COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sábado, 21 de janeiro de 2017

SEM SOBERBA

Está bem: pela sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé; então não te ensoberbeças, mas teme”. (Romanos 11.20).
A soberba, conforme o dicionário, quer dizer: altivez, arrogância, orgulho, presunção. Ela geralmente se infiltra no coração do homem que deixa escapar todas as oportunidades de ser humilde. Quando acontece de o progresso chegar na vida de uma pessoa, seja em que aspecto for, a soberba faz-lhe uma visita e, às vezes, pode até fixar residência em seu ser. Isto pode acontecer no âmbito espiritual também.
Algumas pessoas quando sentem que estão obtendo maior comunhão com Deus, ficam cheias de si, e acabam se esquecendo das palavras que a Bíblia nos fala: ‘Aquele, pois que cuida estar em pé, olhe não caia’. (I Coríntios 10.12). Um dos maiores perigos que alguém pode passar é o orgulho e a soberba.
Os judeus, que eram o povo de Deus, perderam alguns privilégios e muitos dos que eram tidos como gentios, os povos que eram de outras nacionalidades, receberam a grata alegria de serem feitos filhos de Deus através de Jesus Cristo. Muitos dos judeus não creram no Messias, e nós que temos crido procuramos nos manter firmes.
Entretanto, a recomendação de Paulo pode nos influenciar: ‘Está bem: pela sua incredulidade foram quebrados, e tu estás em pé pela fé; então não te ensoberbeças, mas teme’. ‘Não te dês a vãs glórias’, continua a aconselhar o apóstolo Paulo. E é isto que estamos refletindo e que nos leva a pensar no perigo que corremos por esquecermos o temor do Senhor, o respeito que devemos ter a Deus, o Pai. E, quem sabe, algumas vezes sentimo-nos vaidosos por estarmos firmes. Cuidado! Quem está em pé, olhe que não caia.
Estamos em pé somente pela misericórdia de Deus! 

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário