COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sábado, 17 de setembro de 2016

PROMESSAS REALIZADAS

Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêm pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inexcusáveis”. (Romanos 1.20).
Na ansiosa busca de conhecimento o homem chega a questões que não obtém respostas e com isso muitas vezes torna-se um apático descrente. Ele deseja ver o invisível. Quer conhecer coisas que somente competem a Deus.
Para se entender a divindade de Deus não são necessários grandes conhecimentos, nem filosofias, mas como diz o apóstolo Paulo os atributos invisíveis de Deus, como seu eterno poder, até a sua própria divindade, claramente são percebidos desde a criação do mundo, pois é muito claro ver-se as maravilhas em tudo que Ele criou. Portanto, não se desculpa tais pessoas que não conseguem sentir a magnitude de Deus em seu poder e sua criação.
É necessário ainda, possuir sensibilidade de coração e contemplar o que nos cerca, além de se ter uma fé genuína. Somente assim teremos condições para compreender, em nossa limitação, a divindade de Deus e todas as respostas estarão dentro de nós mesmos, pois teremos Deus falando em nós e fazendo-nos pessoas que usufruirão das maiores bênçãos que se possa desejar.
Que possamos olhar e ver o Senhor em cada momento do nosso viver, e que o nosso coração passe a glorificá-Lo através de tudo que podemos contemplar e de tudo que temos recebido em nossa vida. Você pode ser participante destas maravilhas. Pode descobrir coisas que lhe estão ocultas, basta pedir a Deus que ele as revelará como já prometeu. ‘E Deus continuou: - Jeremias, se você me chamar, eu responderei e lhe contarei coisas misteriosas e maravilhosas que você não conhece’. (Jeremias 33.3).

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário