COMUNIQUE

Seja Bem vindo! Nossa meta é anunciar Boas Novas! Léo Lima
Precisamos decidir em como ser valiosos, em vez de pensar o quão valiosos somos. Filosofia chinesa

Aflições vindas das Mãos Soberana São bênçãos disfarçadas! (Adam Clarke)

sábado, 3 de setembro de 2016

SEM ANSIEDADE

E, quanto ao vestido, por que andais solícitos? Olhai para os lírios do campo, como eles crescem: não trabalham nem fiam”. (Mateus 6.28).
Sonhamos de diversas maneiras. Nossos sonhos, geralmente, estão calcados em nossas preocupações. Ao percebemos que precisamos de algo que ainda não possuímos passamos a dedicar parte de nossas forças a este sonho. Muitas vezes a ansiedade domina nossos corações por não conseguirmos, no nosso tempo, viver os nossos sonhos. Na maioria das vezes estes sonhos são mesclados por nossas vaidades.
Jesus exemplifica no texto que nossas ansiedades com as coisas materiais não deveriam tomar nossas emoções e preocupações. O exemplo de como é belo o lírio do campo nos faz refletir, e assim como ele, não podemos deixar que preocupações ocupem nossos corações, pois temos Deus, o nosso Pai, que nos ama e como dá vida e beleza aos lírios do campo não nos deixará faltar nada de que venhamos necessitar.
Jesus podia e pode ver o interior de cada pessoa, por isso Ele faz esta colocação. Ele ainda mostra, através da natureza, a grandiosidade da excelência da criação divina fazendo esta linda comparação: ‘E por que vocês se preocupam com roupas? Vejam como crescem as flores do campo: elas não trabalham, nem fazem roupas para si mesmas.
Quando conseguimos meditar sobre a beleza que Jesus contemplava e ainda mostrava para os seus ouvintes esta contínua atuação divina no mundo, vemos a nossa importância para Ele. Jesus dizia que assim como os lírios do campo crescem de uma forma natural, nós precisamos esperar o que necessitamos, pois Deus não negará aos seus filhos o que eles precisam de fato.
Entretanto, isto só acontecerá se deixarmos que Deus faça a obra através de cada um de nós. Somente assim sentiremos que a ansiedade pela vida será como uma nuvem passageira que invade nosso interior e logo vem a paz duradoura e eficaz.

Léo Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário