COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sábado, 19 de novembro de 2016

CONFISSÃO

Quando ouvi isso, eu me sentei e chorei. Durante alguns dias, eu fiquei chorando e não comi nada. E fiz a Deus esta oração: – Ó Senhor, Deus do céu, tu és grande, e nós te tememos! Tu és fiel e guardas a tua aliança com aqueles que te amam e obedecem aos teus mandamentos. Olha para mim, ó Deus, e ouve as orações que faço dia e noite em favor dos teus servos, o povo de Israel. Eu confesso que nós, o povo de Israel, temos pecado. Os meus antepassados e eu temos pecado”. (Neemias 1.4-6).
Neemias chorou por ouvir as tristes notícias sobre seu povo em Jerusalém. Ele se prostrou diante do Senhor e orou e glorificou ao Senhor que os criou e ele reconhecia a grandiosidade do Senhor. Reconhecer que somente o Senhor deve ser adorado é uma atitude de todo aquele que procura servir a Deus.
Entretanto, ele não somente glorificou a Deus como exaltou a fidelidade do Senhor. Pediu, também, que Ele olhasse para sua tristeza e ouvisse a oração que fazia. Logo a seguir ele confessou os seus pecados e do seu povo.
A confissão é a atitude que toda a pessoa que reconhece seu pecado e chega-se diante do Senhor para ser perdoado, conforme o salmista disse: ‘Então eu te confessei o meu pecado e não escondi a minha maldade. Resolvi confessar tudo a ti, e tu perdoaste todos os meus pecados’. (Salmo 32.5). Que saibamos nos prostrar diante do Pai em oração.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário