COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

SENTIMENTOS DE PAZ



Como o verniz cobre um pote de barro, as palavras fingidas encobrem um coração mau. O hipócrita que odeia esconde o seu ódio atrás da bajulação. Ele pode falar muito bem, mas não acredite no que ele diz porque o seu coração está cheio de ódio. Ele pode disfarçar, mas todos acabarão vendo a sua maldade”. (Provérbios 26.23-26).
Amor e ódio são sentimentos que se mostram presentes no viver de cada um. O primeiro produz a paz e a harmonia, o segundo se mostra irado e provoca discussões. ‘O ódio provoca brigas, mas o amor perdoa todas as ofensas’. (Provérbios 10.12). O cristão deve se precaver de nutrir a ira, pois ela afasta a alegria da presença do Espírito Santo.
O conselho da carta aos hebreus mostra que todo cuidado deve ser tomado para que a graça divina seja real a cada dia. ‘Tomem cuidado para que ninguém abandone a graça de Deus. Cuidado, para que ninguém se torne como uma planta amarga que cresce e prejudica muita gente com o seu veneno’. (Hebreus 12.15).
Nossa vida só será completa se não permitirmos que sentimentos ruins façam morada em nós. Se o Espírito Santo é presente em nós viveremos de forma a que todos vejam e sintam a paz real que nos move. ‘Mas o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade e o domínio próprio. E contra essas coisas não existe lei. As pessoas que pertencem a Cristo Jesus crucificaram a natureza humana delas, junto com todas as paixões e desejos dessa natureza’. (Gálatas 5.22-24).
Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário