COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

EU AJUDO

Meus irmãos, se alguém for apanhado em alguma falta, vocês que são espirituais devem ajudar essa pessoa a se corrigir. Mas façam isso com humildade e tenham cuidado para que vocês não sejam tentados também. Ajudem uns aos outros e assim vocês estarão obedecendo à lei de Cristo”. (Gálatas 6.1-2).
O texto inicial mostra o apóstolo Paulo recomendando o quanto devemos ajudar aos que necessitam. Jesus mesmo falou sobre isto: ‘Deem aos outros, e Deus dará a vocês. Ele será generoso, e as bênçãos que ele lhes dará serão tantas, que vocês não poderão segurá-las nas suas mãos. A mesma medida que vocês usarem para medir os outros Deus usará para medir vocês’. (Lucas 6.38). O Mestre promete bênçãos àqueles que assim fazem.
É preciso recordar que nem sempre os necessitados precisam somente de bens materiais. Há aqueles que estão famintos de amor, de serem ouvidos ou mesmo de uma palavra de encorajamento e atenção. Ninguém é forte o suficiente que nunca vai precisar de ajuda.  São muitas situações inesperadas e obstáculos que surgem na vida e é preciso uma mão amiga por perto.
A promessa divina é de ajuda aos seus servos sempre que necessário: ‘Eu sou o Senhor, o Deus de vocês; eu os seguro pela mão e lhes digo: - Não fiquem com medo, pois eu os ajudo’. (Isaías 41.13). Lembre-se disto. Deus mesmo disse: ‘Eu os ajudo’.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário