COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

segunda-feira, 22 de maio de 2017

ÚNICO INTERMEDIÁRIO

Bem-aventurado aquele a quem tu escolhes, e fazes chegar a ti, para que habite em teus átrios; nós seremos satisfeitos da bondade da tua casa e do teu santo templo”. (Salmos 65.4).
O ser humano deseja ardentemente ser feliz. E para atingir essa meta ele faz planos, busca caminhos que dão uma sensação de felicidade, mas que na verdade é passageira e é mais uma ilusão. Para se viver a verdadeira felicidade é necessário que se tenha uma perfeita comunhão com Deus. Mas existe uma grande barreira entre o homem e Deus que é o pecado.
Sabemos que Deus oferece o perdão para as nossas faltas e delitos e nos purifica de todo mal abrindo-nos o caminho para uma íntima comunhão com Ele. Ele  já fez a parte dele, agora é necessário que façamos a nossa. É essencial crer nesse Deus maravilhoso que somente deseja a nossa felicidade e quer que sejamos salvos da morte eterna. Para estarmos na presença de Deus precisamos de uma mudança de vida e de atitude, assim Ele nos aceita e nos hospeda.
Logo a pessoa passa a desfrutar de todos os benefícios que a hospitalidade de Deus proporciona. Estar nos átrios - casa - do Senhor, é estar no céu, mesmo que ainda moremos neste mundo. Estar diante de Deus em oração e ouvindo a Sua voz faz com que o nosso coração se encha de amor e de paz. Podemos, então, desfrutar de uma alegria genuína num culto de louvor e adoração a Deus glorificando ao Senhor dos senhores.
Aquele que adentra nos átrios (sala principal) e se posta diante do trono do Senhor, pode sentir que não existem barreiras para uma perfeita comunhão com Deus. Ele abençoa. Ele guarda. Ele cuida com muito amor todo aquele que Dele se aproxima através de Jesus Cristo.
Estar diante do trono é falar diretamente com Deus.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário