COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

domingo, 21 de fevereiro de 2016

AGORA É O TEMPO



Elogiar um tolo é tão absurdo como cair neve no verão ou chover no tempo da colheita. A maldição não cai sobre quem não merece; ela é como um passarinho que voa sem rumo. O chicote foi feito para o cavalo, o freio, para o jumento, e a vara, para as costas de quem não tem juízo”. (Provérbios 26.1-3).

Uma maldição espalhada sem causa justa é como um pardal ou uma andorinha dando voltas no ar sem procurar atingir um objetivo. O salmista diz que Deus é luz e lâmpada (Salmo 119.105), e o Senhor não deixa nenhuma confusão sobre si mesmo basta que conheçamos as escrituras e busquemos nela o verdadeiro significado das suas palavras. 

Deus conhece os nossos corações e as intenções que cultivamos. Nas palavras de Jesus podemos confirmar isto: ‘Então Jesus disse a eles: – Para as pessoas vocês parecem bons, mas Deus conhece o coração de vocês. Pois aquilo que as pessoas acham que vale muito não vale nada para Deus’. (Lucas 16.15).
 
Encontramos na Bíblia esse preceito sobre a diferença entre o que serve e o que não serve a Deus. ‘Então voltareis e vereis a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus, e o que não o serve’. (Malaquias 3.18).  E Paulo disse que: ‘Todo aquele que invocar o nome de Jeová será salvo’. (Romanos. 10:13).



Portanto, se estivermos atentos veremos que Deus deseja somente abençoar com a salvação a todos, basta para isso que O busquemos e invoquemos o seu santo Nome. Que saibamos mostrar que para sermos abençoados é preciso ser salvo por Jesus Cristo enquanto é tempo.
Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário