COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sábado, 10 de setembro de 2016

UM TOQUE DE FÉ

Jesus ouviu a pergunta e disse aos mestres da Lei: – Os que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes. Eu vim para chamar os pecadores e não os bons”. (Mateus 9.17).
A dor existe para mostrar que algo não está bem. Existem vários tipos de dor. Dor física, emocional e espiritual. Para a dor física existem vários remédios, mas muitas vezes ela chega e tira toda a vontade que uma pessoa possa ter. Ela chega e doe como se fosse tirar toda a alegria. A dor pode provocar a solidão mesmo que não se esteja sozinho.
Então Jesus sentiu que alguém havia tirado poder de si mesmo. Conforme o texto: ‘Nisto, chegou uma mulher que fazia doze anos que estava com uma hemorragia. Ela havia gastado com os médicos tudo o que tinha, mas ninguém havia conseguido curá-la. Ela foi por trás de Jesus e tocou na barra da capa dele, e logo o sangue parou de escorrer. Aí Jesus perguntou: – Quem foi que me tocou? Todos negaram. Então Pedro disse: – Mestre, todo o povo está rodeando o senhor e o está apertando. Mas Jesus disse: – Alguém me tocou, pois eu senti que de mim saiu poder. Então a mulher, vendo que não podia mais ficar escondida, veio, tremendo, e se atirou aos pés de Jesus. E, diante de todos, contou a Jesus por que tinha tocado nele e como havia sido curada na mesma hora. Aí Jesus disse: – Minha filha, você sarou porque teve fé! Vá em paz’. (Lucas 8.43-48).
Ele olha para a minha e a sua dor, seja ela do tamanho que for e diz: você sarou porque buscou com fé. A cura chega das mais diversas maneiras e seja ela qual for é necessário que nos aproximemos do Mestre e o toquemos. Um toque apenas. Um toque de fé.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário