COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

quinta-feira, 30 de março de 2017

SIMPLESMENTE CRER

Então Jesus afirmou: Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim nunca morrerá. Você crê nisso”? (João 11.25).
Como é bom recordarmo-nos de mais esta promessa de Jesus! ‘Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto viverá’. Esta promessa é muito clara. É específica. Basta crer em Cristo para se ter a vida eterna. Vida além da morte.
O que Jesus quer dizer com estar morto? Acreditamos que é a pessoa que é morta nos seus pecados, e a partir do momento que estes pecados são perdoados por Jesus a vida dela se restaura para sempre. Se formos ler tudo sobre a ressurreição de Lázaro, o amigo de Jesus, que é a primeira parte deste capítulo de João, veremos que Jesus não só fez o milagre da ressurreição nele, mas nos ensinou que para termos a vida eterna é preciso ouvir e seguir a Jesus. Ir ao encontro de Jesus, mas acima de tudo, é crer que ele, Jesus Cristo, é a ressurreição e a vida como Ele mesmo falou. Jesus promete e cumpre.
É possível afirmar a partir do que sentimos quando entregamos nossa vida a Jesus que Ele nos salva. O que passamos a viver é algo muito difícil de ser explicado com palavras. Transcende a tudo que possamos dizer. Logo que ocorre a nossa entrega a Jesus, toda ansiedade, angustia, tristeza, perturbação que sentimos se transforma em bonança, paz e tranquilidade, pois Jesus toma todos estes sentimentos e nos transforma.
O peso do pecado foi retirado e o vazio antes existente é preenchido pelo Espírito Santo de Deus. Passamos a crer na vida eterna. Vida eterna com Deus. A morte física não nos atemoriza. E você, já crê que Jesus é a ressurreição e a vida? Crê que Ele pode lhe dar a vida eterna? Releia o texto acima. São palavras de Jesus. É simples. Crê somente.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário