Só você o conseguirá...

Luta por dias risonhos, dias mais humanos...
Destes que hora são tristes
Cada hora, cada minuto desfrutamos
Oh jovem! Luta. Persiste!

Breve chega o obumbrar da vida, o ocaso.
Que tristonhos raios lança.
São momentos belos, não mero acaso
Ao céu grito lancinante alcança...

É o clamor da natureza que contrafeita
Diz ao Criador amado:
"A humanidade toda com agreste peito
Tem a Ti crucificado!"

E a hora constante tem refletido
De Cristo o chorar velado!
Pois na labuta sempre há distorcido
O que a você foi revelado!

Obumbrante a alma sente, já sofrendo
O tempo que lhe foi presenteado.
Você, não soube aproveitá-lo, vai morrendo
Sem da vida o bem ter desfrutado.

No entardecer da existência, mansamente,
Taciturno, genuflexo, pensa:
- "Hei passado a vida toda inutilmente?
Não, em Deus tenho a minha crença!"
Léo Lima

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

NA ANGÚSTIA...

Para você. Mais uma das poesias do livro "Vê". Na angústia ... Fita o semblante do Mestre...

Se no seu dia
Constante agonia
Afligindo vai...
Ao seu redor tudo decai,
Tudo evapora,
E grande tortura
Em seu ser murmura...
Você chora...
Seu amigo mais chegado
Se demora?
Acha castigo?
Acha pesado?
Tudo o mais apagado...
Todo pó...
São decepções,
Com lacerações
Em multidão
Para o coração
Que chora, clama...
O seu ser descontente
Aflito, até demente!...
Sem atinar,
Compreender,
Desvendar...
E sempre a sofrer.
Tudo que lhe rodeia
É como do mal a teia...
Tudo escurece.
Ao meio dia, anoitece.
Que agonia!
Amigo,

Volte-se lentamente,

Vagarosamente,

E então como ao formoso cipreste

- Fita o Semblante do Mestre!...
Léo Lima

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

TEMPLO DO TEU AMOR

Hoje estou compartilhando com você mais uma das minhas poesias do livro "Vê". Ela é composta de versos que formam uma oração. E é o desejo expresso por um coração que anseia estar na mais perfeita vontade de Deus. Que o Senhor Jesus abençoe a sua vida.

Senhor, faze em mim
Teu santuário.
Que meu coração em festim
Receba a Tua graça diária. 
Perpassando este templo
Purificando,
Restaurando
Para ser um exemplo.
Tirando
Todas as manchas, nódoas...
O que deixei de fazer
Meu irmão que não vi sofrer.
Meu filho, porventura a esquece.
O pobre, o aflito
O que vive em conflito,
Aquele que busca em vão
Uma Luz, uma Razão.
Meu amigo do coração
Que deixei de dar a mão
Oh, Senhor! Quanta ingratidão!
A mim deste tanto
E no entanto
A sós no meu canto
Minha dor choro,
A alegria canto.
É só eu que preciso?
Oh, não! Se submisso
Me tornar
E em mim Teu templo
Edificares,
Modelares,
Purificares
Prestarei a contento
O culto constante,
E meus semelhantes
Verei consoantes a mim!
Oh! Sim Senhor!
Que eu seja o Templo
Do Teu amor!...
Léo Lima

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

EU SEREI CONTIGO

"Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti." (Isaías 43.2).
Existem dias em que, ao despertarmos, sentimos como se ele fora transformar-se em caudaloso rio prestes a afogar-nos. Tudo nos parece escuro. As águas que tanta atração exercem sobre as nossas emoções, a correnteza que nos fascina em contínua e desigual turbulência, parece provocar-nos um ímpeto atraente por sua voracidade, seu desafio constante, até ameaçador! Sim. Isto pode ocorrer em determinadas manhãs quando os problemas que se nos apresentam tornam-se mais vorazes que caudalosa correnteza, parecendo que estamos prestes a um naufrágio, que estamos sujeitos a submergir em suas ondas. As suas águas tornam-se tão atraentes que nos parecem o melhor e mais prático deixar-nos levar por sua correnteza. Deixar os problemas correrem como as águas!
Mas, se nos voltarmos para as gloriosas promessas do Senhor que penetram em nosso ser podemos ouvir: "Eu serei contigo" e são estas palavras que soam em nosso interior, como se um eco repetisse em maravilhoso sonido: "Eu serei contigo". As águas não mais nos levam ao desespero, os problemas tornam-se suaves, pois estaremos como que deslizando por eles. Por maiores que sejam nossos problemas teremos a chama do amor divino que nos anima, nos conforta e nos conduz. Podemos ver então que nada pode ferir um servo do Senhor, visto que Ele continua a dizer: "Eu serei contigo".
Você já viveu este estado? Consegue acreditar que Jesus pode estar em sua vida aonde quer que você esteja? Ele continua a afirmar: "Eu serei contigo". Jesus pode mudar tudo em sua vida. Aceite viver uma vida feliz com Jesus Cristo.
Léo Lima

