COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

terça-feira, 11 de julho de 2017

AMBIÇÃO SAUDÁVEL

Assim também vocês devem considerar-se como mortos para o pecado, mas vivos para Deus, por estarem unidos com Cristo Jesus”. (Romanos 6.11).
Não é pretensão nenhuma uma pessoa desejar considerar-se morta para este mundo, apesar de viver e precisar realizar muitas coisas para sobreviver. Jesus mesmo disse: ‘Não os tires do mundo mas livra-os do mal’. Estas palavras Jesus proferiu em uma oração que fez por todos os que viriam a crer nele. Portanto, considerar-se morto para o mundo, é fazer somente o que Deus deseja que façamos. E quando estamos praticando a vontade de Deus, é sinal que estamos buscando viver para Ele e unidos no amor de Cristo Jesus.
Trinta raios unidos no cubo da roda! Mas o valor da roda dependerá do mancal em que gira o eixo’. (Máxima do Tau-Te-king). Se na nossa vida terrena não estivermos dependendo do mancal em que o eixo da Igreja gira, Jesus Cristo, não estaremos unidos como é desejo de Deus, o Pai. Portanto, de fato, se estivermos mortos para as coisas do mundo e unidos no propósito de servir ao Senhor, logo estaremos vivos para Deus. Se estivermos unidos com um propósito de viver para Deus, teremos grandes alegrias e paz.
Quando o cristão ambiciona falar deste amor imensurável é que procura se unir cada vez mais ao Senhor. O desejo de estar unido a Cristo deve ser maior que todas as ambições do cristão. Jesus, ainda hoje convida-nos a andarmos com ele e a estarmos como que mortos para as coisas deste mundo, ou seja, procurando fazer a vontade de Deus. O resultado desta atitude é a qualidade de vida que podemos viver com Jesus que supera toda e qualquer expectativa que possamos ter.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário