COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

domingo, 18 de dezembro de 2016

ORAÇÃO OUVIDA

Ó Deus, salva-me pelo teu poder! Livra-me com a tua força. Ouve, ó Deus, a minha oração! Escuta as minhas palavras”. (Salmo 54.1-2).

O salmista clama para ser ouvido. Mas o profeta está recordando ao povo que a oração precisa ser feita com o coração puro e a alma em reverência ao Senhor. ‘Vocês estão pensando que o Senhor perdeu a força e não pode nos salvar? Ou pensam que ele está surdo e não pode nos ouvir? Pois são os pecados de vocês que os separam do seu Deus, são as suas maldades que fazem com que ele se esconda de vocês e não atenda as suas orações’. (Isaías 59.1-2).

Já Paulo mostra que é necessário um coração grato a Deus em cada petição feita. ‘Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido’. (Filipenses 4.6).

Eis que Pedro diz que Deus está atento às pessoas honestas e que fazem o bem. ‘Quem quiser gozar a vida e ter dias felizes não fale coisas más e não conte mentiras. Afaste-se do mal e faça o bem; procure a paz e faça tudo para alcançá-la. Pois o Senhor olha com atenção as pessoas honestas e ouve os seus pedidos, porém é contra os que fazem o mal’. (I Pedro 3.10a-11). Quando oramos o que se passa em nosso coração, na nossa alma? É preciso estarmos diante do Senhor com pureza, reverência, gratidão e honestidade.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário