COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

domingo, 22 de julho de 2018

DIGNO DE ADORAÇÃO


“Esta é uma oração do profeta Habacuque. Ó Senhor, ouvi falar do que tens feito e estou cheio de temor. Faze agora, em nosso tempo, as coisas maravilhosas que fizeste no passado, para que nós também as vejamos. Mesmo que estejas irado, tem compaixão de nós!” (Habacuque 3.1-2).
O profeta em sua oração pede para ver as maravilhas que o Senhor fazia no passado. E nós, como estamos olhando para tanta coisa maravilhosa que Ele tem feito?  ‘Que eles agradeçam ao Senhor o seu amor e as coisas maravilhosas que fez por eles! Pois ele dá água aos que têm sede e coisas boas aos que estão com fome’. (Salmo 107.8-9).
O salmista sugere que todos adorem ao Senhor por infinitas coisas surpreendentes que tem feito para seus filhos. ‘Louvem o Senhor, o Deus de Israel, pois é ele quem faz essas coisas maravilhosas’. (Salmo 72.18).
Eis que o poeta reconhece que somente o Senhor faz grandes coisas. São muitas as realizações magníficas que o Senhor oferece a todos os que O buscam. ‘Ó Senhor, nosso Deus, tu tens feito grandes coisas por nós. Não há ninguém igual a ti. Tu tens feito muitos planos maravilhosos para o nosso bem. Ainda que eu quisesse, não poderia falar de todos eles, pois são tantos, que não podem ser contados’ (Salmo 40.5).
Léo Lima

sábado, 21 de julho de 2018

VIVENDO O DIA


“Como é agradável a luz do dia, e como é bom ver o sol! Viva alegre durante todos os anos da sua vida. Mas, mesmo que você viva muitos anos, lembre que ficará morto durante muito mais tempo. Tudo o que acontece é ilusão”. (Eclesiastes 11.7-8).
Aproveitar a vida com alegria é a recomendação do sábio. A Palavra de Deus mostra em algumas situações a vantagem que é estar satisfeito com a vida. Em primeiro lugar Neemias conclama o povo a que se alegrem no Senhor, pois eles venceram os desafios e podiam prestar culto ao Senhor: ‘Vão agora para casa e façam uma festa. Repartam a sua comida e o seu vinho com quem não tiver nada preparado. Este dia é sagrado para o nosso Deus; portanto, não fiquem tristes. A alegria que o Senhor dá fará com que vocês fiquem fortes’. (Neemias 8.10).
No texto a seguir Tiago desafia a todos a que sintam alegria mesmo passando por aflições. Existe vitória a quem persevera na fé e se alegra em todas as situações, pois o Senhor é presente. ‘Meus irmãos, sintam-se felizes quando passarem por todo tipo de aflições. Pois vocês sabem que, quando a sua fé vence essas provações, ela produz perseverança’. (Tiago 1.2-3).
Devemos nos alegrar em todas as situações mesmo nas mais difíceis e nos lembrar do que cantou o poeta: ‘Este é o dia que o Senhor fez; regozijemo-nos e alegremo-nos nele’. (Salmo 118.24). Sim. Em cada amanhecer devemos reconhecer o presente que Deus nos oferece: mais um dia! Que este seja ‘o’ dia que o Senhor nos dá.
Léo Lima

sexta-feira, 20 de julho de 2018

DIGNO DE ADORAÇÃO


O Senhor Deus criou os céus e os estendeu; formou a terra e tudo o que nela existe e deu vida e fôlego a todos os seus moradores. E agora o Senhor diz ao seu servo: - Eu, o Senhor, o chamei e o peguei pela mão, para que haja salvação por meio de você. Eu o criei e o enviei como garantia da aliança que vou fazer com o meu povo, como a luz da salvação que darei aos outros povos; para abrir os olhos dos cegos, pôr em liberdade os prisioneiros e soltar os que estão em prisões escuras. Eu sou o Senhor: este é o meu nome, e não permito que as imagens recebam o louvor que somente eu mereço”. (Isaías 42.5-8).
Deus não reparte a Sua glória com ninguém. Nenhuma imagem ou escultura vai conseguir se aproximar do esplendor e da beleza do Criador. Portanto, quem ama e é leal a Deus deve adorar somente ao Senhor Criador de tudo que existe com todo o coração, alma e espírito. Dentre os mandamentos está: ‘Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra’. (Êxodo 20.3-4).
Foi o Senhor quem disse ao profeta: ‘Eu sou o Senhor; este é o meu nome; a minha glória, pois, a outrem não darei, nem o meu louvor, às imagens de escultura’. (Isaías 42.8).
O apóstolo Paulo em sua mensagem enfatiza que não devemos ver o Senhor através de uma imagem esculpida. ‘Sendo nós, pois, geração de Deus, não havemos de cuidar que a divindade seja semelhante ao ouro, ou à prata, ou à pedra esculpida por artifício e imaginação dos homens’. (Atos 17.29).
Léo Lima

quinta-feira, 19 de julho de 2018

AMOR EM PRÁTICA


Ó Senhor Deus, tem compaixão de nós, pois esperamos que nos ajudes. Sê o nosso protetor todos os dias, sê o nosso Salvador em tempos de dificuldades”. (Isaías 33.2).
Deus não se alegra com nosso sofrimento. Ele tem muita de compaixão. Deus quer nos socorrer e confortar, trazendo libertação do sofrimento. Este foi o motivo que ele enviou Jesus como prova do seu imensurável amor. ‘Cantem, ó céus, e alegre-se, ó terra! Montes gritem de alegria! Pois o Senhor consolou o seu povo; ele teve pena dos que estavam sofrendo’. (Isaías 49.13).
Em seu ministério Jesus agiu de forma que estes sentimentos Ele também possuía como o Pai. Suas ações mostram isto. ‘E Jesus, saindo, viu uma grande multidão e, possuído de íntima compaixão para com ela, curou os seus enfermos’. (Mateus 14.14).
O apóstolo Paulo deixou um conselho que nos ajuda a agirmos com misericórdia. ‘Antes, sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo’. (Efésios 4.32).
Léo Lima

quarta-feira, 18 de julho de 2018

CONFIANÇA EM DEUS


“Ó Deus, ouve o meu grito de angústia! Escuta a minha oração. No meu desespero, longe do meu lar, eu te chamo pedindo ajuda. Põe-me em segurança numa rocha bem alta, pois tu és o meu protetor, o meu forte defensor contra os meus inimigos. Eu te peço que me deixes viver no teu Templo toda a minha vida, para ficar protegido debaixo das tuas asas. Ó Deus, tu ouviste as minhas promessas e me deste as bênçãos que pertencem aos que te temem. Dá uma vida longa ao rei; que ele viva muitos e muitos anos! Que ele governe para sempre com a tua bênção, ó Deus! Protege-o com o teu amor e com a tua fidelidade. Assim eu sempre te cantarei louvores e todos os dias te darei o que tiver prometido”. (Salmo 61).

Neste salmo Davi faz uma oração em que pontua suas angústias e seus desejos. Em primeiro lugar ele pede para ser ouvido. Esta é uma condição que enfrentamos e desejamos: ser ouvidos. Logo solicita o cuidado do Senhor para sentir-se seguro. Como é bom este sentimento: segurança. ‘Não deixaste que os meus inimigos me pegassem e me livraste do perigo’. (Salmo 31.8). Foi Davi quem disse estas palavras.

Morar na casa do Senhor é outra coisa que ele quer. Nós temos Deus conosco. Bem maior é difícil. Vida longa é o pedido que segue. Nós estamos buscando uma vida mais longa a cada dia.

Estes pedidos ficam completos quando o servo promete louvar e adorar o Senhor todos os dias da sua vida. Como estamos orando? Qual é o maior desejo que reside em nosso coração? O Senhor conhece e sonda nossos corações. Hoje é tempo de louvar e glorificar ao Senhor dos senhores.
Léo Lima