COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

domingo, 10 de julho de 2016

AMOR QUE SUSTENTA

Eu encontrei uma coisa que é mais amarga do que a morte – um certo tipo de mulher. O amor que ela oferece é uma armadilha ou uma rede para pegar você; os seus braços são correntes para prendê-lo. O homem que agrada a Deus consegue fugir dela, mas o pecador, não. Eu descobri isso pouco a pouco, quando procurava respostas para as minhas perguntas. Procurei outras respostas, mas não encontrei nenhuma. Entre mil homens encontrei um que eu poderia respeitar, mas entre as mulheres não achei nem uma. Tudo o que aprendi se resume nisto: Deus nos fez simples e direitos, mas nós complicamos tudo”. (Eclesiastes 7.26-29).
A desesperança é um estado de espírito que aflige as emoções. O sábio, neste texto, mostra seu desânimo de forma clara. Será que existe alguém que não tenha vivido esta situação? Quando ela nos visita é bom nos lembrarmos da promessa do Senhor que diz: ‘O amor do Senhor Deus não se acaba, e a sua bondade não tem fim. Esse amor e essa bondade são novos todas as manhãs; e como é grande a fidelidade do Senhor! Deus é tudo o que tenho; por isso, confio nele’. (Lamentações 3.22-24).
Portanto, quando nos sentimos com o espírito abatido por situações diversas, recordar que o amor de Deus por todos que O temem dura para sempre. Devemos nos alegrar por todo amor que Deus nos dá. ‘Mas o amor de Deus, o Senhor, por aqueles que o temem dura para sempre. A sua bondade permanece, passando de pais a filhos’. (Salmo 103.17).

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário