COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sexta-feira, 20 de maio de 2016

TRABALHO HONRADO



Tudo o que eu tinha e que havia conseguido com o meu trabalho não valia nada para mim. Sabia que teria de deixar tudo para o rei que ficasse no meu lugar. E ele poderia ser um sábio ou um tolo – quem é que sabe? No entanto, ele seria o dono de todas as coisas que eu consegui com o meu trabalho e ficaria com tudo o que a minha sabedoria me deu neste mundo. Tudo é ilusão. Então eu me arrependi de ter trabalhado tanto e fiquei desesperado por causa disso. A gente trabalha com toda a sabedoria, conhecimento e inteligência para conseguir alguma coisa e depois tem de deixar tudo para alguém que não fez nada para merecer aquilo. Isso também é ilusão e não está certo! Nós trabalhamos e nos preocupamos a vida toda e o que é que ganhamos com isso? Tudo o que fazemos na vida não nos traz nada, a não ser preocupações e desgostos. Não podemos descansar, nem de noite. É tudo ilusão”. (Eclesiastes 2.18-23).
Eis uma afirmação de que na vida tem muita coisa para se fazer do que somente acumular bens. O trabalho árduo que são realizados por justos motivos é benéfico. Entretanto o mais importante é prover o necessário para se viver bem e o cuidado com a família.
É nossa responsabilidade o bem estar dos que amamos e este deve ser tanto o físico como o espiritual. E vale lembrar das palavras do Senhor que disse: ‘O que adianta alguém ganhar o mundo inteiro, mas perder a vida verdadeira’? (Marcos 8.36). Outra versão diz ‘e perder a sua alma’.
Entretanto, o fruto do trabalho árduo pode levar à tristeza se for feito para glória própria. Entretanto, se o serviço for feito com humildade para servir e glorificar a Deus só trará bênçãos a todos. ‘Humilhem-se diante do Senhor, e ele os colocará numa posição de honra’. (Tiago 4.10).
Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário