COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

CONVIVÊNCIA



Quem é honesto mostra que teme o Senhor, mas a pessoa que se desvia dos caminhos do Senhor o está desprezando. O tolo orgulhoso sofre por causa das coisas que diz, mas os sábios são protegidos pelas suas próprias palavras. Quem não põe um animal para puxar o arado colhe bem pouco, mas aquele que põe colhe muito. A testemunha verdadeira não mente, mas a falsa diz muitas mentiras”. (Provérbios 14.2-5).
A porção da palavra de Deus hoje ressalta a comunicação de forma verdadeira. Trabalhar com a verdade é uma coisa necessária para o viver. Cada palavra, gesto e atitude que falamos e fazemos TAM suas consequências. A honestidade é uma atitude que agrada ao Senhor e todo aquele que tem como meta de vida ser honesto está agradando a Deus.
Já a pessoa que diz coisas sem se preocupar com aquilo que diz vai sofrer com suas palavras, enquanto que palavras pronunciadas de forma sábia têm suas grandes vantagens. Mentir nunca deve ser uma opção, a verdade deve ser a conduta das pessoas que buscam uma comunicação sadia.
Os provérbios são princípios que despertam em nós atitudes saudáveis, pois eles mostram o lado bom e o ruim das atitudes que tomamos. Que possamos fazer de acordo com estes ensinamentos e que tenhamos a sabedoria de escolher atitudes que favorecem uma boa convivência.
Léo Lima

domingo, 30 de agosto de 2015

HARMONIA



A mulher sábia constrói o seu lar, mas a que não tem juízo o destrói com as próprias mãos”. (Provérbios 14.1).
Desde que a mulher foi criada ela tem grandes responsabilidades. Como companheira ela era e é de grande importância. Logo o Senhor disse que ela e seu companheiro seriam ‘uma só carne’. ‘Por isso, deixa o homem pai e mãe e se une à sua mulher, tornando-se os dois uma só carne’. (Gênesis 2.24).
Desde então a mulher tem sido responsabilizada para grandes tarefas como educar seu filho e compartilhar da vida do seu companheiro. O texto diz que a mulher sábia ‘constrói o seu lar’ e essa função é resultado de uma série de atitudes que farão com que haja harmonia entre os familiares.
Claro que ela não faz tudo sozinha, mas se agir com sabedoria vai fazer com que suas emoções, seu intelecto, sua vida espiritual e material serão vinculadas ao seu companheiro. Com isso ela consegue ‘construir seu lar’ de forma que a família viva em harmonia. ‘A mulher sábia constrói o seu lar’.
Léo Lima

sábado, 29 de agosto de 2015

AMOR QUE TRANSFORMA



O homem bom terá uma herança para deixar para os seus netos, mas a riqueza dos pecadores ficará para as pessoas honestas. As terras dos pobres produzem boas colheitas, mas os homens desonestos não deixam que elas sejam aproveitadas. Quem não castiga o filho não o ama. Quem ama o filho castiga-o enquanto é tempo. As pessoas direitas têm bastante para comer, porém os maus passam fome”. (Provérbios 13.22-25).
Estes conselhos contidos no texto nos fazem refletir sobre as bênçãos que o Senhor dá aos que buscam conhecer e fazer a sua vontade. Não quero fazer apologia à riqueza, mas tenho experiência de que Deus não deixa um servo seu passar por necessidades.
Entretanto o destaque que faço deste texto é o que diz: ‘Quem não castiga o filho não o ama. Quem ama o filho castiga-o enquanto é tempo’. Uma missão muito difícil é educar nossos filhos. O mundo hoje se esquece do pensamento ‘quem ama seu filho corrige’. Prefiro usar esta forma de dizer. O amor de um pai e uma mãe pode ser sentido através das regras impostas por eles.
A palavra de Deus diz que devemos instruir a criança no caminho do bem e ela vai se lembrar mesmo na velhice dos ensinamentos recebidos. Portanto, estes provérbios nos incentivam a sermos honestos conosco mesmos e com o nosso próximo e a amar nossos filhos de forma a ensiná-los a serem honestos.
Léo Lima

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

BOA NOTÍCIA



O mensageiro perverso causa a desgraça, mas o de confiança traz a paz. Quem rejeita a correção acabará pobre e na desgraça, mas quem aceita a repreensão é respeitado. Como é bom conseguir o que a gente deseja! Os que não têm juízo não querem abandonar o mal. Quem anda com os sábios será sábio, mas quem anda com os tolos acabará mal”. (Provérbios 13.17-20).
Que tipo de mensageiro nós somos no nosso dia? Aquele que leva notícias ruins e com más intenções ou aquele que leva notícias confiáveis e que distribui paz? O que se pode dizer ante estas duas atitudes? Será que falta a humildade de aprender e agir de acordo com ensinamentos sábios?
‘Diga-me com quem andas e te direi quem és’ este ditado tem a ver com o texto ‘Quem anda com os sábios será sábio, mas quem anda com os tolos acabará mal’. Temos que escolher como devemos agir em cada dia que recebemos de Deus. Ao amanhecer é bom elevarmos nossa oração ao trono divino e somente assim teremos as vitórias almejadas.
Como é bom conseguir o que a gente deseja!’ Esta afirmativa é correta. Nossos sonhos estão vinculados a termos o objeto sonhado e isso nos dá alegria. Que possamos nos alegrar no Senhor e levarmos a melhor notícia que existe – Jesus Cristo!
Léo Lima

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

ESPERANÇA



A esperança adiada faz o coração ficar doente, mas o desejo realizado enche o coração de vida. Quem despreza os bons conselhos acabará mal, mas quem os segue será recompensado. Os ensinamentos das pessoas sábias são uma fonte de vida; eles ajudam a evitar as armadilhas da morte. Quem tem juízo ganha o respeito de todos, mas quem não merece confiança está caminhando para a desgraça. O homem sensato sempre pensa antes de agir, mas o tolo anuncia a sua ignorância”. (Provérbios 13.12-16).
Como precisamos exercitar a esperança nestes dias de tantas aflições. Se colocarmos nosso pensamento somente nas coisas práticas e nas urgentes estaremos adiando os desejos que nosso coração acalenta. As promessas do Senhor são de vida e vida abundante. O texto alerta a buscarmos um viver sábio.
O salmista disse que ‘Deleita-te no SENHOR, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais Ele fará’. (Salmo 37.4-5). Deleitar é o mesmo que alegrar. A esperança enche o coração de alegria.
Portanto, além da esperança é preciso entregar-se ao Senhor, ou seja, confiar plenamente. E como o início do nosso texto que diz: ‘A esperança adiada faz o coração ficar doente, mas o desejo realizado enche o coração de vida’. Buscar ao Senhor e esperar nele com alegria é a maneira de termos o coração alegre.
Léo Lima