COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

quinta-feira, 26 de maio de 2016

TEMPO DE JUNTAR PEDRAS



“Tudo neste mundo tem o seu tempo; cada coisa tem a sua ocasião. Tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las”. (Eclesiastes 3.1,5a).
O refletir nos faz ver que corremos de forma a deixar que coisas se quebrem, emoções e relações sejam deixadas de lado para atingirmos nossas vontades e desejos. O sábio fala de espalhar as pedras e em outro tempo juntá-las.
É possível olharmos para estas palavras e lembrarmos as tantas vezes que deixamos desmoronar nossos relacionamentos e aquilo que muitas vezes lutamos para construir é espalhado de forma que não se consegue mais juntar as pedras que ficaram perdidas.
Entretanto, o mesmo poeta mostra que o tempo também permite que juntemos o que foi espalhado e façamos novas as coisas perdidas. Para que consigamos isso é preciso estar com nossa fé alicerçada no Senhor e fazer o que Paulo recomenda: ‘Pelo contrário, sejam bons e atenciosos uns para com os outros. E perdoem uns aos outros, assim como Deus, por meio de Cristo, perdoou vocês’. (Efésios 4.32).

Léo Lima

2 comentários:

  1. Que lição, gostei, me ajudou muito. meu irmão não e ruim, só me protegi muito.
    Nunca desobedece. Meus pais morreram nós eramos crianças e ele me criou, ele tem 23 anos.

    ResponderExcluir