COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

segunda-feira, 8 de maio de 2017

ESPERANÇA EM CRISTO

Foi Cristo quem nos trouxe, pela nossa fé, para a graça de Deus; e agora nós continuamos firmes nela”. (Romanos 5.2).
Mesmo que não exista base racional para a esperança, o ser humano continua dependendo dela para uma vida mais tranquila. O agricultor, por exemplo, deve arar com esperança de que a chuva virá, de que ele poderá colher os frutos do seu trabalho. A esperança bíblica é, por conseguinte, inseparável da fé em Deus.
O apóstolo Paulo escreveu aos cristãos de Roma dizendo que por Jesus Cristo temos entrada pela fé a esta graça. A graça de Deus. A salvação por Jesus Cristo. Estamos, pois firmes e constantes, revigorados pela esperança que nos proporciona a fé em Jesus Cristo. Ao lermos a história da humanidade podemos perceber que o ser humano sempre teve necessidade de esperar por coisas que ele não via. Muitos deuses foram imaginados e cultuados.
Com Jesus Cristo, Deus, o Pai, provou o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós sendo nós ainda pecadores. Deus mostrava aí, nitidamente, que suas promessas eram cumpridas. E esta esperança que por séculos impulsionou o povo de Deus, teve o seu ponto culminante, o seu apogeu, a sua glória quando Deus, o Pai, ressuscitou Cristo dentre os mortos. É isso que nos impulsiona a continuar firmes na esperança que é mais uma certeza do céu.
A ressurreição em que cremos nos proporciona um momento da glória de Deus, esta glória que ninguém jamais pode contemplar. Moisés quando esteve diante da glória de Deus voltou para o povo com o rosto brilhando, refulgente de luz. Temos a esperança de contemplar o nosso Senhor face a face e estarmos junto a Deus, o Pai, rendendo-Lhe louvores. A esperança é uma mola que conduz para um viver mais feliz! Busque-a em Jesus!

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário