COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

quinta-feira, 27 de julho de 2017

JUSTO E RETO

Esta é uma prova de que Deus é justo na sua maneira de julgar. Como resultado disso, vocês se tornarão merecedores do seu Reino, pelo qual estão sofrendo. Deus fará o que é justo: ele trará sofrimento para aqueles que fazem com que vocês sofram e dará descanso a vocês e também a nós, que sofremos”. (II Tessalonicenses 1.5-7a).
A justiça é um dos atributos de Deus. Ele se regozija com o justo e aborrece a injustiça. O pecado nos torna impuros, parciais e separados de Deus. Todavia todo aquele que crê no sacrifício de Jesus e O aceita como Senhor é justificado e recebe a justiça de Jesus!
Em seu último cântico Moisés enaltece ao Senhor e canta sua justiça e retidão. ‘Ele é a Rocha cuja obra é perfeita, porque todos os seus caminhos juízo são; Deus é a verdade, e não há nele injustiça; justo e reto é’. (Deuteronômio 32.4).
Já Paulo fala aos cristãos de Roma e lembra que é em Jesus Cristo que a justiça divina se manifesta. ‘Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé’. (Romanos 1.17).
 E Jesus quando ensinava na montanha falou que Deus sabia de cada necessidade de todos, mas que era preciso que o Seu Reino fosse prioridade e assim tudo lhes seria dado. ‘Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas’. (Mateus 6.33).

Léo Lima

quarta-feira, 26 de julho de 2017

HONESTIDADE

Ponha a sua vida nas mãos do Senhor, confie nele, e ele o ajudará. Ele fará com que a sua honestidade seja como a luz e com que a justiça da sua causa brilhe como o sol do meio-dia”. (Salmo 37.5-6).
Ser honesto é falar a verdade e viver de maneira íntegra. Deus se alegra com a pessoa honesta porque ele é o Deus da verdade e detesta a mentira. Deus abençoa aquele que é honesto. Paulo recomenda como devemos agir para com os nossos semelhantes. ‘A ninguém torneis mal por mal; procurai as coisas honestas perante todos os homens’. (Romanos 12.17).
Uma das atitudes que devemos cultivar é a de nos alegrarmos com quem se alegra e chorarmos com quem chora. Novamente o apóstolo Paulo mostra isto de maneira clara. ‘Quem ama não fica alegre quando alguém faz uma coisa errada, mas se alegra quando alguém faz o que é certo’. (I Coríntios 13.7).
Portanto, ele, Paulo ainda recomenda para que possamos praticar a verdade uns para com os outros, visto que somos participantes da família de Deus e membros do corpo de Cristo. ‘Por isso não mintam mais. Que cada um diga a verdade para o seu irmão na fé, pois todos nós somos membros do corpo de Cristo’. (Efésios 4.25).

Léo Lima

terça-feira, 25 de julho de 2017

EXULTAÇÃO

Mesmo que a minha pele seja toda comida pela doença, ainda neste corpo eu verei a Deus. Eu o verei com os meus olhos; os meus olhos o verão, e ele não será um estranho para mim. E desejo tanto que isso aconteça!”. (Jó 19.26-27).
No momento de grande angústia Jó exclamou que acreditava em Deus e que Ele era justo para que pudesse declarar o que o seu coração desejava. Ele gritou bem alto que acreditava em seu remidor e que Ele estava vivo. Ele queria ver o Senhor e se ver justificado por Ele. Paulo disse que para aqueles que amam ao Senhor os desejos do coração são direcionados pelo Senhor. ‘Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer como o efetuar, segundo a sua boa vontade’. (Filipenses 2.13).
Muito mais do que somente desejar é nutrir a confiança em Deus e poder afirmar conforme Paulo fez referência de que ele se sentia firme e seguro em Deus que lhe dava forças. ‘Posso todas as coisas naquele que me fortalece’. (Filipenses 4.13).
O salmista afirmou que se a nossa alegria estiver alicerçada em Deus Ele, o Senhor vai nos dar o que nosso coração almeja. ‘Que a sua felicidade esteja no Senhor! Ele lhe dará o que o seu coração deseja’. (Salmo 37.4). Portanto, se conseguirmos nos alegrar no Senhor os nossos desejos serão alcançados.

Léo Lima

segunda-feira, 24 de julho de 2017

ANTE O TRONO

Então Ana orou assim: O Senhor Deus encheu o meu coração de alegria; por causa do que ele fez, eu ando de cabeça erguida. Estou rindo dos meus inimigos e me sinto feliz, pois Deus me ajudou. Ninguém é santo como o Senhor; não existe outro deus além dele, e não há nenhum protetor como o nosso Deus”. (I Samuel 2.1-2).
A oração inicial foi feita por uma mãe com o coração cheio de gratidão a Deus. Ela teve fé quando fez o seu pedido. Sobre a fé Paulo disse que: ‘Portanto, a fé vem por ouvir a mensagem, e a mensagem vem por meio da pregação a respeito de Cristo’. (Romanos 10.17).
O Senhor disse ao profeta Jeremias que se houvesse clamor Ele responderia. ‘E Deus continuou: – Jeremias, se você me chamar, eu responderei e lhe contarei coisas misteriosas e maravilhosas que você não conhece’. (Jeremias 33.3). Hoje você já agradeceu a Deus com louvores?
Ana voltou ao templo para agradecer. Davi sempre adorava a Deus após as vitórias que Ele lhe dava e nos deixou o exemplo. ‘Então, ali em frente de todo o povo, o rei Davi louvou a Deus, o Senhor. Ele disse: – Ó Senhor, Deus do nosso antepassado Jacó, bendito sejas para sempre! Tu és grande e poderoso, glorioso, esplêndido e majestoso. Tudo o que existe no céu e na terra pertence a ti; tu és o Rei, o supremo governador de tudo’. (I Crônicas 29.10-11).

Léo Lima

domingo, 23 de julho de 2017

REDIMIDOS

Vinde então, e arguí-me, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã”. (Isaías 1.18).
O pensamento leva-nos por caminhos distantes, estradas nunca percorridas, paisagens totalmente desconhecidas, sendas abertas, floridas!... A introspecção nos conduz a um mundo estranho, fechado até mesmo a nós, mundo algumas vezes mau, mesquinho. A natureza humana por si só não é a coisa mais bonita.
O texto acima possui outra tradução: ‘Vinde, pois, e arrazoemos...’ este é um convite aberto para um sério ajustamento de contas, como o que Jó havia pedido em ‘Ali o homem reto pleitearia com ele, e eu me livraria para sempre do meu juiz’. (Jó 23.7). Em nosso estado natural, antes da salvação por Jesus Cristo, precisamos ouvir este convite e aceitá-lo, e meditar junto ao Senhor. Fazermos, mesmo, uma avaliação de nossos atos interiores, e, por mais cheios de pecado que possamos estar, por mais que nossos pensamentos sejam vermelhos, eles tornar-se-ão brancos como a neve. É esta a promessa que temos do nosso Pai!
Se procurarmos o nosso Deus e junto a Ele fizermos uma análise, nos arrazoarmos, questionarmos e perguntarmos se a Justiça Divina que excede todo entendimento poderá transformar todos os momentos escuros em momentos de paz, assim saberemos que Ele mesmo se oferece a nos revestir da brancura da santidade! A redenção pela graça!

Léo Lima