COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

terça-feira, 25 de outubro de 2016

AQUI ESTOU

“_Santo, santo, santo é o Senhor Todo-Poderoso; a sua presença gloriosa enche o mundo inteiro! O barulho das vozes dos serafins fez tremer os alicerces do Templo, que foi ficando cheio de fumaça. Então eu disse: – Ai de mim! Estou perdido! Pois os meus lábios são impuros, e moro no meio de um povo que também tem lábios impuros. E com os meus próprios olhos vi o Rei, o Senhor Todo-Poderoso! Aí um dos serafins voou para mim, segurando com uma tenaz uma brasa que havia tirado do altar. Ele tocou a minha boca com a brasa e disse: – Agora que esta brasa tocou os seus lábios, as suas culpas estão tiradas, e os seus pecados estão perdoados. Em seguida, ouvi o Senhor dizer: – Quem é que eu vou enviar? Quem será o nosso mensageiro? Então respondi: – Aqui estou eu. Envia-me a mim”! (Isaías 6.3-8).
Esta porção da Palavra de Deus mostra um momento especial. Isaías narra sua visão com anjos e seu diálogo com o Senhor. O início mostra o canto divinal em que a santidade divina é reconhecida pelos seres angelicais. Logo Isaías reconhece sua impureza e os pecados que residem em sua vida. Exclama: ‘Ai de mim’! Ele declara sua pequenez e sentiu-se o quão pequeno era diante do Senhor.
E eis que o Senhor diz: ‘Quem é que eu vou enviar? Quem será o nosso mensageiro?’ Então Isaías se rendeu ao Senhor e de coração e alma prostrados exclamou: ‘Aqui estou eu. Envia-me a mim’. O Senhor continua a perguntar àqueles que O buscam: Quem é que vou enviar? Cante a santidade divina e louvar ao Senhor por todos os benefícios que nos tem dado.
Este é um momento de reflexão. Estamos fazendo a vontade do Senhor? Ele chama e depende da nossa resposta para sermos uma bênção. Louvado e glorificado seja o Senhor!

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário