COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

terça-feira, 26 de abril de 2016

DEIXO-VOS A MINHA PAZ



Pois Deus não nos chamou para fazermos confusão e sim para termos ordem”. (I Coríntios 14.33).
Existem momentos em que pessoas conversam e desta conversa surgem grandes conflitos. É que um dos interlocutores compreendeu mal as palavras do outro.  Um mal entendido pode provocar uma guerra entre povos. Falta muito para que as pessoas aprendam como se comunicar de forma ideal, pois o que mais ocorre é que, geralmente, estamos preocupados com nossos problemas que não conseguimos entender o do outro.
Podemos ver que se ligamos um rádio ou uma televisão temos notícias quase que somente de coisas ruins que aconteceram e isso já é um indício de que nossos pensamentos tendem a ver somente o lado pior das coisas. E quando vamos conversar com alguém pouco temos de positivo para falar.
Entretanto, se nosso mundo está revestido pelo amor de Deus, mesmo que coisas terríveis nos aconteçam, nós teremos o espírito otimista para encararmos os fatos. Para quem vive na dependência de Deus, não existe motivo para que haja desordem em sua vida, em seu interior. A vida dos que se unem a Deus é diferente. Mesmo que estejam enfrentando crises difíceis conseguem prestar um culto de adoração a Deus em sua mente e espírito. 
Sabemos que Deus não nos chamou para fazermos confusão e sim para vivermos com ordem. Precisamos, pois, estar nos recordando de que temos um Deus de paz que preenche por completo qualquer dúvida, qualquer acontecimento alheio à vontade Dele. Deus não é de confusão. É o Senhor que completa nosso interior revestindo-o de plena paz, de perfeita harmonia, nunca oferecida por qualquer evento que se possa promover. 

Deus é o Senhor da paz! Confie Nele e ele vai transformar sua vida para que a ordem reine definitivamente. Jesus Cristo deixou-nos sua paz. ‘Deixo-vos a paz; a minha paz vos dou. Não vo-la dou como o mundo a dá’. (João 14.27).


Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário