COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

terça-feira, 24 de abril de 2018

LOUVOR E ADORAÇÃO


Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há fala, nem palavras; não se lhes ouve a voz”. (Salmo 19.1-3).
A natureza em todas as quatro estações nos oferece maravilhas indescritíveis que somente Deus pode ser Criador de coisas tão sublimes. Na Bíblia a poesia do salmo enaltece a beleza da criação divina: Que Deus abençoe a sua vida e pense: Deus nos mostra seu amor também, através das lindas coisas que criou.
Eis parte do cântico que o povo de Deus cantou em adoração ao Senhor por todas as maravilhas que eles viviam. ‘Alegre-se a terra, e fique contente o céu. Ruja o mar e todas as criaturas que nele vivem. Alegrem-se os campos e tudo o que há neles. Então as árvores dos bosques gritarão de alegria diante de Deus, o Senhor’. (Salmo 96.11-12).
O salmista ainda canta: ‘Do Senhor é a terra e a sua plenitude o mundo e os que nele habitam’. (Salmo 24.1). O que estamos cantando para louvar e adorar ao Senhor Criador de todas as coisas. As que podemos ver e o que não podemos ver. Louvado seja o nome do Senhor para todo o sempre!
Léo Lima

segunda-feira, 23 de abril de 2018

DESEJO SÁBIO


Eu te peço, ó Deus, que me dês duas coisas antes de eu morrer: não me deixes mentir e não me deixes ficar nem rico nem pobre. Dá-me somente o alimento que preciso para viver. Porque, se eu tiver mais do que o necessário, poderei dizer que não preciso de ti. E, se eu ficar pobre, poderei roubar e assim envergonharei o teu nome, ó meu Deus”. (Provérbios 30.7-9).
Esta é uma oração que serve de exemplo para nossa vida. O sábio desejou diante do Senhor duas coisas fundamentais e que agradam a Deus, não mentir e não ser rico nem pobre. E ele mesmo explicou o motivo deste desejo. Primeiro a mentira Deus abomina, pois o Senhor é a verdade.
Em segundo lugar ele desejou ser uma pessoa remediada. Queria ter o suficiente para uma vida decente. Ter o necessário para viver com dignidade lembra as palavras do Mestre: ‘Jesus então disse aos discípulos: – Eu afirmo a vocês que isto é verdade: é muito difícil um rico entrar no Reino do Céu’. (Mateus 19.23).
Eis algumas virtudes sugeridas por Paulo que devemos preservar: ‘Vocês são o povo de Deus. Ele os amou e os escolheu para serem dele. Portanto, vistam-se de misericórdia, de bondade, de humildade, de delicadeza e de paciência. Não fiquem irritados uns com os outros e perdoem uns aos outros, caso alguém tenha alguma queixa contra outra pessoa. Assim como o Senhor perdoou vocês, perdoem uns aos outros. E, acima de tudo, tenham amor, pois o amor une perfeitamente todas as coisas’. (Colossenses 3.12-14).
Léo Lima

domingo, 22 de abril de 2018

COMPARTILHANDO AMOR


Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia”. (Mateus 5.7).
Compaixão não é uma atitude praticada de forma natural entre as pessoas. Cada um procura com muita pressa, fazer tudo o que lhe interessa e de que necessita, pois o tempo passa muito depressa. Vemos poucas pessoas que exercem a clemência. Sofrer com a miséria e os problemas dos outros é passageiro para nós. Muitas vezes não conseguimos usar de um tempo do nosso sono para orar por aqueles que sofrem tragédias e na marginalidade. Deus, em sua infinita misericórdia e pelo Seu amor, enviou Jesus Cristo que é o motivo que podemos ter a eternidade à disposição de todos os que O buscam.
Antes, quando o povo de Deus se encontrava sofrendo pelo distanciamento de Deus, o profeta Jeremias convidava o povo a reconhecer os seus pecados e lembrava que: ‘As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; novas são cada manhã, grande é a tua fidelidade’. (Lamentações 3.22-23). Este povo vivia de misericórdia em misericórdia.
Agora somos um povo que pode ser salvo pela grandiosa obra milagrosa de Cristo que revela todo amor do Pai para com o ser humano. Jesus dizia ainda no sermão da montanha, que aqueles que sentissem compaixão para com seu próximo seriam felizes, teriam um viver pleno da misericórdia divina. Misericórdia é: compaixão; pena causada pela miséria alheia; perdão concedido por bondade pura; graça ou perdão.
Este sentimento vem de Deus e, se penetrar o nosso coração, logo seremos misericordiosos. Precisamos nos encher do amor e da misericórdia divina para sentirmos o quanto as pessoas precisam de nós. Elas precisam sentir em nós a grandiosidade deste ato que deverá ser o resultado do nosso amor para com Deus, o Pai. Jesus se deu para que a misericórdia de Deus chegasse ao ponto do seu propósito final. A graça salvadora por Jesus Cristo.
Léo Lima

sábado, 21 de abril de 2018

NOVO BATIMENTO


Resolvi postar de novo esta reflexão que fala muito ao meu coração.’
O que faz o coração bater mais rapidamente? Alegria? Tristeza? Ansiedade? O que leva um coração a acelerar seus batimentos? A espera por alguém que não chega? Um pássaro cantando? O medo? A espera por notícias importantes? O olhar nos olhos da pessoa que se ama?
Na verdade cada batimento soa como compasso da vida que se vive. Se o som do coração pudesse ser escutado por todos que se aproximam cada pessoa veria a emoção que se passa no âmago do seu próximo. Um ritmo compassado por toda emoção vivenciada.
Mas a verdade que não cala, mas fala é quando uma das mais fortes sensações visita o ser é que se vai gradativamente percebendo o pom pom, que disfarçadamente visita a alma. O coração bate na alma.
Jesus ofereceu novo batimento. O coração batendo segundo o compasso do coração de Deus. Só há vida se o coração bate. Mas só há vida eterna se o coração bate em compasso com o coração de Deus. Deus é amor. Ele deseja que o amor que Dele emana preencha o seu coração também.
Seu coração vai mostrar que quando Deus reside em você o seu rosto fica mais bonito, pois o Senhor pode criar um novo coração conforme o poeta Davi: ‘Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito estável’. (Salmo 51.10). Então, com o Senhor você poderá mudar não somente o batimento do seu coração como a beleza do seu rosto. ‘O coração alegre aformoseia o rosto, mas com a tristeza do coração o espírito se abate’. (Provérbios 15.13). É que o Senhor transforma a maneira de ver e viver a vida. Cante. Sinta o ritmo do seu coração com Jesus.
Léo Lima

sexta-feira, 20 de abril de 2018

SIMPLESMENTE AMOR

A emoção pura e sobrenatural supera qualquer outra emoção que possamos ter. Ao criar todas as coisas que existe Deus já sabia da minha alegria pela salvação. E é justamente ter certeza disso que mais emociona. Deus me amou antes mesmo de eu existir. Ele me viu ainda informe conforme disse o poeta: ‘Os teus olhos viram a minha substância ainda informe, e no teu livro foram escritos os dias, sim, todos os dias que foram ordenados para mim, quando ainda não havia nem um deles’. (Salmo 139.16).
Você que lê estas palavras concorda comigo? Deus me viu mesmo antes de eu estar totalmente formada e ele sabia que hoje eu estaria com o coração repleto do AMOR Dele. Ágape. Amor sem nenhum outro interesse que o de estar junto partilhando da mesma alegria. Amor puro entre pessoas que gostam de estar juntas.
Entretanto, para se chegar a usufruir desta alegria Deus passou o que de pior podia acontecer, e foi plano Dele mesmo, Jesus morreu e é preciso recordar que a morte é o fim de toda a criatura humana. E, ainda se tem que concordar que esta é a única certeza do ser vivo: A morte. De acordo com a Palavra de Deus, Jesus passou pela morte, mas ressuscitou dentre os mortos com a finalidade de nos dar a Vida. E é justamente por isso que hoje estou mais feliz. Lembrei-me com mais nitidez o momento da minha salvação. A morte de Jesus na cruz e sua ressurreição.
A dor da separação só pode ser amenizada quando nos deparamos com as palavras de Jesus Cristo antes de deixar este mundo: ‘Na casa do meu Pai tem muitos cômodos, e eu vou preparar um lugar para vocês. Se não fosse assim, eu já lhes teria dito’. (João 14.2). Esta é a promessa que muitos creem, pois, para que ela se tornasse real, foi necessário que, tudo que aconteceu, após o calvário, se tornasse público. Jesus está falando ao seu coração: ‘Hoje mesmo eu garanto um lugar para você no céu’! Alegre-se no Senhor e ele concederá o que deseja o seu coração.
Léo Lima