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

MANANCIAL DE DEUS

"Quem crê em mim, como diz as Escrituras, rios d’água viva correrão do seu ventre" (João 7.38). " Mas, a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus; aos que crêem no seu nome" (João 1.12).
Ser filho! Esta é uma grande dádiva outorgada à criança, moço ou velho. Costumeiramente para a criança o papai é o grande "herói", razão de imitação, o orgulho despercebido, especialmente quando o seu pai é, na verdade, o "pai camarada"!
E como está dito, para ser filho não se escolhe o pai! Todavia para ser filho do Pai celestial basta uma atitude de fé para recebê-lo como remidor! Crer em Seu nome! Este sim, é um acontecimento único em nossa vida. Termos garantida uma adoção patente, perene, completa! É o amor imedido do Pai que é mais que amigo, é mais que irmão, é o Pai que não falha em momento algum!
E é este Pai amoroso que promete aos seus filhos terem rios de água a jorrar do seu interior. É uma promessa de vida plena na presença Dele. A água é vida que vivifica, impulsiona, dá força ao cansado, que, também, limpa toda sugeira existente.
E Deus, o Pai, nos concede muito mais do que imaginamos. O que precisamos é simplesmente CRER. Crer em Cristo, Filho único de Deus, que está a nos oferecer rios de água viva, podendo proporcionar-nos uma vida com uma fonte abundante! Um Manancial vivo!
Não mais o desespero da sede, não mais o calor ardente do deserto sem Deus, não mais a alma sedenta, não mais o coração sequioso, é assim a vida com Cristo - O Vivo Manancial!
Você deseja conhecer este manancial que é Jesus Cristo? Ele deseja saciar a sua sede de vida. Ele deseja que seus passos o levem a um oásis constante. Basta entregar sua vida a Jesus que Ele fará a mudança total.
Léo Lima

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

LUZ DO ALVORECER

Que bom poder estar postando mais uma mensagem de Deus para os nossos corações. É de Deus pois foi Ele que através da preciosa Palavra inspirou-me após falar ao meu coração a escrever esta reflexão. Que os seus dias desta ano sejam trilhados sob a luz da aurora e que o Senhor possa fazer da sua vida uma vida bem-aventurada.
"Mas a vereda dos justos é como luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. (Provérbios 4.18) O justo anda na sua sinceridade; bem-aventurados serão os seus filhos depois dele." (Provérbios 20.7).

Como é bom podermos contemplar a Luz! Distinguir vultos! Descobrir um botão fazendo-se em flor! Deliciarmo-nos ante as "imperfeições" que perfeitamente formam as mais extasiantes paisagens!
Maravilhoso é para as nossas almas lermos nas Escrituras promessas como as descritas acima. São promessas feitas pelo Senhor para o deleite dos nossos corações.
A promessa é: "O caminho do justo é como a luz da aurora!" O justo terá a beleza e o frescor matinal! O seu perfume deve se espalhar por onde seus passos o levar! Quem ainda não percebeu a beleza que o crepúsculo matinal nos oferece? Quando aspiramos o frescor da manhã sentimos nossas forças revigoradas, nosso descanso torna-se real, nossos sonhos ganham cor. Este pode ser o seu dia de vivê-lo!, a luz da aurora vai aquecendo o nosso otimismo e a presença de Deus torna-se cada vez mais real, mais forte! E eis que a alegria apressa-se a dourar os prados e festejar o horizonte!
Entretanto, o festival chega ao ápice quando em sua aurora o homem percebe que ao andar em integridade com Deus, em sua posteridade, seus filhos serão felizes, após ele. Há poucos dias ouvi dos lábios de uma serva do Senhor que sentia, que mesmo ausente, seu falecido esposo estava proporcionando o mesmo bem estar que quando em vida! Lembrei-me então, que ele havia andado em sinceridade ante Deus, e que sua vida foi como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito! E ele deixou no trono do Senhor suas orações pelos seus. Sim, o que podemos ver não é que ele estava fazendo nada depois que havia partido para o Senhor, mas que sua vida de sinceridade diante de Deus resultava então na bem-aventurança para os seus. Grande exemplo este servo deixou. Procurou viver a aurora do justo!
Você deseja desfrutar das maravilhas de Deus? Este é o momento. Jesus quer fazer da sua vida uma vida cheia do brilho do sol.
Léo Lima